Baixada Maranhense terá Polo de Empreendedorismo Rural

O diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins e o Reitor da Uema, Gustavo Costa, oficializam a parceria

Superintendente do Sebrae, João Martins e o Reitor da Uema, Gustavo Costa, fecham parceria

Um Acordo de Cooperação Técnica foi assinado entre o Sebrae e o Governo do Estado, por meio da  Universidade Estadual do Maranhão (Uema), para a criação do Polo de Empreendedorismo Rural da Baixada Maranhense que entrará em funcionamento em breve, na Fazenda Escola da universidade em São Bento, beneficiando toda a região. O acordo foi celebrado na manhã de quarta-feira (23) pelo diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins e o Reitor da Uema, professor Gustavo Costa, durante solenidade de abertura da IV Semana de Acadêmica de Ciências Agrárias e II Workshop de Pós-graduação das Ciências Agrárias que acontece até sexta-feira (25/09), no Auditório e Ciências Biológicas da universidade.

Para João Martins, o Polo de Empreendedorismo Rural da Baixada Maranhense é um resultado em curto prazo da Feira de Agricultura Familiar e Agrotecnologia do Maranhão – Agritec, que aconteceu no mês de agosto, na Fazenda Escola da Uema em São Bento.

O diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins e o Reitor da Uema, Gustavo Costa

O superintendente do Sebrae, João Martins e o Reitor da Uema, Gustavo Costa

“A Agritec, que é um evento do Governo do Estado, com a parceria da Embrapa, Sebrae, poder público municipal e apoio de outras instituições, deixou um legado para a Baixada Maranhense, com destaque para o entendimento, por parte do baixadeiro, da importância da inovação e tecnologia para o desenvolvimento das vocações produtivas da região. A criação desse espaço é fruto de uma articulação do Sebrae junto à Uema para que possamos ajudar no fortalecimento das potencialidades regionais, pautados principalmente no tripé gestão, inovação e tecnologia”, pontuou João Martins para uma plateia formada pela comunidade acadêmica de Ciências Agrárias da Uema, presente ao evento.

A ideia do Polo, ainda segundo Martins, é trabalhar num primeiro momento, para incrementar produtos que já são tradicionais da Baixada Maranhense, como o queijo de São Bento; a farinha biriba de Pinheiro; o mel de abelha nativa (tiúba), produzida em sete municípios da região; o abacaxi de Turiaçu e um produto que poderá ser comercializado como o bacalhau da Baixada, que é a jabiraca seca ou traíra seca, desidratada sem uma técnica de manejo, manipulação e armazenamento adequados. Serão criados, ainda, Selos de Classificação Geográfica e de Denominação de Origem para que os produtos possam ser reconhecidos pelo consumidor como advindos da região.

“Com mais conhecimento por parte de quem está no centro do processo e ferramentas de inovação e tecnologia, esses produtos ganharão um incremento na qualidade e valor de mercado que, certamente, darão um novo horizonte para a agricultura familiar e agronegócio na Baixada Maranhense. Ao Polo de Empreendedorismo Rural poderão ser agregadas outras atividades que são referência na região, como a piscicultura em Itans, onde os produtores já capacitados e desenvolvendo a atividade com muito sucesso podem ser multiplicadores de conhecimento para os demais”, sinalizou o diretor superintendente do Sebrae.

João Martins (diretor superintendente do Sebrae/MA) com o chefe-geral  da Embrapa Cocais, Valdemício Ferreira, possível parceiro do futuro Polo de Empreendedorismo Rural da Baixada Maranhense.

O superintendente do Sebrae, com o chefe da Embrapa Cocais, Valdemício Ferreira.

O Reitor da Uema, Gustavo Costa, reiterou a fala de Martins e ressaltou que a parceria com o Sebrae na criação do Polo de Empreendedorismo da Fazenda Escola em São Bento será a primeira de muitas que virão em prol da difusão do conhecimento científico para que este seja aplicado na prática e contribua com o desenvolvimento do Maranhão. “Este é o objetivo do Polo, que o conhecimento e as práticas possam ser difundidas, aplicadas, mude realidades e possa contribuir de maneira significativa para a melhoria de renda da população da Baixada Maranhense e, por conseguinte, para o desenvolvimento econômico do Estado”, colocou Gustavo Costa.

Após a assinatura do Acordo de Cooperação Técnica entre Sebrae e Uema, serão efetivadas reuniões para que a implantação do Polo de Empreendedorismo da Fazenda Escola em São Bento possa acontecer de maneira mais célere. A apresentação do espaço será feita para prefeitos da região, juntamente com a apresentação do Governo do Estado dos resultados da Agritec, que aconteceu em São Bento recentemente.

One Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s