João Martins assume superintendência do Sebrae no Maranhão

Foto 03O bequimãoense João Martins foi empossado no início deste mês na superintendência do Sebrae no Maranhão, após comandar por dois anos a 8ª Superintendência Regional da Codevasf. A solenidade aconteceu no dia 8 de janeiro, no Centro de Convenções em São Luís, com a presença do Governador do Estado, Flavio Dino, demais autoridades estaduais e representantes empresariais.

Funcionário de carreira do Sebrae no Maranhão, Martins declarou que o Sebrae continuará a investir na Baixada Maranhense dando atenção especial aos setores produtivos, com destaque à agricultura familiar e agronegócios, à inovação e tecnologia, turismo sustentável, empreendedorismo e capacitação, tanto dos pequenos negócios quanto dos Microempreendedores Individuais (MEI). “O objetivo é preparar o empreendedor maranhense para o novo momento pelo qual passa o Maranhão”, coloca novo superintendente do Sebrae no Maranhão.

Além de João Martins, foram empossados como dirigentes do Sebrae no Maranhão para o quadriênio 2015-2018 Edilson Baldez das Neves, que também preside a  Federação das Indústrias do Maranhão – Fiema); José Morais, reconduzido à diretoria Técnica e Rachel Jordão (diretora administrativo-financeira).

O patriarca Juca Martins prestigiou a posse do filho na superintendência do Sebrae no Maranhão, juntamente com a esposa, professora Letinha; o prefeito de Bequimão, Zé Martins e demais membros da família Martins

Com informações do Sebrae/MA

Fotos: Veruska Oliveira

Anúncios

Flávio Dino veta criação de Centros de Ensino Superior em Bequimão

Governador Flávio Dino

Embora tenha declarado, alto e em bom som, para todo o Brasil, que “o poder dos Sarney não volta nunca mais”, o governador Flávio Dino tem demonstrado sofrer de verdadeiro pavor diante de qualquer remota possibilidade de perder o encosto da cadeira principal do Palácio dos Leões. É compreensível. Mas há uma distância perversa entre cercar-se dos cuidados políticos necessários e prejudicar a população apenas para satisfazer a compulsão pelo poder.

Os relatos das ocorrências em municípios administrados por prefeitos que não rezaram na cartilha comunista, nas últimas eleições, são os piores possíveis. Perseguições, desmontes de hospitais e todas as práticas nefastas tão condenadas pelo discurso de campanha dinista agora são rotina da administração estadual. Um exemplo disto? O Diário Oficial do Estado traz a informação de que o governador vetou a criação de centros de ensino superior oferecidos pela Universidade Estadual do Maranhão (Uema).

Os municípios afetados com o veto são: Buriticupu, Joselândia, Bequimão, Igarapé do Meio, Porto Franco e Chapadinha. Coincidentemente, alguns são administrados por prefeitos que pertencem ao partido agora de oposição, o PMDB. É o caso dos prefeitos de Bequimão, Zé Martins, e de Buriticupu, José Gomes Rodrigues. Prefeito de Bequimão, Zé Martins (PMDB) Parece contraditório que um governador eleito com o juramento de melhorar os indicadores sociais do estado, entre eles o IDH, cuja determinante principal para impactar positivamente é a Educação, queria impedir que tais municípios sejam contemplados com cursos superiores.

Ainda durante a campanha, em 2014, Flávio Dino prometeu levar cursos de ensino superior e universidades nos demais interiores maranhenses, firmando parcerias com as universidades Federal e Estadual do Maranhão. ´ “Vamos levar educação técnica e universidades públicas para todas as regiões do Maranhão e trabalhar em parceria com os professores por um ensino de mais qualidade”, afirmou certa vez ainda em campanha eleitoral. Nem todas. O mandato do novo governo mal começou e a população das cidades administradas por prefeitos do PMDB já estão sendo prejudicadas.

Com informações do Blog do Luís Pablo

por A Tribuna de Bequimão

Mais 6 escolas de 2 salas serão construídas pelo prefeito Zé Martins

Fachada padrão das escolas de duas salas

Fachada padrão das escolas de duas salas

O prefeito de Bequimão, Zé Martins, conseguiu subsídios do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão ligado ao Ministério da Educação (MEC), para a construção de seis escolas de duas salas. As escolas serão construídas no Balandro, Vila Nova, Boa Vista, Frechal, Santa Tereza e Rio Grande.

Cada uma das salas tem capacidade para 36 alunos, em cada turno, seguindo o padrão do Projeto Espaço Educativo Rural de 02 Salas de Aula. Isso garante um total de 720 alunos que poderão ser atendidos nas seis novas escolas do município. No projeto, há previsão de áreas de administração, pátio coberto, banheiros masculino e feminino e cozinha.

A Prefeitura Municipal de Bequimão cumpriu todos os requisitos do programa, construindo o Plano de Ações Articuladas (PAR), que previu a necessidade dessas escolas. Antes disso, foi realizado um estudo de demanda, para identificação dos locais com mais carência de infraestrutura para a educação.

Os terrenos onde serão construídas as escolas já foram escolhidos e demarcados, medindo 35m de largura por 25m de profundidade. “Estamos assegurando melhores condições para que as nossas crianças possam estudar perto de onde moram. Os professores da Rede Municipal também terão um espaço mais adequado para trabalhar. Com essa estrutura, somada às formações continuadas que estamos oferecendo, vamos conseguir melhores indicadores para a educação de Bequimão”, garantiu o prefeito Zé Martins.

Padrão das escolas que serão construídas em Balandro, Vila Nova, Boa Vista, Frechal, Santa Tereza e Rio Grande

Padrão das escolas que serão construídas em Balandro, Vila Nova, Boa Vista, Frechal, Santa Tereza e Rio Grande

por A Tribuna de Bequimão

Prefeitura de Bequimão recebe recursos para construção de quadras no Paricatíua, Quindíua, Pontal e Estiva

Ilustração do padrão de quadra com vestiário que será construída em Paricatíua, Quindíua e Pontal

Ilustração do padrão de quadra com vestiário que será construída em Paricatíua, Quindíua e Pontal

A Prefeitura Municipal de Bequimão também está investindo no esporte e lazer, como nunca se viu na história do município. Prova disso é que o prefeito Zé Martins licitou a construção de três quadras escolares cobertas com vestiário, para os povoados Paricatíua, Quindíua e Pontal. Foi concluído, ainda, o processo licitatório de uma quadra coberta a ser construída na Estiva, ao lado da Unidade Integrada Domingos Bouéres.

O prefeito captou recursos junto ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), do Ministério da Educação (MEC). “Estamos atentos às oportunidades que o governo federal oferece para a área da educação, cumprindo os requisitos necessários para acessar esses programas”, afirmou o prefeito Zé Martins, que tem demonstrado ampla capacidade de articulação.

A obra seguirá o padrão recomendado pelo FNDE para todo o país. As quadras que serão construídas em Paricatíua, Quindíua e Pontal serão cobertas e com arquibancadas, além de vestiários masculino e feminino e um depósito. A área total será de 980,40 m² de cobertura, em terrenos de 30×41 m².

A quadra da Estiva, por sua vez, terá 32,05 x 23,23 metros, numa área total 745,03 m². “Essas quadras são para atender às demandas por práticas esportivas nas nossas escolas municipais, abrindo espaço para o lazer e também para o enfrentamento às drogas, já que os nossos jovens estarão ocupados o esporte”, frisou Zé Martins.

 

Ilustração da quadra coberta que será construída na Estiva

Ilustração da quadra coberta que será construída na Estiva

Prefeito Zé Martins vai construir escolas de 4 salas no Marinho e Monte Alegre

Ilustração da fachada das escolas

Ilustração da fachada das escolas

O ano de 2015 começou com boa notícia para a educação de Bequimão. O prefeito Zé Martins já concluiu o processo de licitação para construir duas escolas de quatro salas, uma no povoado Marinho e outra no Monte Alegre. Os recursos foram adquiridos junto ao Ministério da Educação, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

As escolas serão construídas no padrão do “Projeto Espaço Educativo Urbano e Rural de 04 Salas de Aula”, com capacidade de atender até 240 alunos, em dois turnos (matutino e vespertino). Pelo FNDE, a Prefeitura Municipal de Bequimão está recebendo assistência financeira, com caráter suplementar, objetivando a construção e o aparelhamento destas escolas.

“Estamos criando oportunidades para que nossas crianças e jovens possam estudar mais perto de casa. Em breve, não será mais preciso que se desloquem até a sede de Bequimão para ter acesso a boas escolas. Isso é um avanço na educação do nosso município”, frisou o prefeito Zé Martins.