Prefeitura de Bequimão paga salários do mês de novembro nesta terça-feira (06)

bequiciteA prefeitura autorizou nesta segunda feira (05) o pagamento dos servidores da Prefeitura Municipal de Bequimão, referente ao mês de novembro. Nesta terça feira, dia (06) os vencimentos já estarão em suas respectivas contas.

Mesmo com a crise econômica instalada no país, a prefeitura de Bequimão se preocupa com o desenvolvimento do município, em que com o pagamento dos servidores, a economia local ganha novos ares, e o comércio aumenta seu faturamento. CONFIRA A NOTA NA ÍNTEGRA ABAIXO.

nota-ze

Projeto Diques da Baixada: agora vai!

zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz-cajari-768x568

No dia 25 de novembro, o senador Roberto Rocha fez a apresentação do Anteprojeto de Engenharia do Sistema de Diques da Baixada aos membros do Fórum em Defesa da Baixada Maranhense. No dia anterior, em Brasília, o parlamentar havia recebido o anteprojeto das mãos da diretoria da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

Estão previstos recursos de R$ 21 milhões, em 2017, destinados para estudos e projetos (estudo ambiental, cartografia, projeto nível básico e projeto nível detalhado); e outros R$ 90 milhões, a partir de 2018, para a execução da obra propriamente dita. Os recursos estão garantidos pela Codevasf e por emendas da bancada federal maranhense.

De acordo com o anteprojeto da Codevasf, os objetivos propostos são: proteção das áreas mais baixas contra a entrada de água salgada pelos talvergues naturais (igarapés); contenção e armazenamento da água doce nos campos naturais, retardando o escoamento para o mar, sem alterar as cotas máximas naturais de inundação; aumento da disponibilidade hídrica para usos múltiplos (abastecimento humano, dessendatação animal, pesca artesanal, agricultura familiar irrigada, piscicultura etc); aumento da oferta de alimentos na região e redução da pobreza rural, evitando o êxodo para São Luís.

De sua vez, o anteprojeto elenca como benefícios esperados: sistema de defesa contra a intrusão salina; retenção da água originária da estação chuvosa; oferta de água no período crítico da estiagem anual; desenvolvimento de novos arranjos produtivos nas áreas de pecuária, agricultura familiar irrigada, pequenas criações e piscicultura; promoção da cidadania e inclusão social e preservação do meio ambiente da Baixada Maranhense.

O Anteprojeto de Engenharia do Sistema de Diques da Baixada prevê a construção de uma barreira de barro (utilizando barro do campo) com extensão de 71km, margeando a baía de São Marcos. Com a retirada do barro será aberto um canal com largura média de 30m e 1,50m de profundidade, que possibilitará o tráfego de pequenas embarcações entre Viana e Bacurituba durante todo o ano. Os diques terão 19m de largura, sendo 13m de pista de rolamento e uma altura média de 5m.

Ao longo dos diques serão construídos 23 vertedouros que permitirão o controle da lâmina de água, bem como a velocidade de escoamento das águas dos campos. É de suma importância esclarecer que os diques não acarretarão a perenização das águas dos campos, ou seja, o ciclo natural da Baixada será mantido, haverá época de cheia e época de seca. Apenas a época de cheia se prolongará por mais tempo. Também não haverá alagamentos, pois a água continuará atingindo os mesmos locais.

Do Blog Flavio Braga

Bequimão encerra a 4ª Semana do Bebê Quilombola com festa de Tambor de Crioula

O prefeito Zé Martins entrega a faixa de Prefeito Bebê Quilombola para Alice Sofia Rodrigues (Ariquipá)

Zé Martins entrega a faixa para Prefeita Bebê Quilombola para Alice Sofia Rodrigues (Ariquipá)

O município de Bequimão, no Litoral Ocidental Maranhense, encerrou nesta quarta feira (30) a 4ª Semana do Bebê Quilombola, promovida pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria da Cultura e Promoção da Igualdade Racial. O evento, que começou no último dia 25, contou com palestras, recreação e oficinas educativas, tendo como tema central “O direito à sobrevivência e o desenvolvimento da criança quilombola”.

wp_20161130_09_55_10_prowp_20161130_09_55_21_pro

A professora Claudete Ribeiro (Fundação Josué Montelo) comentou sobre a importância do evento. “A Semana do Bebê Quilombola é muito mais que um evento, é uma estratégia comandada pelo prefeito Zé Martins, no sentido de mostrar para os pais das comunidades Quilombolas que a esperança são as crianças. Temos que abraçá-las, amá-las e estimular para que elas cresçam e se tornem cidadãs de bem”, destacou.

wp_20161130_09_57_22_pro wp_20161130_09_57_27_pro

Para a moradora da comunidade Quilombola de Juraraitá, Euzébia Braga, o evento teve impacto inclusive na economia das comunidades. “Antes, não tínhamos onde vender nossos produtos, vendíamos de porta em porta ou de comércio em comercio, e muita das vezes a gente trocava com outras mercadorias. Hoje não; temos onde vender e o que sobra a secretaria de agricultura do município compra para nos ajudar”, contou.

wp_20161130_10_04_38_pro wp_20161130_10_09_38_pro

Na Semana do Bebê Quilombola, há também espaço para a valorização das tradições quilombolas, como as brincadeiras de cavalo de pau, a tecelagem de redes, a boneca de pano, os carrinhos feitos de lata de sardinha e garrafas de água sanitária, o peão feito do coco babaçu, o tripé feito do casco de coco manso, assim como o berço feito do cofo artesanal, onde as crianças eram colocadas após nascer.

wp_20161130_09_47_06_probb1

Para a secretária de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, Dinha Pinheiro, a 4ª Semana do Bebê Quilombola mostra os avanços alcançados desde 2013 em Bequimão. “Trabalhamos com a Educação, Assistência, Saúde, Esporte e a Agricultura. A tendência é melhorar ainda mais a Semana do Bebê Quilombola, que já é uma referência no Brasil. A partir de agora, as gestantes vão fazer parte da Semana do Bebê como prioridade na gestão do prefeito Zé Martins”, ressaltou.

bb2 bb3

Os resultados da iniciativa atraíram a atenção do professor Arlindo Cavalcante, da Universidade Federal da Paraíba. “Eu tomei conhecimento dessa experiência e a partir de um convite da professora Claudete Ribeiro pude vir e ver de perto a grandeza desse trabalho”, reconheceu.

bbp bbp1

Para o prefeito Zé Martins, o trabalho está apenas começando. “O UNICEF tem 13 indicadores e, desses 13, nós já atingimos 11. Mas eu posso destacar nessas comunidades quilombolas as melhorias na saúde, educação e infraestrutura, que foram nosso foco principal nesta gestão. Mas nossa luta é para alcançarmos os 13 indicadores, para que possamos ganhar o selo do UNICEF, até porque é um parceiro nosso juntamente com a Fundação Josué Montelo e o Governo do Estado, além do Sebrae. Se já vencemos 11 deles, isso mostra que estamos no caminho certo”, destacou o prefeito de Bequimão.

wp_20161130_10_09_38_pro wp_20161130_10_10_41_pro

A 4ª Semana do Bebê Quilombola foi encerrada ao som de Tambor de Crioula, Forró de Caixa e uma passeata pelas principais ruas da cidade. Estiveram presentes secretários municipais; lideranças quilombolas, além de alunos e professores, representantes da Secretaria de Igualdade Racial do Estado, da Fundação Josué Montelo e de outras entidades.

wp_20161130_10_16_34_pro wp_20161130_10_52_58_pro

O prefeito Bebê Quilombola de 2015, Renê Cantanhede, da comunidade Santa Rita, passou a chave da cidade e a faixa para a nova prefeita Quilombola, Alice Sofia Rodrigues, do povoado Ariquipá. Durante a Cerimônia, o Prefeito Zé Martins (PMDB), conduziu a posse.

wp_20161130_10_14_35_pro wp_20161130_10_17_21_pro

VEJA TUDO AQUI

 

por A Tribuna de Bequimão

Mais uma Comunidade rural de Bequimão recebe qualificação na produção de farinha pelo Sebrae-Ma

qd3

Encerrou nesta quarta-feira (30), o Curso de Melhoramento da Produção de Farinha de Mandioca, promovido pelo Sebrae/Ma, por meio da Unidade Regional de Pinheiro, em parceria com a Prefeitura Municipal de Bequimão. Foram capacitados 18 (dezoito) pequenos produtores de farinha da comunidade Quilombola do Ramal do Quindíua em Bequimão.

qd2qd6

O município tem a mandiocultura como uma das principais bases da economia local. Bequimão possui uma alta concentração de casas de farinha. São mais de 40 unidades espalhadas por toda região. Por esse motivo, o Sebrae em parceria com a prefeitura de Bequimão está promovendo a capacitação dos pequenos produtores, com cursos e palestras orientadas para o segmento.

qd8 qd19

O intuito é estimular a competitividade do negócio, através de cursos que serão repassadas orientações de como comercializar o produto e criar estratégias para conquistar novos mercados. Diante da qualificação, os produtores ganham mais estímulo para produzir, já que a venda aumenta pela qualidade do produto, e boa aceitação do mercado.

QUALIFICAÇÃO E RESULTADOS

A primeira Comunidade Quilombola em receber a qualificação na produção e manejo da farinha de mandioca em Bequimão, foi Juraraitá, que hoje tem demanda de pedidos do produto colocada na agenda. A farinha “Pingo de Ouro” de Juraraitá está entre as mais vendidas em Bequimão, sendo mostrada em feiras da baixada. Após o sucesso da Pingo de Ouro, a Comunidade de Ramal de Quindíua foi a segunda comunidade a ser beneficiada com a qualificação do Sebrae, em parceria com a prefeitura de Bequimão.

Roberto Rocha apresenta anteprojeto “Diques da Baixada” para Fórum em Defesa da Baixada Maranhense

Roberto Rocha explica como se dará o projeto dos diques

Roberto Rocha explica como se dará o projeto dos diques

O senador licenciado Roberto Rocha (PSB) apresentou na última sexta-feira, 25, a membros do Fórum de Defesa da Baixada Maranhense, o anteprojeto de construção dos “Diques da Baixada”, para o qual serão investidos R$ 21 milhões em 2017, destinados ao projeto executivo, e outros R$ 90 milhões, a partir de 2018, para a execução da obra.

O anteprojeto foi entregue a Roberto Rocha pela diretoria da Codevasf, em reunião ocorrida em Brasília, dias antes da reunião com o Fórum, em São Luís.

Os recursos foram garantidos via Codevasf, sendo parte dele originado de emendas da bancada federal maranhense, no valor de 60 milhões, mas, com o empenho direto de Roberto Rocha, que chegou a interceder junto ao relator da comissão responsável pelo projeto, Senador Waldemir Moka, solicitando, atenção especial como esperança de transformação socioeconômica e oportunidade de beneficiar, diretamente, mais de 1 milhão de pessoas com água própria para o consumo, além de ampliar a fronteira agrícola e pecuária do estado.

“Será a redenção da baixada maranhense”, afirma o senador, ao se referir ao projeto “Diques da Baixada”, que prevê a elaboração, licenciamento e implantação de uma obra, cujo objetivo é o controle das áreas de inundação, solucionando o problema de salinização dos campos, provocado pela água do mar, que invade os rios e torna as áreas improdutivas, além de reduzir o volume de água para o consumo.

Trata-se de uma demanda antiga da população do nordeste do Maranhão, que possui uma realidade contraditória, agraciada com água em abundância, mas sem poder usufruir pela falta de tecnologias para o tratamento.

 

Do Blog do Marco D’Eça

4ª Semana do Bebê Quilombola consolida trabalho voltado às crianças de Bequimão

bebe1

A IV Semana do Bebê Quilombola, realizada pela Prefeitura Municipal de Bequimão, por meio da Secretária Municipal de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, foi aberta nesta sexta feira (25), com participação de moradores das comunidades quilombolas e estudantes das escolas públicas e particulares do município. O evento, que já faz parte do calendário de Bequimão desde 2013, tem apoio do Unicef e da Fundação Josué Montello.

bebe8bebe2

Para a secretária de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, Dinha Pinheiro, a Semana do Bebê Quilombola é uma marca da gestão do prefeito Zé Martins. “Os indicadores melhoraram muito durante esses quatro anos e pretendemos avançar muito mais, criando fatores que precisam ser implantados em algumas comunidades, para, com isso, melhorar a primeira infância, a saúde e a educação. Sabemos que já fizemos muita coisa, mas precisamos avançar muito mais”, destacou a secretária.

bebe1bebe5

O secretário municipal de Educação, Aristides França, destacou a importância da parceria entre as duas pastas na administração de Zé Martins. “O mais importante é o resgate da palavra cuidar, que é uma ação da família, já que a escola tem como função social o ensinar; e a família cuida e educa. A Semana do Bebê Quilombola vem realmente ratificar isso na consciência e na prática, cuidando das crianças, dos jovens e adolescentes, com a escola ampliando aquilo que já vem da família”, afirmou o secretário, que também é professor.

bebe6 bebe12

Para o líder da comunidade quilombola de Ariquipá, Carlos Alberto, a mudança foi muito grande desde a implantação da Semana do bebê Quilombola. “Um exemplo da melhora foi a diminuição da mortalidade infantil, em que as mães bequimãoenses começaram a se conscientizar da importância do pré-natal, como cuidar das crianças após nascimento, assim como instruir a criança sobre a educação familiar. As comunidades quilombolas de Bequimão passaram a ter uma atenção especial”, reconheceu.

bebe10 bebe11

O secretário municipal de Administração, Zé Orlando Ferreira, que representou o prefeito Zé Martins no ato, falou da importância da 4ª Semana do Bebê Quilombola no Município. “As comunidades Quilombolas hoje têm equipes direcionadas só para trabalhar junto com essas crianças. O que Zé Martins mais fez nessa sua gestão foi valorizar as comunidades quilombolas no município, que antes eram esquecidas. Nós ficamos orgulhosos desse trabalho desenvolvido, que mostra resultados positivos. Isso nos deixa feliz com esse trabalho único realizado no Maranhão”, destacou.

bebe14bebe15

Na avaliação da representante da Fundação Josué Montello, Gisele Padilha, o evento mostra seus resultados ao se observar a evolução dos indicadores sociais. “A Fundação Josué Montello acredita que a parceria está dando certo, já que estamos na 4ª edição. Em nível de Brasil, Bequimão é o único município que tem a Semana do Bebê Quilombola. Existe a Semana do Bebê, mas a Semana do Bebê Quilombola é específica e só existe em Bequimão, tanto é que existe uma lei, que é a 09/2013, que institui a Semana do Bebê Quilombola em Bequimão”, frisou.

SEMANA DO BEBÊ QUILOMBOLA É LEI
A Semana do Bebê Quilombola em Bequimão foi criada pelo prefeito Zé Martins (PMDB), por meio da Lei Nº 09/2013, que tem como estratégia a mobilização social com vistas a contribuir com a proteção, cuidados e o desenvolvimento de crianças de 0 a 6 anos, a chamada primeira infância nas comunidades remanescentes de Quilombo do município.

bebe3bebe2

Todo ano, a primeira criança que nasce em uma comunidade quilombola durante a semana do evento é eleita como bebê prefeito. Leidiane Cantanhede, que é mãe do bebê prefeito do ano passado, comentou essa experiência. “A Semana representa algo muito importante no Município. Só o fato da secretaria dar atenção para as crianças já mostra o grande empenho do prefeito. Muitas mães não têm condições e a prefeitura ajuda, isso mostra o compromisso com as comunidades quilombolas”, disse.

Estiveram presentes na abertura da 4ª Semana do Bebê Quilombola, secretários municipais, lideranças de comunidades Quilombolas, estudantes e educadores do município de Bequimão, além da sociedade civil.

CLIQUE AQUI E VEJA TODA PROGRAMAÇÃO DA 4ª SEMANA

 

Produtores de Farinha da Comunidade Quilombola de Ramal de Quindiua vão receber capacitação do Sebrae-Ma

farinha

Os produtores de farinha de mandioca da comunidade Quilombola de Ramal do Quindíua em Bequimão receberão capacitação para “Melhoramento da Produção, na fabricação de Farinha de Mandioca”, com a implantação de boas práticas na produção de um dos alimentos mais consumidos no município.

O curso é fruto de uma parceria entre o Sebrae/Ma, através da Unidade Regional de Pinheiro, e Prefeitura Municipal de Bequimão. A intenção é capacitar agricultores familiares que lidam diretamente com o produto nas comunidades rurais quilombolas do município, gerando renda familiar para os pequenos produtores.

A capacitação terá início na próxima segunda-feira (28) e seguirá até quarta-feira (30), com uma carga horária de 24 horas. O curso será totalmente grátis, com direito a certificado. Os produtores serão orientados para melhor aproveitar os subprodutos da mandioca, que consequentemente terão mais formação técnica e, com isso, conseguirão agregar mais valor ao produto e aumentar a produção.

RESULTADO POSITIVO

A comunidade Quilombola de Juraraitá teve seus produtores de farinha capacitados pelo Sebrae, e hoje se tornou uma referência na região, agregando qualidade ao produto. A farinha recebeu o Selo batizado de Pingo de Ouro, e é campeã de venda nas feiras e comércios bequimãoenses.

Sebrae-Ma vai realizar o Projeto Inova Moda em Bequimão com Cursos e Oficinas

det

O Sebrae/Ma, através da Unidade Regional de Pinheiro, convida os empresários e empreendedores do segmento de corte e costura para participar do Projeto Inova Moda, que será realizado em dezembro em Bequimão. O projeto é fruto de uma parceria entre o Sebrae, Senai e Prefeitura Municipal de Bequimão.

OBJETIVO DO PROJETO

  • Aumentar a competitividade das micro e pequenas empresas de confecção e moda da cidade de Bequimão, por meio de palestras, oficinas, laboratórios e material didático. Serão abordadas ainda, tendências de comportamento, consumo, moda, mercado, entre outros temas que vão nortear o desenvolvimento de produtos diferenciados de alto valor agregado.

PÚBLICO ALVO

  • Empresários e empreendedores do segmento de corte e costura de Bequimão.

PERÍODO DO PROJETO E LOCAL

Será de 05 a 09 de dezembro no prédio do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social). A abertura será no dia 05 (2ª feira) às 19hs com palestra de lançamento do projeto Inova Moda, e de 06 a 09/12 (3ª a 6ª) terá oficina das 8h às 18hs. O investimento será de R$ 30,00 com direito a certificado.

PROGRAMAÇÃO

Apresentação de Palestra de Lançamento da Publicação 05/12/2016 19:00hs
Curso Laboratório de Criativação 06/12/2016 8:00 às 18:00hs
Oficina de Desenvolvimento de Produto 07/12/2016 8:00 às 18:00hs
Oficina Olhar da Forma (modelagem) 08/12/2016 8:00 às 18:00hs
Oficina Ensaio de Elaboração de fichas técnicas de produto para o planejamento da produção 09/12/2016 8:00 às 18:00h

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES

  • Unidade Regional do SEBRAE-Pinheiro-MA, Fone (98) 3381 2711
  • Prefeitura Municipal de Bequimão, Fone (98) 98141 8394

REALIZAÇÃO: Sebrae (Especialista em pequenos negócios)

PARCERIA: Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) e Prefeitura Municipal de Bequimão.

Festa beneficente realizada pelo grupo Damas de Vermelho arrecada alimentos em Bequimão

bl9

O primeiro Baile de Ação Social, realizado pelo grupo Damas de Vermelho, em Bequimão, arrecadou alimentos que serão doados no Natal a famílias carentes do município. A festa aconteceu na sexta-feira (18), em frente à Unidade Escolar Estado de Minas Gerais, na Avenida Bandeirantes, no Centro.

bl1bl2

O evento contou com o apoio da população bequimãoense, que aderiu à iniciativa, superando as expectativas nas doações. O baile foi animado pela banda Top do Arrocha, com participação especial do Grupo Reggae Raiz.

bl3 bl4

O prefeito Zé Martins, o ex-prefeito Juca Martins, o vice-prefeito eleito Magal e secretários municipais prestigiaram o evento. A primeira-dama, Vânia Martins, que é uma das coordenadoras do grupo Damas de Vermelho, comemorou o sucesso do baile. “Estamos focadas em atingir nosso objetivo, que é arrecadar alimentos para distribuirmos às famílias carentes de Bequimão”, disse.

bl5 bl6

As cestas básicas serão distribuídas no período natalino. Quem quiser contribuir com a ação social, pode procurar as seguintes integrantes do grupo Damas de Vermelho: Luana (98220-1571), Luzia (98186-0327) e Janny (98142-8033).

COMO SURGIU O GRUPO?

O grupo Damas de Vermelho surgiu durante a campanha eleitoral de 2016, quando as mulheres do município decidiram manifestar apoio à reeleição do prefeito Zé Martins. Os movimentos organizados durante a campanha conseguiram reunir uma grande quantidade do público feminino de Bequimão. Elas queriam demonstrar que as mulheres também precisam ocupar uma posição de protagonismo na política.

bl7 bl9

Depois da eleição, as Damas de Vermelho continuaram articuladas e resolveram capitanear ações sociais no município. Em outubro, distribuíram brinquedos no Dia das Crianças e, agora, estão organizando a distribuição de alimentos no Natal. Além dessas ações, o grupo planeja oferecer cursos, palestras e atividades recreativas que promovam mais oportunidades para as mulheres e suas famílias.

por A Tribuna de Bequimão