Flávio Dino veta criação de Centros de Ensino Superior em Bequimão

Governador Flávio Dino

Embora tenha declarado, alto e em bom som, para todo o Brasil, que “o poder dos Sarney não volta nunca mais”, o governador Flávio Dino tem demonstrado sofrer de verdadeiro pavor diante de qualquer remota possibilidade de perder o encosto da cadeira principal do Palácio dos Leões. É compreensível. Mas há uma distância perversa entre cercar-se dos cuidados políticos necessários e prejudicar a população apenas para satisfazer a compulsão pelo poder.

Os relatos das ocorrências em municípios administrados por prefeitos que não rezaram na cartilha comunista, nas últimas eleições, são os piores possíveis. Perseguições, desmontes de hospitais e todas as práticas nefastas tão condenadas pelo discurso de campanha dinista agora são rotina da administração estadual. Um exemplo disto? O Diário Oficial do Estado traz a informação de que o governador vetou a criação de centros de ensino superior oferecidos pela Universidade Estadual do Maranhão (Uema).

Os municípios afetados com o veto são: Buriticupu, Joselândia, Bequimão, Igarapé do Meio, Porto Franco e Chapadinha. Coincidentemente, alguns são administrados por prefeitos que pertencem ao partido agora de oposição, o PMDB. É o caso dos prefeitos de Bequimão, Zé Martins, e de Buriticupu, José Gomes Rodrigues. Prefeito de Bequimão, Zé Martins (PMDB) Parece contraditório que um governador eleito com o juramento de melhorar os indicadores sociais do estado, entre eles o IDH, cuja determinante principal para impactar positivamente é a Educação, queria impedir que tais municípios sejam contemplados com cursos superiores.

Ainda durante a campanha, em 2014, Flávio Dino prometeu levar cursos de ensino superior e universidades nos demais interiores maranhenses, firmando parcerias com as universidades Federal e Estadual do Maranhão. ´ “Vamos levar educação técnica e universidades públicas para todas as regiões do Maranhão e trabalhar em parceria com os professores por um ensino de mais qualidade”, afirmou certa vez ainda em campanha eleitoral. Nem todas. O mandato do novo governo mal começou e a população das cidades administradas por prefeitos do PMDB já estão sendo prejudicadas.

Com informações do Blog do Luís Pablo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s