Mais 300 pacientes são atendidos em mutirão da catarata realizado pela Prefeitura de Bequimão

Prefeito Zé Martins acompanha mutirão

Prefeito Zé Martins acompanha mutirão

A Prefeitura de Bequimão continua cuidando da saúde dos olhos dos moradores do município. Nesta quarta-feira (30), foi feita a segunda triagem oftalmológica pelo Mutirão da Catarata, que incluiu, também, a avaliação de casos de pterígio (carne nos olhos). O prefeito Zé Martins acompanhou a ação, que é fruto de uma parceria do executivo bequimãoense com o Governo do Maranhão.

Passaram pela triagem cerca de 300 pessoas, que foram atendidas pelos médicos Abimael e Almir, do Centro de Olhos do Maranhão. Desses pacientes, 60 receberam encaminhamento para cirurgias de catarata, 45 para remoção de pterígio e um para cirurgia de cisto de retenção. “Estamos dando a oportunidade para que essas pessoas vivam melhor, porque elas vão poder voltar a enxergar bem”, destacou o secretário de Saúde, Bastico Moraes.

As cirurgias estão marcadas para os dias 14, 15 e 16 de novembro. A prefeitura disponibilizará ônibus para o deslocamento dos pacientes até São Luís, onde serão feitas as operações, além de passagem de ida e volta, lanche, refeição e colírios, que são os antibióticos para serem usados pós-cirurgia.

Segundo a secretária-adjunta de Saúde, Ramone Araújo, como aconteceu nas outras etapas do mutirão, os pacientes serão acompanhados por duas enfermeiras do município, durante toda a viagem.

Anúncios

Prefeitura de Bequimão adquire mais dois ônibus escolares

onibus escolar2 onibus escolar

Recebemos, ainda a pouco, os primeiros registros dos dois novos ônibus escolares adquiridos pelo prefeito Zé Martins. Os veículos foram comprados com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e são destinados a atender estudantes da educação básica que moram na zona rural.

Os ônibus são ainda maiores do que os dois primeiros já entregues pela Prefeitura Municipal de Bequimão no primeiro semestre. Certamente, esses novos veículos vão dar mais dignidade ao deslocamento dos alunos do município até suas escolas e depois no retorno às suas casas.

Seleção de Bequimão encerra campanha no Intermunicipal

“É só o começo de um trabalho que estamos fazendo para levantar o futebol de Bequimão”, comentou Ricardo Lemos, técnico da Seleção de Bequimão, sobre o resultado do Campeonato Intermunicipal. Neste sábado (19), o time bequimãoense encerrou sua participação no torneio depois de perder por 1 a zero para a seleção de Alcântara.

Havia mais de quatro anos que a seleção local não disputava o Intermunicipal. No recente retorno, conseguiu empatar em 1 a 1 com a seleção de Palmeirândia e a partida contra a seleção de Peri-Mirim ficou no zero a zero. “Há muito tempo nossa seleção não participava do campeonato. Agora, vamos levantar a cabeça e continuar treinando para o próximo ano”, garantiu Ricardo.

Na escalação de Bequimão, estavam os jogadores Júnior (goleiro), Adriano (lateral direito), Maycon (zagueiro central), Krois (quarto zagueiro), Keban (lateral esquerdo), Cabeça (volante), Adriano (meia), Nikito (segundo volante), Dedel (meia atacante), Udson e Bico (atacantes).

Prefeitura substitui barracas de ambulantes em Bequimão e intensifica reforma no Mercado do Peixe

barracas.1As barracas de madeira, palha e latas velhas, que serviam para o comércio ambulante em Bequimão, foram substituídas por barracas padronizadas. A iniciativa da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Indústria e Comércio, deu um aspecto melhor ao Centro do município e deixou a comercialização de produtos mais adequada e atrativa aos clientes.

Foram entregues 19 novas barracas aos ambulantes. Antes, o secretário de Indústria e Comércio, Ademar Costa, reuniu-se com eles, para explicar como seria feita a substituição e os benefícios para o comércio local. De acordo com o secretário, os bons resultados já começam a aparecer. “Melhorou a estética da cidade e já temos notícias de que as vendas melhoraram, principalmente, para aqueles que vendem gêneros alimentícios”, afirmou Ademar.

Para melhor ainda mais a satisfação dos clientes com o comércio local, está sendo firmada parceria com o Sebrae/MA, para capacitação dos comerciantes. Também foi iniciado diálogo com o Banco do Nordeste, visando à libertação de linhas de crédito. O passo seguinte, segundo Ademar, seria a formalização dos ambulantes, com apoio de profissionais de contabilidade.

Mercado do Peixe

O prefeito Zé Martins está concluindo a reforma do Mercado do Peixe, que fica próximo ao porto de Bequimão. Foi trocado o revestimento dos boxes e, agora, cada um deles tem água encanada, energia e uma porta (antigamente, os vendedores precisavam pular o balcão – o mesmo usado para expor os peixes), além de o poço que fornece água ao mercado ter sido melhorado.

Na expectativa do secretário Ademar Costa, que está à frente da obra, a inauguração deve ser feita até o final de outubro. Os vendedores vão poder contar, ainda, com balanças digitais e uma serra elétrica para produzir filé de peixe.

Aos vendedores de verduras, legumes e temperos, serão instaladas barracas, no corredor do mercado, no mesmo padrão das que foram disponibilizadas aos ambulantes do centro.

Quilombolas de Bequimão recebem visita da secretária Estadual da Igualdade Racial

conversaSete comunidades quilombolas de Bequimão receberam a visita da secretária Estadual de Igualdade Racial, Claudett de Jesus Ribeiro, e da secretária Municipal de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, Dinha Pinheiro, no sábado (05) e domingo (06). Nas rodas de conversa com os moradores dos quilombos, foi discutido o desenvolvimento das crianças quilombolas que têm de zero a três anos de idade.

As secretárias estiveram nas comunidades de Santa Rita, Rio Grande, Ariquipá, Ramal do Quindíua, Conceição, Mafra e Juraraitá, todas certificadas como remanescentes de quilombolas, com a proposta de sensibilizar os moradores sobre o jeito característico, nos quilombos, de cuidar das crianças. “Assim como na África, tudo aqui é coletivo. Então, toda a comunidade educa a criança e todas se criam juntas. Queremos que isso seja reforçado, como forma de manter a identidade dos negros quilombolas”, afirmou Claudett Ribeiro, no encerramento das visitas, no povoado Juraraitá.

Foi com a participação constante da família e o apoio dos vizinhos que Eunice Cruz Pinheiro, 24 anos, deu luz ao filho Renan Cruz Pinheiro, hoje com 4 anos. Ela fez todo o pré-natal no hospital do município, mas no dia do parto estava chovendo muito forte e a ambulância não conseguiu chegar até sua casa, que fica após um rio. A solução foi realizar o parto em casa, tendo como parteira a própria avó.

eunice e filho“Aqui, na comunidade, a gente acha até melhor ter o filho em casa, por que a gente recebe o cuidado da família. Além disso, todo mundo dá apoio, pode ser de qualquer pessoa, de um professor ou parente, que aconselham”, contou a jovem mãe quilombola.

As experiências dos moradores dos quilombos sustentavam suas opiniões quando foram convidados a comentar e votar sobre aspectos importantes ao desenvolvimento infantil. Os questionamentos envolviam a necessidade de consultas ao pediatra, cuidados com alimentação, amamentação, brincadeiras e passeios, estabelecimento de limites desde cedo, bons exemplos dos pais, dentre outros.

A partir das respostas, Claudett Ribeiro comparou as relações familiares nos quilombos com as existentes nas grandes cidades. Em sua opinião, os quilombolas amam e respeitam suas avós, enquanto nas cidades nem as mães têm mais tempo de cuidar dos filhos.

Propostas – Com essa ação nas comunidades quilombolas, a Secretaria Estadual da Igualdade Racial (SEIR) e a Secretaria Municipal de Cultura e Promoção da Igualdade Racial de Bequimão querem preservar esses valores, que fazem parte da identidade negra quilombola. “As comunidades quilombolas têm saberes imensos que precisam ser divulgados e respeitados. É assim que acontece a luta negra, contra o profundo racismo que é entranhado na história do Brasil e do Maranhão”, frisou Claudett Ribeiro.

Dinha Pinheiro comprometeu-se a manter atividades culturais e de educação nas comunidades quilombolas do município. Ela aproveitou para lembrar os esforços da Prefeitura de Bequimão em busca do reconhecimento das terras remanescentes de quilombo do município; 10 já foram certificadas. “Depois deste momento de visita, vamos planejar outras ações para garantir mais cuidados com as crianças quilombolas de Bequimão”, garantiu a secretária.

Em cada comunidade, a visita foi encerrada com música. Primeiro, os moradores cantavam para os visitantes e, em seguida, vinha a retribuição, pelo canto de Gisele Padilha, que acompanhou as atividades. A cantora e membro da equipe da SEIR cantou música sobre Zumbi dos Palmares, desmistificando a relação que se faz, em algumas localidades, entre zumbi e os mortos. “Zumbi é o herói, por conta dos Palmares. Ele nos lembra das lutas que travamos todo dia e toda a hora para vencer”, destacou Gisele.

Caminhada marca Semana do Idoso em Bequimão, promovida pela Prefeitura

semana do idoso2Um grande momento da Semana do Idoso, em Bequimão, foi a caminhada realizada no sábado (28). A concentração aconteceu na praça Dois de Novembro, no Centro, onde a Prefeitura do município distribuiu camisas. Antes do percurso, a terapeuta ocupacional Luciana Cavalcanti orientou os exercícios de alongamento do corpo, que os idosos podem sempre fazer antes de caminhadas.

A caminhada seguiu pelas ruas do Centro. Inicialmente, o ponto de chegada seria a Associação dos Idosos de Bequimão, mas a animação e disposição era tão grande, que o trajeto se estendeu até o porto, deu outra volta pela Prefeitura e, finalmente, voltou para a associação.

As secretarias de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, de Saúde e Assistência Social, que coordenaram as atividades durante toda a semana, ofereceram um café da manhã. Os idosos participaram, ainda, de várias atividades recreativas e culturais.

O prefeito Zé Martins participou da programação. Ele aproveitou o evento para anunciar a criação do Conselho da Melhor Idade e disse estar satisfeito com os resultados da Semana do Idoso.

Também presente à atividade, o ex-prefeito Juca Martins afirmou estar feliz com as ações de valorização à pessoa idosa e brincou: “Agora sou um idoso igual a todos vocês”. O vereador Vetinho parabenizou a comissão organizadora do evento.

Programação Itinerante

A programação da Semana do Idoso foi itinerante. Começou no Centro de Bequimão, na quarta-feira (25). Depois passou pelo povoado Jurareitá (dia 26), pelo bairro Cidade Nova/Sede do CRAS (dia 27) e pelo povoado Ariquipá (dia 29). Foram oferecidos serviços de corte de cabelo, beleza facial, manicure e palestras sobre alimentação saudável e cidadania.

Estavam à frente desse projeto a secretária de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, Dinha Pinheiro, a secretária de Assistência Social, Maria Neide dos Santos Rodrigues; e a secretária adjunta de Saúde, Ramone Araújo.

 

Fotos: Lívia Rodrigues