Prefeito Zé Martins vistoria obra de recuperação da Barragem do Félis, no Areal

O prefeito de Bequimão, Zé Martins, vistoriou a obra de recuperação da Barragem do Félis, na região do Areal. Na visita, realizada no domingo (17), ele estava acompanhado do presidente do Fórum em Defesa da Baixada Maranhense, João Martins; do secretário municipal de Obras e Infraestrutura, Tonho Martins; do vereador Vadico do Areal; e do líder comunitário Joãozinho. A barragem tem mais de 3 km de extensão, com capacidade para garantir segurança hídrica às comunidades do entorno.

A construção de barragens, tapagens, canais e açudes permite que os produtores rurais possam fazer seus planejamentos e, assim, aproveitar a água que chega aos campos inundáveis no período das chuvas. Essa reserva assegura a disponibilidade de água durante todo o ano, resultando em fartura de peixes nativos e ambiente favorável à criação de patos.

Para a administração do prefeito Zé Martins, a recuperação das barragens tornou-se uma de suas prioridades, pela importância desse tipo de obra no sustento de centenas de famílias do município. “Com a água em abundância, os moradores dessas comunidades podem produzir, desfrutar das riquezas que vêm dos campos e, assim, conseguem ter segurança alimentar para toda a família e ainda vendem parte da produção”, destacou o prefeito.

O presidente do Fórum em Defesa da Baixada Maranhense, João Martins, considera que o trabalho realizado pelo prefeito Zé Martins mostra o compromisso da gestão com os produtores da região. “Isso que o prefeito Zé Martins está fazendo se encaixa no programa dos Diques da Baixada, que é uma luta do Fórum da Baixada, para a nossa região. Isso permite, durante o período de seca, que sejam feitas reservas de água, garantindo alimentos e criação de animais, o que resulta numa qualidade de vida melhor para quem mora nessas áreas”, enfatizou.

A vistoria da obra foi acompanhada pela Comissão Comunitária de Fiscalização, composta por lideranças dos povoados de Areal, Sibéria e Santa Tereza, bem como por representantes do Movimento Quilombola de Bequimão (MoqBeq).

Segurança hídrica

Além das barragens, o prefeito Zé Martins também já escavou canais de 200m x 2,5m nos povoados de Marajatiua, Buritirana, Baixo Escuro, Santa Flor, São João, Muricizal e Bem Costa. Esses canais são garantia de lâmina d’água perene, possibilitando a pesca artesanal e a criação de animais mesmo durante a estiagem.

Fotos: Reprodução

por A Tribuna de Bequimão

Em Brasília, João Martins busca apoio para recuperação de barragem em Bequimão e solicita andamento dos processos para construção dos Diques da Baixada

João Martins (FDBM) e Sérgio Costa (Codevasf) reúnem-se em Brasília

Em Brasília, o presidente do Fórum da Baixada Maranhense, João Martins, reuniu-se com diretor nacional da Área de Desenvolvimento Integrado e Infraestrutura da Codevasf, Sérgio Costa, para apresentar a proposta de recuperação de uma barragem em Bequimão e solicitar o andamento dos processos de licitação, contratação e execução dos serviços relacionados ao Estudo de Impacto Ambiental (EIA-RIMA) dos Diques da Baixada. O encontro aconteceu na semana passada.    

João Martins defendeu a necessidade de recuperação da Barragem de Maria Rita (também conhecida como Barragem dos Defuntos), localizada no povoado de Buritirana, em Bequimão. A estrutura foi construída na gestão do prefeito Zé Martins, beneficiando a população bequimãoense e, também, moradores dos municípios de Alcântara, Peri-Mirim e Palmeirândia. São 6 km de barragem, que precisam passar por serviços de recuperação.

Também é prioridade do Fórum da Baixada Maranhense a construção dos chamados Diques da Baixada. “Essa obra é extrema importância, porque reduzirá, significativamente, a salinização dos campos inundáveis da região”, pontuou João Martins, que já tem um histórico de luta e atuação pela segurança hídrica nos municípios baixadeiros e do Litoral Ocidental Maranhense.

João Martins em reunião na sede da Codevasf em Brasília

João Martins foi o primeiro superintendente da Codevasf no Maranhão e responsável pela instalação da empresa no Estado. Ele teve principal linha de atuação o Programa Água Para Todos, com a construção de poços artesianos e cisternas, e a implantação de sistemas de irrigação para agricultores familiares.

por A Tribuna de Bequimão

Prefeito Zé Martins e presidente do FDBM, João Martins, acompanham obras de pavimentação asfáltica em Paricatíua

O prefeito Zé Martins, acompanhado do presidente do Fórum em Defesa da Baixada Maranhense, João Martins, e do líder comunitário e ex-vereador Jorge Filho, vistoriou as obras de pavimentação asfáltica na comunidade de Paricatíua, neste sábado (16). Eles viram de perto o processo de imprimação das ruas e avenidas, trabalho que antecede a fixação do asfalto.

Para essa obra, o Ministério do Desenvolvimento Regional destinou à Prefeitura de Bequimão recursos na ordem de R$1.689.953,78, a partir de emenda parlamentar do ex-deputado federal, Sarney Filho (PV). A expectativa da gestão municipal é que o investimento em pavimentação asfáltica potencialize o turismo na comunidade e no município de Bequimão.

“Com muita luta, conseguimos trazer esta obra para cá. Estou muito feliz de poder acompanhar o andamento dos trabalhos, fazendo todo esforço para que consigamos concluir o mais rápido possível. Queremos deixar a comunidade cada vez mais feliz”, garantiu o prefeito Zé Martins.

É a primeira vez na história de Bequimão que povoados do município receberão pavimentação asfáltica. Somente no Paricatíua, serão 2,3 km de ruas e avenidas com melhores condições de trafegabilidade. Também está em andamento a pavimentação do Barroso e a estrada que liga Bequimão à MA-106, passando por Balandro e Santa Vitória.

Fotos/Reprodução

por A Tribuna de Bequimão

Em Brasilia, prefeito Zé Martins e João Martins discutem desenvolvimento de Bequimão e da Baixada Maranhense

Foto: Divulgação

Na última semana, o prefeito de Bequimão, Zé Martins, e o presidente do Fórum em Defesa da Baixada Maranhense (FDBM), João Martins, estiveram em Brasília. Entre os diversos compromissos na capital federal, eles participaram de um encontro com o presidente da Agência Espacial Brasileira, Carlos Moura, e o diretor de Politica Espacial e Investimentos Estratégicos, Cristiano Trein.

Na ocasião, foram discutidos temas ligados ao desenvolvimento territorial, inovação, empreendedorismo e, também, sobre os projetos sociais previstos para Alcântara e municípios vizinhos, localizados na área de influência do Centro de Lançamento.

Ao fim do encontro, Zé e João Martins foram agraciados com a entrega da comenda em homenagem ao primeiro astronauta da América do Sul, Coronel Marcos Pontes, hoje Ministro de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação.

por A Tribuna de Bequimão

Pontal e Monte Alegre avançam no processo de reconhecimento como comunidades quilombolas

No último sábado (09), a Secretaria Municipal de Cultura e Promoção da Igualdade Racial e o Movimento Quilombola de Bequimão (MOQBEQ) reuniram-se com os moradores do Pontal e Monte Alegre. Os encontros trataram da emissão da certidão de autodefinição junto à Fundação Cultural Palmares (FCP), onde as comunidades são reconhecidas como remanescentes de quilombos. Em Bequimão, 11 comunidades possuem, oficialmente, esse status.

Durante o encontro, o secretário de Cultura e Igualdade Racial, Rodrigo Martins, listou os benefícios do reconhecimento para as comunidades. “Além da segurança jurídica, o reconhecimento do território também significa o acesso a programas sociais voltados para as comunidades quilombolas federais, estaduais e municipais”, explicou o secretário Rodrigo Martins.

Consideram-se remanescentes de quilombos os grupos étnicos raciais que tenham trajetória histórica própria, dotada de relações territoriais específicas, com presunção de ancestralidade negra relacionada com formas de resistência à opressão histórica sofrida.

Além do Pontal e Monte Alegre, a certificação emitida pela Fundação Palmares deve beneficiar indiretamente outras sete comunidades. No caso do Pontal, o território inclui, também, as comunidades de Ponta do Boi, Olho D’água, Ilha do Lago, Viegas, Bom Lugar, Carnaubal e Ponta D’areia.

Também participaram da reunião representantes da Associação das Comunidades Rurais Quilombolas do Maranhão (Aconeruq) e coordenadores de Igualdade Racial dos municípios de São Vicente Férrer e Cajapió. Jaracaretiua será a próxima comunidade de Bequimão a receber as instruções para dar entrada no processo de certificação junto à Fundação Cultural Palmares.

Fotos: Reprodução

por A Tribuna de Bequimão

Sumaúma vence os Jogos Escolares de Bequimão 2019

Jogando na tarde deste domingo (10), no Estádio Vivaldão, a equipe da Unidade Integrada Sumaúma sagrou-se campeã dos Jogos Escolares de Bequimão 2019. Com um placar final de 6 a 0, o time venceu a Escola Municipal Manoel Fernandes Pinheiro de Mojó, que ficou com o vice-campeonato.

Além do título, a escola do povoado Sumaúma teve também o artilheiro da competição. Richarlison marcou seis gols. A escola também teve o melhor goleiro dos jogos.

Os jogos foram realizados pelo vereador Professor Zeca e pela Prefeitura Municipal de Bequimão, por meio das secretarias de Esporte e Juventude, com apoio da Secretaria de Transporte e da Juventude Unida para a Vida na Amazônia (JUVA).

Também participaram dos jogos equipes das escolas do Barroso e Jacioca.

por A Tribuna de Bequimão

Representantes de Bequimão participam da VI Conferência Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional

Com o objetivo de apresentar as demandas da população de Bequimão para políticas de segurança alimentar, representantes da gestão municipal e da sociedade civil do município de Bequimão participaram da VI Conferência Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (SAN), que aconteceu de 6 a 8 de novembro, em São Luís. O tema central da conferência foi o “Brasil e o Mapa da Fome: Estratégia para superação da insegurança Alimentar e Nutricional”.

Os delegados eleitos em Bequimão defenderam as propostas elaboradas na II Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, que foi realizada pela Prefeitura de Bequimão. Para representar o poder público, foram eleitos os nutricionistas Eduardo Almeida (Secretaria da Educação) e Karoline Mourany (Secretaria de Assistência Social) e as delegadas na Cristina Macedo (Comunidade Quilombola Marajá) e Maria José dos Santos (Agricultura Família) representaram a sociedade civil.

Também participaram do evento o secretário municipal de Assistência Social, Josmael Castro Júnior, e o vice-prefeito Sidney Costa Nogueira (Magal), que compôs a mesa solene.
“É um evento muito importante, que busca combater a insegurança alimentar em municípios carentes. Após uma conferência desta grandeza, novos planos e estratégias serão traçados para melhorar ainda mais o que já estamos fazendo em Bequimão. Temos o apoio irrestrito do prefeito Zé Martins e isso nos dá ainda mais confiança de que conseguiremos manter um bom trabalho”, garantiu Josmael Castro.

A VI Conferência Estadual de Segurança Alimentar reuniu ideias das várias representatividades quilombolas, indígenas, agricultores familiares e demais comunidades que são a “espinha dorsal” da luta e resistência contra a insegurança alimentar no Maranhão.

Ao final da conferência, foram eleitos os novos delegados, para a etapa nacional, e deliberadas as propostas que serão levadas para a Conferência de Segurança Alimentar Nacional Popular, que tem como objetivo reafirmar o direito humano à alimentação adequada e saudável e a soberania alimentar.

por A Tribuna de Bequimão

Documentário sobre a Semana do Bebê Quilombola é premiado em Brasília

Foto: Reprodução/ CONFIES

O documentário que retrata a Semana do Bebê Quilombola, produzido pela Fundação Josué Montello, venceu o II Prêmio TV Confies, na categoria Júri Popular. O anúncio foi feito na última sexta-feira (8), no II Congresso Nacional das Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior e Desenvolvimento Tecnológico, em Brasília. O prêmio foi recebido pela superintendente da Fundação Josué Montello, Maria Ocirema Gomes de Oliveira.

Pioneira no Brasil, a Semana do Bebê Quilombola foi instituída em Bequimão pelo prefeito Zé Martins, por meio da Lei n° 08 de 2013. Desde então, a mobilização social tem contribuído com a proteção e o desenvolvimento da primeiríssima infância nas comunidades remanescentes de quilombos do município, que tem quase 70% da sua população composta por negros.

A obra produzida pelo jornalista João Torres sagrou-se campeã com cerca de 80 votos à frente da segunda colocada. Ao comemorar o prêmio, o assessor de comunicação da Fundação Josué Montello falou sobre os desafios da inovação em processos que não envolvem sistemas informatizados ou o uso intenso de ferramentas de informática. “Apostamos em mostrar uma tecnologia social inovadora, que tem o foco nos costumes da população atendida e com forte integração dos parceiros envolvidos. Estamos extremamente felizes, principalmente, pelas inúmeras mensagens positivas de reconhecimento ao projeto. Esse era o objetivo”, declarou Torres.

Com o tema “Inovação na Gestão: o caso das Fundações de Apoio”, o concurso teve dez trabalhos inscritos. A Fundação Josué Montello apostou no processo de inovação aplicado a projetos sociais, destacando os resultados obtidos com a Semana do Bebê Quilombola.

Em texto publicado no site da Fundação Josué Montello, a Semana do Bebê Quilombola é apresentada como “um novo formato na gestão de projetos sociais voltados ao tema. Uma gestão participativa, que integra gestores públicos, lideranças políticas e comunitárias, líderes religiosos, comunidades quilombolas, entidades da sociedade civil e sociedade, para que possam refletir sobre o tema e agir, respeitando, preservando e valorizando a identidade cultural das crianças quilombolas e suas famílias, fortalecendo, assim, seus espaços de vivência e ancestralidade”.

A Semana do Bebê Quilombola é executado em parceria com o Unicef, Fundação Josué Montello e Secretaria Estadual de Igualdade Racial. No município, é articulado o trabalho de todas as secretarias da Prefeitura Municipal de Bequimão, tendo à frente as secretarias de Cultura e Promoção da Igualdade Racial e Assistência Social.

por A Tribuna de Bequimão

Prefeitura de Bequimão lança nova campanha de vacinação contra o sarampo

Foto: Divulgação / Prefeitura de Bequimão

Nesta sexta-feira (8), a Prefeitura de Bequimão, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), disponibilizará doses da vacina contra o Sarampo, no Centro de Saúde Santo Antônio. O atendimento ocorrerá de 8h às 17h.

Quando o sarampo acomete crianças, são grandes as chances de o paciente desenvolver pneumonia, encefalite aguda e otite média aguda, podendo gerar perda auditiva permanente.

Num quadro mais crítico, a enfermidade pode levar o paciente à morte, já que se trata de uma doença infecciosa grave. Por isso, é importante a vacinação. Proteja seu filho! Vamos fazer todo esforço para manter essa doença longe de Bequimão

por A Tribuna de Bequimão