A água na Baixada Maranhense

Expedito Moraes*

Dia da água. Chove bastante nas cabeceiras de alguns rios maranhenses. O Maranhão possui, segundo o Núcleo Geoambiental da UEMA,12 bacias hidrográficas, Gurupi, Tocantins, Parnaíba, Turiaçu, Maracaçumé, Litoral Ocidenta (incluindo Pericumã e outros da região),  Mearim (a maior de todas), Itapecuru, Munim, Preguiças, Periá e a menor de todas, da ilha de São Luís;  que drenam todo o território maranhense, embora, uns mais outros menos. Entretanto, a Região da Baixada drenada pelos rios Pindaré (afluente do Mearim), Pericumã, Aurá, Turiaçu e outros é a que mais sofre a influência dos invernos e verões. Entenda que chamamos de inverno o período chuvoso e verão o contrário.

Na BAIXADA durante quatro meses do ano, como agora, não se constrói nada porque tem água de mais; depois tem quatro meses para se fazer muita coisa, inclusive recuperar o que a água levou ou estragou; em seguida mais quatro meses que não se produz nada porque não tem água nem pra beber.

O Rio Maracú é um pequeno afluente entre o Rio Pindaré e o Lago de Viana e este tem conexão com outro lagos como Itans, Aquirí, Formoso, Penalva, etc. essa é a Região dos Lagos. Neste período não há como distinguir uma coisa da outra, é um imenso pantanal, somente os tesos não submergem.

De agosto a dezembro estará tudo diferente, muita poeira, pasto seco, animais morrendo de sede e fome, os humanos sem comida e sem água potável é a miséria onde podia ser um celeiro de produção de alimentos.

Nos últimos anos outra ameaça: a invasão das águas salgadas da Baia de São Marcos nos campos da Baixada, que além da salinização dos campos está mudando a paisagem e costumes dos baixadeiros.

Um grande Projeto chamado DIQUES DA BAIXADA, um sonho antigo, encontra-se a cargo da CODEVASF, existe a possibilidade de transforma-se em realidade nestes próximos anos. Por outro lado o Governo do Estado mobiliza esforços para implantar o projeto DIQUES DE PRODUÇÃO em vários trechos dos 31 municípios da região que servirá para o transporte, contenção de água de chuva e produção de alimentos.

O objetivo de um e de outro é a manutenção de água doce nos campos baixos e conter a entrada de água salgada na região.

Um terceiro projeto seria a construção da BARRAGEM NO RIO MARACU, em CAJARÍ, com objetivo de perenizar os lagos dessa região. Caso contrário continuará assim como no verão de 2016, onde pescadores encontraram filhote de tubarão nas rasas águas do Lago de Viana.

Os governos municipais, estadual e federal devem tomar a iniciativa de intervir planejadamente neste território. Isto permitirá tirar esta Região com mais de 750 mil habitantes do estado de pobreza, onde tudo está por fazer e o IDH é um dos mais baixos país do país.

*Membro do Fórum em Defesa da Baixada Maranhense

 

Fonte: Vianensidades

por A Tribuna de Bequimão

Prefeito Zé Martins apresenta novo secretário de Assistência Social de Bequimão

Novo secretário de Assistência Social, Josmael Castro ao lado do prefeito Zé Martins (PMDB)

O prefeito Zé Martins (PMDB) deu posse, na tarde desta terça-feira (21), ao novo secretário de Assistência Social do município, Josmael Gomes de Castro Júnior. Ele assume uma das pastas com resultados mais expressivos na primeira gestão de Martins, até então conduzida pela assistente social Maria Neide Rodrigues.

Josmael Gomes, mais conhecido no município como Bael, tem 38 anos, foi fundador do PT em Bequimão e é o atual vice-presidente do partido. Atuou como assessor parlamentar do deputado Zé Inácio e foi secretário municipal de Transporte no biênio 2001/2002.

O novo secretário tem a tarefa de avançar ainda mais nas políticas sociais. “Vamos, inicialmente, fazer um levantamento de todas as ações que vêm sendo desenvolvidas pela Secretaria e, logo após, realizaremos um planejamento estratégico junto com o corpo técnico da pasta, para os próximos 4 anos, com ênfase nas políticas voltadas aos grupos vulneráveis e em situação de risco”, destacou Josmael.

O vice-prefeito, Sidney Magal (PT), considera que esse momento uma demonstração da união que foi estabelecida para alcançar grandes conquistas ao povo bequimãoense. “O companheiro Josmael tem muito a contribuir no fortalecimento das políticas de assistência social, que nós do Partido dos Trabalhadores temos uma grande identidade. Foi através dos governos Lula e Dilma, dos programas Fome Zero, Brasil Sem Miséria e tantos outros que conseguimos tirar mais de 12 milhões de brasileiros da linha da extrema pobreza. Tenho certeza de que o companheiro Josmael, junto com a equipe da Secretaria, estará empenhado em promover e ampliar as políticas sociais em Bequimão”, enfatizou Magal.

Trabalho em parceria

O prefeito Zé Martins também convidou o novo secretário de Saúde, Sidney Bouéres, para a reunião. A proposta é incentivar, cada vez mais, o trabalho conjunto e integrado entre os órgãos municipais. “Espero que possamos ter uma relação institucional forte, dando mais peso às ações integradas que já existem entre as duas secretarias. Reafirmo a nossa disposição para que continuemos fazendo um bom trabalho”, garantiu o titular da pasta da Saúde.

Zé Martins ressaltou, ainda, a valiosa contribuição da ex-secretária de Assistência Social, Neide Rodrigues, principal responsável pelos avanços alcançados na área social em seu primeiro mandato. Ela deixa a Secretaria com 3.447 famílias cadastradas no Bolsa Família, o que representa 61% da população do município. Anualmente, a população de Bequimão recebe mais de R$ 8,5 milhões do programa. Além disso, ficam cadastrados 416 beneficiários do Benefício Prestação Continuada (BPC), entre idosos e pessoas com deficiência, que recebem um salário mínimo por mês.

Entre 2013 e 2016, o CRAS atendeu 2.355 famílias e o CREAS fez 707 atendimentos e orientações, entrevistas psicossociais, visitas domiciliares e encaminhamentos para outras políticas públicas. Pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), são acompanhados 340 crianças e adolescentes. Também foram realizadas duas Conferências da Assistência Social e duas Conferências da Criança e do Adolescente, além da eleição para o Conselho Tutelar, diversas oficinas, cursos do Pronatec, capacitação dos servidores da Secretaria, cadastramento do Água Para Todos e implantação do Programa Criança Feliz.

“Os resultados que conseguimos alcançar são fruto de muito empenho e dedicação da equipe da Assistência Social, que faz constantemente busca ativa das pessoas a quem esses benefícios são destinados. Tenho certeza de que vamos continuar fazendo um bom trabalho, partindo do que foi construído até aqui”, assegurou o prefeito.

Estiveram presentes no ato de posse, secretários municipais e integrantes da gestão do prefeito Zé Martins.

Prefeito Zé Martins identifica intervenções necessárias para acesso à nova ponte do Balandro

O prefeito de Bequimão Zé Martins (PMDB) e a equipe de engenharia da Prefeitura Municipal fizeram uma visita técnica à obra da Ponte do Balandro, na orla marítima da cidade. A proposta era identificar como pode ser aperfeiçoado o acesso, já que os recursos do BNDES contemplam somente a construção da ponte.

De acordo com os engenheiros, será preciso fazer uma amplitude do nivelamento da barragem e um aterro nas proximidades do manguezal. A construção da ponte ficou a cargo do Governo do Estado, com financiamento do BNDES, no valor de R$ 2.369.531,81. Como contrapartida, a Prefeitura de Bequimão construirá as cabeças da ponte, que darão acesso ao Centro e ao bairro do Balandro.

 

“Esse acabamento se juntará ao que estamos chamando de primeira etapa de urbanização do Cais. É um antigo sonho dos bequimãoenses que, a cada dia, fica mais próximo de se realizar”, destacou o prefeito Zé Martins.

A ponte terá 62 metros de comprimento, 12m de largura, com duas faixas e passarelas. Quando entregue à população de Bequimão, a obra terá um impacto direto em 19 localidades do município.

Guia orienta prefeitos sobre ações de fomento ao empreendedorismo

Os prefeitos empossados no primeiro dia deste ano já ultrapassaram os primeiros 60 dias de seus mandatos, período em que é esperada a finalização do planejamento de ações para a gestão dos municípios.

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) no Maranhão, usou suas redes sociais para lembrar o marco cronológico e para reforçar a divulgação do Guia do Prefeito Empreendedor, publicação que a instituição distribuiu a todas as cidades do estado com o intuito de contribuir com os gestores municipais no que diz respeito ao fomento ao empreendedorismo nas cidades, que pode funcionar como principal ferramenta para o desenvolvimento local e o crescimento econômico das diversas regiões maranhenses.

A publicação contém 10 passos e 100 ações fundamentais que ajudarão na implementação de um ambiente favorável ao desenvolvimento dos pequenos negócios, objetivando a prosperidade do município. O Guia Sebrae Parceiro dos Prefeitos também apresenta diversas soluções do Sebrae que podem orientar as gestões municipais a alcançar estes objetivos.


O guia está disponível para download em bit.ly/município-empreendedor.

 

Fonte: Sebrae

Emenda parlamentar para projetos de apoio às MPEs

O diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, esteve com o deputado estadual Adriano Sarney na tarde de ontem, em reunião que trouxe boas notícias aos pequenos negócios do estado: a destinação de uma emenda parlamentar no valor de R$ 100 mil à instituição, com o objetivo de apoiar o desenvolvimento de projetos e ações de apoio às micro e pequenas empresas e de fomento ao empreendedorismo no Maranhão.

A emenda 22/2016, de autoria do próprio deputado, será feita a título de transferência para instituição sem fins lucrativos. O fato é inédito no estado e o documento foi entregue pelo parlamentar ao diretor do Sebrae em visita à sede da instituição, no Jaracaty.

 

Fonte: Sebrae

por A Tribuna de Bequimão

Cultivo de sururu avança em Bequimão como módulo experimental

O módulo experimental de cultivo de sururu implantado pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) em Bequimão, vem apresentado resultados promissores e já mostra ser um bom exemplo a ser aplicado em outros municípios do estado.O projeto vem sendo acompanhado pela equipe da Sagrima e pesquisadores da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA).

De acordo com a coordenadora de Apoio à Aquicultura da Sagrima, Isabela Neiva Moreira, o projeto tem tudo para ser um sucesso. “O marisco está se adaptando com rapidez às estruturas de cultivo adquiridas pela secretaria e promete ser um sucesso! A equipe está elaborando mais projetos experimentais pra serem implantados no Litoral Ocidental”, explica.
O primeiro povoamento foi feito em novembro, na comunidade praiana de Paricatiua. Mais de 30 habitantes do povoado já foram capacitados no manejo e cultivo de moluscos e agora tem na atividade mais uma fonte de renda. Para o presidente do Sindicato dos Pescadores Profissionais Artesanais, Aquicultores, Marisqueiros e Trabalhadores na Pesca do município de Bequimão-MA, Odoriel Barata, o suporte da Sagrima e dos parceiros do projeto está sendo fundamental. “O trabalho está indo muito bem, a comunidade está se dedicando e se interessando muito, porque é uma atividade nova, que a gente não tinha muita experiência e agora com a assistência, vamos ter um resultado muito bom”, explicou.

O sistema aplicado é o longline (linha longa), onde uma corda sustenta o sururu em cultivo. No projeto de Bequimão, o longline possui em torno de 70 metros e produzirá cerca de 100 kg de sururu por ciclo, onde cada ciclo tem duração de quatro meses. Magal, vice-prefeito de Bequimão, reforçou a importância da parceria entre instituições para o sucesso da produção.

“Estamos desde o ano passado nessa parceria com a Sagrima, para a implantação desse projeto pioneiro. Nossa cidade tem um potencial enorme para essas culturas, tanto sururu quando ostra. O prefeito Zé Martins continuará dando todo o apoio necessário para que esse projeto alcance seu objetivo final, que é gerar mais renda para nossas comunidades ribeirinhas” – destacou Magal.

O objetivo do projeto é já ter produção em escala comercial, como o que já acontece com o cultivo de ostras em Humberto de Campos, cujos produtos chegaram aos supermercados pela primeira vez em 2016. Esse projeto, por sua vez, será ampliado para Icatu e Primeira Cruz ainda este ano.

Para o secretário da Sagrima, Márcio Honaiser, o cultivo de sururu no estado tem grande potencial de crescimento. “Esse projeto será um importante complemento à renda de marisqueiros e pescadores do estado, dando a eles inclusive a possibilidade de inserção num mercado formal, abrangendo não somente o mercado maranhense, como outras regiões do país, já que é alta a demanda por esses mariscos”, explica.

SITE: Sagrima

Prefeito Zé Martins apresenta novo Secretário de Saúde de Bequimão

O prefeito de Bequimão, Zé Martins (PMDB), apresentou nesta quinta-feira (9) o novo secretário de Saúde do município. Sidney Bouéres, que é advogado e ocupava a pasta de Articulação Institucional, assume a incumbência de conduzir as políticas municipais de saúde, principal marco da gestão de Martins.

Na reunião realizada na Prefeitura Municipal de Bequimão, o prefeito aproveitou para destacar projetos e metas da área da saúde em 2017, como a implantação do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) e de mais seis equipes de saúde bucal, além da aquisição de equipamentos para a Academia de Saúde do Município (ASM).

Também ressaltou a importância dos mutirões de saúde dos olhos, que voltaram a ser feitos e devem ser incrementados no novo mandato. Centenas de bequimãoenses já se beneficiaram nessas ações, principalmente com o tratamento de glaucoma, pterígio e catarata. Para o secretário Sidney Bouéres, as iniciativas que deram certo devem ser fortalecidas e outras demandas da população serão incorporadas em sua gestão.

“Primeiro, quero agradecer a confiança depositada pelo prefeito Zé Martins, tendo em vista a importância que a pasta representa para o nosso município. Quero firmar o compromisso em dar continuidade ao grande trabalho iniciado pelo companheiro Bastico Moraes, que, enquanto esteve à frente da secretaria, colocou Bequimão num patamar de um dos cinco municípios com melhor gestão em saúde no estado”, destacou Sidney Bouéres.

Para incrementar os trabalhos em saúde, o secretário propõe fortalecer o trabalho em equipe. “Já iniciamos um levantamento de todos os seguimentos da área, para podermos identificar pontos estratégicos que entendemos necessários para avançar ainda mais. Já visitamos o Centro de Saúde Santo Antônio, no Centro, e a FUNASA, onde pretendemos dar um salto no setor. Temos também programado uma visita em todos os postos de saúde, que, a nosso ver, precisamos ter um olhar especial, no sentido de priorizarmos os atendimentos básicos, intensificando a política de prevenção”, enfatizou.

Participaram da reunião José Orlando Ferreira (Administração), o presidente da Câmara Municipal, vereador Amarildo Paixão, a coordenadora da Estratégia Saúde da Família, Karine Moraes, as servidoras da Secretaria de Saúde, Ramone Araújo e Astrid Patrícia, e o agente de Desenvolvimento, Rodrigo Martins.

Governo discute proposta de projeto em parceria com o Sebrae, para fomento do Esporte

Secretário-Márcio-Jardim-discute-proposta-de-projeto-com-superintendente-do-Sebrae-Maranhão-João-Martins.-1024x639

O secretário de Estado do Esporte e Lazer, Márcio Jardim, entre o diretor superintendente, João Martins, e o gerente de gestão estratégica do Sebrae-MA, Antônio Garcêz

O governo do Estado, por meio da secretaria de Desportos e Lazer (Sedel), tem buscado práticas que implementem o desenvolvimento de políticas públicas na área. Na última segunda-feira (6), o superintendente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-MA), João Martins, esteve na secretaria para discutir propostas de projetos em parceria com o Governo do Estado.

Durante a reunião o representante do Sebrae, João Martins, explicou como deve funcionar a parceria. “Pretendemos identificar novos talentos, fortalecer a cadeia produtiva das atividades esportivas que a secretaria coordena e trabalha no Estado e, se for possível, trazer os componentes de profissionalização para que essa atividade tenha uma transição do amador para o profissional e seja efetivamente uma atividade com resultados”, disse.

O superintendente disse ainda que “o resultado desse projeto será um ganho para o Estado, para as instituições que apoiam atividades esportivas e principalmente ganho para o empreendedor de cadeia produtiva do esporte e o desportista que é o público alvo dessa ação que seja interessante para trabalhar em parceria com o estado”, explica Martins.

Após a apresentação da proposta de projeto, o titular da pasta, Márcio Jardim, falou sobre a Lei de Incentivo ao Esporte e de como proceder para oficializar a parceria com o Governo do Estado, agradeceu o interesse do Sebrae em apoiar o desenvolvimento de ações esportivas. “Agradeço o interesse do Sebrae em apresentar proposta para desenvolver trabalho no esporte. O esporte tem ganhado cada vez mais espaço e para nossa gestão esse projeto é muito valioso. Vamos aguardar a entrega formal da proposta, avaliarmos para que essa parceria do Governo do Estado, por meio da Sedel, com o Sebrae seja concretizada”, finalizou.

por A Tribuna de Bequimão

Avança articulação de Prefeitos para a Gestão Consorciada do Tratamento Fora de Domicílio

Está avançando a articulação para implantar a gestão consorciada do Tratamento Fora de Domicílio nos municípios que compõem o Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Regional da Baixada Ocidental e Floresta dos Guarás (Conguarás). Nesta segunda-feira (6), o prefeito de Bequimão, Zé Martins, e outros prefeitos consorciados participaram de uma reunião na sede da Secretaria de Estado da Saúde (SES), em São Luís.

Regulamentar o Tratamento Fora de Domicílio é importante para pessoas com necessidade de assistência de alta e média complexidade em saúde, recebam auxílio, já que o tratamento, geralmente, ocorre longe de casa (no caso dos moradores dos municípios do interior que se tratam na capital maranhense).

“O secretário Carlos Lula aprovou integralmente a iniciativa do Conguarás, já colocando uma equipe técnica à disposição, além da logística, para que os trabalhos tenham início no que se refere à competência do estado. O Estado acredita ser esse um dos caminhos para regularizar a questão do Tratamento Fora do Domicílio no Maranhão”, ressaltou o representante da SES, Mariano Castro.

A coordenadora do projeto do TFD Consorciado, Magda Gonçalves, detalhou as ações previstas no projeto acordado com o Governo do Estado. Entre as ações previstas, está a aquisição de ônibus adaptados que atendam à demanda da região para o transporte sanitário de pacientes. A proposta trata ainda da reestruturação do programa de ação em saúde, utilizando o sistema de Regulação de Vagas (SISREG), do Ministério da Saúde, e estabelecendo a regulação entre os municípios do Conguarás, com a prefeitura de São Luís e o Governo do Estado.

“Nós, prefeitos do consórcio, estipulamos que trabalharíamos sempre com os temas de extrema importância para o litoral norte. O primeiro foi o TFD, problema que perdura por todos os quatro cantos do Maranhão. Apresentamos uma proposta ao Ministro da Saúde, em Brasília, e ao Governo do Estado, que foi muito bem aceita”, avaliou o prefeito de Apicum-Açu e presidente do Conguarás, Cláudio Cunha.

Para o secretário-geral da Federação Maranhense de Consórcios Intermunicipais (Femaci), Ronald Damasceno, este é um projeto-piloto para a construção de uma nova política pública para a saúde no Estado. “O Conguarás dá início a um novo momento para a saúde no Maranhão. A gente acredita que essa vontade política dos prefeitos vai realmente trazer resultados palpáveis com relação a este que é um dos principais gargalos da saúde, pois a população precisa ser assistida”, frisou.

Participaram da discussão com o assessor técnico da Secretaria de Saúde do Estado os prefeitos de Apicum-Açu (Cláudio Cunha), de Guimarães (Margarete Ribeiro), de Cururupu (Profª Rosinha), de Bacuri (Dr. Whashington), e de Porto Rico (Tatyana Mendes). Também estavam na reunião as secretárias de Saúde Helena Duailibe (São Luís) e Ramone Araújo (Alcântara), além da secretária da Comissão Intergestores Regional de Pinheiro, Rosiane Araújo Marinho, e vários secretários municipais.

Também participaram os prefeitos Ronildo Campos, de Penalva, e Linielda de Eldo, de Matinha, que representaram o Conlagos (Consórcio Intermunicipal dos Lagos Maranhenses), próximo território a viabilizar a implantação do projeto TFD consorciado.

 

Sebrae leva capacitação a empreendedores do campo e da cidade em Bequimão

O balanço de ações do Sebrae no Maranhão em Bequimão, na Baixada Maranhense, fechou o ano de 2016 com um saldo afirmativo que correspondeu às estratégias traçadas conjuntamente entre a instituição e a prefeitura municipal, por meio de sua Sala do Empreendedor, buscando fortalecer o desenvolvimento local com o fomento ao empreendedorismo e reforçando a aposta de gerar renda no próprio município – fazendo esta renda circular e consolidando a economia local e regional.

Além do programa de qualificação dos empresários bequimãoenses e de suas equipes, o Sebrae trabalhou firmemente na inclusão produtiva rural; na capacitação técnica de Agentes de Desenvolvimento (ADs) nomeados pela prefeitura; no apoio a eventos realizados por empreendedores locais, como a Expocapril; e na implantação da Rede Simples – a Rede Nacional para Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios, num trabalho em parceria com a Junta Comercial do Estado (Jucema), objetivando facilitar a abertura, alteração e baixa de empresas.

Ao atuar na melhoria dos empreendimentos que funcionam na cidade, o Sebrae ofereceu cursos e consultorias individuais para cada participante, com foco em gestão contábil e financeira, gestão de pessoas e equipes, vendas, marketing e modelagem de negócios. Aos empreendedores ligados ao segmento de moda, uma parceria com o Senai levou ao município o 6º Ciclo do Inova Moda – programa nacional realizado pelo Sebrae e pelo Senai que trabalha para aumentar a competitividade das pequenas indústrias de confecção.

Sucesso no campo – O esforço para a melhoria das iniciativas empreendedoras no campo também foram intensas: as comunidades quilombolas Juraraitá e Ramal do Quindiua receberam diversos cursos e consultorias para implantação de tecnologias sociais que induzam ao aumento da produtividade das lavouras, fortalecendo a mandiocultura e a horticultura. A qualidade do que é produzido na zona rural de Bequimão também foi foco do Sebrae, com trabalhos voltados para as boas práticas na manipulação de alimentos como a farinha de puba – muito produzida no município.

O pequeno produtor Cleuton Miranda, da comunidade quilombola de Jurarataí, destaca a diferença que os treinamentos do Sebrae fizeram para sua produção. “Eu achava que sabia produzir farinha, mas percebi que ainda tinha muita coisa para aprender”, lembra o jovem empreendedor. Após passar por cursos de técnicas de vendas, também do Sebrae, Miranda conta que até as estratégias para alcançar o cliente reforçaram a renda de sua família. “Hoje posso afirmar que a farinha da nossa comunidade é a melhor de Bequimão”, declara.

“O trabalho do Sebrae em Bequimão foi muito intenso, contabilizando 12 cursos, 200 horas de consultorias e mais de 200 empreendedores atendidos nas diversas ações. Este resultado mostra como pode ser produtiva uma parceria firmada entre a instituição e a prefeitura municipal”, reflete Rosa Amélia Borges, gerente da Unidade Regional do Sebrae em Pinheiro, que atende à cidade de Bequimão.

Apoio aos empreendedores e ao poder público – A 9ª edição da Exposição de Ovinos e Caprinos de Bequimão – Expocapril recebeu, mais uma vez, o apoio do Sebrae para sua realização, consolidando a parceria existente há diversas edições do maior evento da cadeia da ovinocaprinocultura da Baixada. A instituição esteve presente com o Bode Móvel, realizando exames de sanidade animal, manejo sanitário e orientações para acesso ao mercado.

Ainda em apoio ao desenvolvimento local, a cidade foi incluída no mapeamento dos festejos religiosos da Baixada e Litoral Ocidental Maranhense, com vistas a estruturar roteiros e produtos turísticos nas duas regiões e o propósito de ampliar oportunidades aos pequenos negócios nestas duas regiões, numa pesquisa comandada pelo Observatório Sebrae.

A instituição ainda estudou os impactos socioeconômicos da construção de uma ponte sobre o Rio Itapetininga, ligando o município ao povoado de Balandro, para os pequenos negócios já estabelecidos ou a se instalar na localidade. Dezoito comunidades estão se beneficiando com a obra – com previsão de conclusão para o próximo mês – onde vivem cerca de nove mil pessoas. O levantamento constatou produção de milho, feijão e arroz, ligado à agricultura familiar, pesca artesanal, piscicultura e identificadas potencialidades para a horticultura, turismo e ecoturismo, hotelaria, gastronomia e comércio.

Parceiro dos municípios – O diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, esclarece que a instituição trabalhou em 2016 para reforçar o papel do Sebrae no apoio ao desenvolvimento  local através das ações de melhoria dos pequenos negócios nos municípios e vai atuar para estender o trabalho para as gestões municipais interessadas em melhorar o ambiente legal para os pequenos negócios.

“A instituição quer caminhar lado a lado com os municípios, pensando estratégias para gerar riquezas e políticas públicas, como forma de apoiar os pequenos negócios, também através do suporte às prefeituras no sentido de implantarem as políticas públicas para as micro e pequenas empresas nos municípios, seguindo os preceitos da Lei Geral“, destaca Martins.

O prefeito do município, Zé Martins, reeleito para mais um mandato no comando da cidade, afirmou que a parceria com a instituição vai continuar. “Queremos construir um município de empreendedores, com um povo protagonista de sua história e de suas conquistas. Por isso, já estamos renovando as ações em parceria com o Sebrae, e intensificando a atuação de nossos agentes de desenvolvimento local e da Sala do Empreendedor”, garantiu o gestor público.

Fonte: SEBRAE/MA