Bequimão tem a maior caravana no Seminário de Varejo na Baixada realizado pelo SEBRAE em Pinheiro

Bequimão teve a maior caravana no Seminário do Varejo em Pinheiro

Bequimão teve a maior caravana no Seminário do Varejo em Pinheiro realizado pelo Sebrae

Com uma média de público de até 350 participantes por dia, foi encerrada na quinta-feira (29), em Pinheiro, mais uma edição do Seminário de Varejo da Baixada Maranhense, numa promoção do Sebrae. O evento levou diversos temas do segmento ao público presente, com grande foco nas estratégias inovadoras para a superação da crise econômica e na busca por canais de venda alternativos que aumentem a base de clientes.

As caravanas dos municípios da região marcaram presença nas atividades do seminário – Alcântara, Bequimão, Santa Helena e Turilândia enviaram seus representantes, com destaque para o grupo de Bequimão, que contou com mais de 60 integrantes em sua caravana. Muitas das empresas participantes também enviaram suas equipes de vendas para serem capacitadas pelas palestras e oficinas técnicas com consultores especializados em vendas e varejo.

Para o superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, o Seminário de Varejo da Baixada integra uma série de eventos e ações que o Sebrae tradicionalmente oferece na região, buscando desenvolver a economia da região através do crescimento dos pequenos negócios locais.

SE3

“Viemos de um seminário voltado para a piscicultura realizado na última semana, passamos por este de varejo e ainda teremos mais dois eventos de mercado voltados para a apicultura e para ovinocaprinocultura, mostrando que a Baixada tem vocação para o desenvolvimento e que seus empreendedores têm buscado a parceria do Sebrae, no sentido de apoiá-los e capacitá-los, deixando-os mais preparados para o mercado. Este é o papel da instituição na Baixada e em todas as regiões do Estado”, garante Martins, que no mês passado assinou, juntamente com o reitor da Universidade Estadual do Maranhão, um convênio para criação de um Polo de Empreendedorismo Rural para a região, localizado no município de São Bento.

SE1

Atrações técnicas – Dentre os grandes nomes presentes no Seminário de Varejo, esteve o consultor Sérgio Ricardo Rocha, conhecido como “Dr Vendas”, que abordou a capacidade de superar o medo e as dificuldades do cenário econômico para manter o negócio na trilha do sucesso. Ele também ministrou a oficina de Liderança Coaching voltada para vendas, em mais uma atração do Seminário.

De acordo com Rosa Amélia Borges, gerente da regional do Sebrae em Pinheiro, o evento criado pela instituição completou seu quarto ano de realização e consolidou-se como tradição no varejo da região. “O Seminário de Varejo da Baixada Maranhense conquistou seu público e sua credibilidade junto aos empresários e empreendedores do segmento e, a cada ano, vem renovando os temas trabalhados de modo a sempre atualizar os empreendedores do varejo aqui na região”, ressaltou Rosa Amélia.

O público também pôde participar de palestras que ensinaram a utilizar as redes sociais como canal de venda ou divulgação de seus negócios, apostando na tendência digital que vem pautando o mercado, apresentando vantagens que desoneram o negócio, como a desobrigação de instalações físicas. As vendas de fim de ano, que já se aproximam, também foram tema de palestra, com foco no visual merchandising das lojas para o Natal – considerada a maior data do varejo em todo mundo.

Anúncios

Bequimão vai realizar I Dia de Campo da Piscicultura

SEBRAE

A prefeitura Municipal de Bequimão, através do Prefeito Zé Martins (PMDB), em parceria com o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio as Micro e Pequenas Empresas) e Associação de Piscicultores de Bequimão, realizam neste sábado (31) as 8:00h no bairro Balandro, o Primeiro Dia de Campo da Piscicultura.

O evento vai acontecer na Piscicultura de Dona Wanda e contará com várias autoridades municipais, entre elas o prefeito de Bequimão, Zé Martins. Durante a programação haverá Palestras, Exposições e entrega de brindes.

SE5

O SEBRAE, a Prefeitura de Bequimão e a Associação de Piscicultores de Bequimão, convidam a população em geral, para participar desse grande encontro amanhã (31) no bairro Balandro. O evento é gratuito e todos os criadores de peixes estão convidados.

Prefeito Zé Martins reúne com a Secretaria de Infraestrutura e SEBRAE para discutir a participação da Prefeitura de Bequimão no Projeto de Construção da Ponte sobre o Rio Pericumã.

Prefeito Zé Martins entrega documentação de autorização da construção da Ponte sobre o Rio Pericumã
Prefeito Zé Martins ao lado de Jorge Kusaba (SINFRA) e João Martins (SEBRAE)

O prefeito de Bequimão, Zé Martins (PMDB), em companhia do Superintendente do SEBRAE, João Martins, esteve em reunião na Secretaria de Estado da Infraestrutura – SINFRA, onde na oportunidade entregou toda a documentação referente às licenças de responsabilidade da Prefeitura, para que o Governador Flavio Dino possa autorizar o início da construção da Ponte sobre o Rio Pericumã, que liga os municípios de Bequimão e Central do Maranhão e mais oito municípios do litoral ocidental.

O Superintendente do SEBRAE e o Prefeito foram recebidos pelo Dr. Jorge Kusaba, Secretário Adjunto de Projetos da SINFRA, que informou que a obra vai gerar dezenas de vagas de emprego e terá duração de aproximadamente 30 meses. Ainda de acordo com o secretário, a obra será licitada até o fim deste ano para que a construção comece no início de 2016.

Documentação entregue por Zé Martins nas mãos de Jorge Kusaba (SINFRA)

Documento entregue por Zé Martins para Jorge Kusaba (SINFRA)

Durante a reunião, o Secretário Adjunto de Projetos da Secretaria de Infraestrutura, Dr. Jorge Kusaba, foi categórico em reafirmar, o relevante trabalho que o Superintendente do SEBRAE, João Martins (na época Superintendente da CODEVASF) realizou no ano de 2013, dando inicio ao Processo que originou o projeto da Ponte Bequimão/Central do Maranhão.

O Secretário Adjunto relembrou a articulação feita por João Martins em Brasília e junto ao Governo do Estado na época, onde o então Superintendente da CODEVASF conseguiu autorização do Ministro da Integração, para fazer um Estudo Preliminar, que resultou na Planilha de Composição de Custos e no Termo de Referência, que serviriam de base para a elaboração do edital e para a licitação do projeto executivo, que aconteceu na gestão do então Secretário de Estado, Luis Fernando Silva, quando este estava à frente da SINFRA no governo passado.

Prefeito Zé Martins e o Superintendente do Sebrae e Jorge Kusaba

Prefeito Zé Martins e o Superintendente (João Martins) do Sebrae e Jorge Kusaba (SINFRA)

Após toda conversa, Jorge Kusaba ainda mostrou em primeira mão, o vídeo oficial do projeto da construção da Ponte sobre o Rio Pericumã ao prefeito Zé Martins e ao Superintendente do SEBRAE, João Martins. Segundo o Secretário Adjunto, o Governador Flávio Dino deu a ordem de serviço para a empresa PROGEN, vencedora da licitação, elaborar o projeto executivo da ponte e agora o Governador já autorizou a licitação da obra, ansiosamente aguardada por Bequimão e demais municípios da região.

Para João Martins, o SEBRAE será parceiro do Governo do Estado também nessa obra. “Tecnicamente, classificamos uma obra deste porte como um macro empreendimento, devido ao seu potencial para transformar a economia regional, e o SEBRAE fará um Estudo dos Impactos Socioeconômicos que acontecerão na região antes, durante e depois do início dos trabalhos, que trarão como consequência a geração de empregos e o aquecimento da economia regional, através do fortalecimento do comércio e da estruturação do transporte, turismo, agricultura e da pesca”, destacou o Superintendente do SEBRAE.

Já para o Prefeito Zé Martins, a construção da Ponte sobre o Rio Pericumã, promoverá um novo momento para o município. “A nossa administração se coloca a disposição do Governo do Estado neste importante empreendimento, para assumir as contrapartidas necessárias para que seja viabilizado o início das obras, que vão gerar muitos empregos e trazer inúmeras oportunidades de desenvolvimento para o município”, afirmou o prefeito de Bequimão.

 

Prefeitura manda realizar cirurgias de catarata e Pterígio em São Luís para 25 pacientes de Bequimão

Prefeito Zé Martins cumprimenta os pacientes na sala de recuperação

Prefeito Zé Martins cumprimenta os pacientes na sala de recuperação após cirurgias

Os 25 bequimãoenses que foram ontem (28) à capital maranhense para o “Mutirão da Catarata” tiveram atendimento exclusivo no Centro de Olhos São Luís. A Prefeitura de Bequimão, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde, conseguiu parceria com a clínica, dando mais comodidade aos pacientes que precisaram fazer cirurgia.

O prefeito Zé Martins (PMDB), e secretário de Saúde, Bastico Moraes, mantem a parceria com o Centro de Olhos São Luís e com isso, mais 300 pacientes já foram atendidos. Para Bastico Moraes, é esse cuidado com as pessoas que está fazendo a diferença na saúde de Bequimão. “Estamos implantando as políticas de saúde que vêm do governo federal, mas dando o nosso toque. Nesse caso, por exemplo, com o apoio exclusivo da prefeitura, Zé Martins disponibilizou colírio, despesas com passagens e alimentação, dando condições para que o povo de Bequimão consiga ter acesso a essas políticas”, destacou o secretário, que acompanhou o grupo enquanto aconteciam as cirurgias.

Prefeito Zé Martins junto com os pacientes na sala de espera antes da cirurgia

Prefeito Zé Martins junto com os pacientes na sala de espera antes e depois da cirurgia

Quem também esteve na clínica foi o prefeito Zé Martins. Após cumprimentar as pessoas que esperavam pelo atendimento, ele se deslocou até a sala de recuperação, para ficar ao lado dos pacientes que haviam feito cirurgias. Durante visita aos pacientes, o prefeito não escondeu sua felicidade em poder contribuir para o bem estar de seu povo.

“Nosso empenho é para que a população de Bequimão consiga sempre amparo na saúde. É por isso que melhoramos as condições da Unidade Mista e das UBS’s, além disso, temos um dos hospitais mais equipados da região e com uma equipe altamente capacitada e dedicada”, comentou Zé Martins.

VISÃO NOVA

A cirurgia de catarata é considerada um procedimento simples, feita em mais ou menos 10 minutos. Uma espécie de lente natural do olho, chamada de cristalino, é removida e substituída por uma lente artificial, tecnicamente conhecida como lente intraocular. Depois da cirurgia, as pessoas que estavam com dificuldades de enxergar por causa da catarata recuperam a visão.

Prefeito Zé Martins ao lado de um paciente da comunidade Macajubal

Prefeito Zé Martins ao lado de um paciente da comunidade Macajubal e do vereador Doutor

O trabalhador Gonçalo Ferreira Coelho, de 58 anos, morador do povoado Macajubal, já estava com dificuldades de fazer suas atividades do dia a dia. “As coisas se misturam muito na minha vista. Estou feliz agora e contando de chegar melhor e enxergar bem, pra fazer minhas atividades, eu já não conseguia enxergar mais nada. Gonçalo, fez cirurgia para retirada de Pterígio (Carne no olho). Esse programa ajuda muita gente, tudo é por conta do prefeito Zé Martins, a gente trás apenas o olho e mais nada”, comentou em tom de felicidade.

O trabalhador Gonçalo Ferreira Coelho de 58 anos, morador do povoado Macajubal

O trabalhador Gonçalo Ferreira Coelho de 58 anos, morador do povoado Macajubal

Os moradores da comunidade Santa Flor, Dinalva França Pereira, de 40 anos e Josemar Pereira Gonçalves, de 45 anos, também fizeram cirurgia para retirada de Pterígio, ambos do olho esquerdo. Josemar não mediu palavras para falar do mutirão. ”É uma coisa muito importante que o prefeito está conseguindo. Isso nunca tinha acontecido”, reconheceu o morador do povoado Santa Flor.

Josemar Pereira, de 45 anos e Dinalva França, de 40 anos, moradores da comunidade Santa Flor

Josemar Pereira, de 45 anos e Dinalva França, de 40 anos, moradores da comunidade Santa Flor

O grupo de pacientes foi acompanhado pela agente de saúde Maria Lúcia, além de familiares.

Os pacientes de bequimão acompanhados da Agente de Saúde, Maria Lúcia

Os pacientes de bequimão acompanhados da Agente de Saúde, Maria Lúcia após cirurgias

Prefeito Zé Martins lembra da importância do Servidor Público para o crescimento de município ou de uma Nação

Prefeito Zé Martins divulga mensagem aos funcionários públicos pelo dia do servidor

Zé Martins divulga mensagem no Facebook aos funcionários públicos pelo dia do servidor

O prefeito de Bequimão, Zé Martins (PMDB), escreveu mensagem em sua página na rede social, Facebook para os servidores públicos. A data sempre é lembrada pelo gestor, que vem valorizando o serviço público e principalmente os servidores. Desde janeiro de 2013, Zé Martins, após assumir a administração do município, vem mantendo os salários em dia e dando todas as condições de trabalho aos servidores. Para Zé Martins, honrar com seus compromissos, sempre será sua grande meta de gestão.

No dia 28 de outubro comemora-se o dia do funcionário público. A data foi instituída no governo do presidente Getúlio Vargas, através da criação do Conselho Federal do Serviço Público Civil, em 1937.

Em 1938 foi fundado o Departamento Administrativo do Serviço Público do Brasil, onde esse tipo de serviço passou a ser mais utilizado.

As leis que regem os direitos e deveres dos funcionários que prestam serviços públicos estão no decreto Nº 1.713, de 28 de outubro de 1939, motivo pelo qual é o dia da comemoração desse profissional.

Em 11 de dezembro de 1990, foi publicado o novo Estatuto dos Servidores Públicos Civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais, a Lei Nº 8.112, alterando várias disposições da antiga lei, porém os direitos e deveres desses servidores estão definidos e estabelecidos na Constituição Federal do Brasil, além dos estatutos das entidades em que trabalham.

Os serviços públicos estão divididos em classes hierárquicas, de acordo com os órgãos dos governos, que podem ser municipais, estaduais ou federais. Os serviços prestados podem ser de várias áreas de atuação, como da justiça, saúde, segurança, Educação, etc.

Os servidores públicos devem ser prestativos e educados, pois trabalham para atender a população civil de uma localidade.

 

Meio Ambiente debate sobre caça predatória da jaçanã em Bequimão

Jaçanã: O pássaro mai cobiçado pelos caçadores da baixada

Jaçanã: O pássaro cobiçado pelos caçadores

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo de Bequimão (SEMATUR), iniciou trabalho de conscientização nas Comunidades quanto a caça indiscriminada da jaçanã nos campos bequimãoenses. A primeira reunião ocorreu na Comunidade Quilombola de Ariquipá e contou com a presença de representantes das Comunidades de Flechal, Mucambo, Monte Palma, Águas Belas e São Pedro.

A jaçanã é uma ave migratória e tem sua reprodução garantida por lei, só que isso não vem sendo observado em Bequimão e municípios da Baixada, já que o “Pássaro”, além de servir para alimentação, é utilizado como fonte de renda.

Secretária Keila Soares explicando a situação da caça ilegal

Keila Soares explicando a situação da caça ilegal

De acordo com a secretária Keila Soares, inúmeras denúncias estão chegando ao conhecimento da secretaria de Meio Ambiente sobre a caça ilegal da jaçanã. “Ações efetivas de conservação da jaçanã são cada vez mais necessárias e urgentes, já que, além da caça indiscriminada, a escassez da chuva na região tem contribuído para a diminuição da espécie, principalmente, no que diz respeito ao seu ciclo reprodutivo nos nossos campos da baixada maranhense”, descreveu a secretária.

Moradores atentos a reunião com a secretária

Moradores atentos a reunião com a secretária

Durante a reunião foi relatado pelos moradores que caçadores de outras regiões e municípios estão caçando indiscriminadamente nos campos de Bequimão. Estas informações estão sendo levantadas para que a SEMATUR providencie a notificação dos possíveis infratores e tome as medidas legais necessárias, conforme a Lei em vigor.

A SEMATUR inicia esta campanha junto as Comunidades locais, utilizando-se destas reuniões presenciais, mas também da impressão de material informativo para distribuição, de comunicados pela rádio, e de parcerias com outras instituições da sociedade civil organizada. Ainda esta sendo planejada uma possível audiência pública com a promotoria de justiça, órgãos ambientais e demais autoridades competentes.

Comunidades entendem o problema da caça ilegal

Comunidades entendem o problema da caça ilegal

CRIMES CONTRA A FAUNA

A lei Nº 9.605 de 12 de fevereiro de 1998 (Lei de Crimes Ambientais), no Art. 29, diz:  Matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida;  quem impede a procriação da fauna, sem licença, autorização ou em desacordo com a obtida; quem modifica, danifica ou destrói ninho, abrigo ou criadouro natural; quem vende, expõe à venda, exporta ou adquire, guarda, tem em cativeiro ou depósito, utiliza ou transporta ovos, larvas ou espécimes da fauna silvestre, nativa ou em rota migratória, bem como produtos e objetos dela oriundos, provenientes de criadouros não autorizados ou sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente; pode sofrer pena de detenção de seis meses a um ano, e multas que podem chegar até R$ 5.000,00 por animal apreendido.

 

Por: SEMATUR/Bequimão

 

 

Secretaria Municipal de Saúde de Bequimão aderiu Campanha de Vacinação Antirrábica 2015

Imagens da equipe de Vacinadores no dia D na Praça do Cemitério

Imagens da equipe de saúde e Vacinadores no dia D na Praça do Cemitério dia 28 de setembro

A campanha Nacional de vacinação Antirrábica 2015, direcionada aos caninos e felinos, contra raiva para cachorros e gatos, teve seu dia “D” marcado para 28 de setembro com o prazo de encerramento em 30 de outubro. Em Bequimão, o dia D foi realizado na Praça 02 de novembro (Praça do Cemitério) das 7:30h às 17h. Durante a campanha, a Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com os Agentes Comunitários de Saúde de Bequimão, tem realizado um grande trabalho no combate a raiva animal.

Equipe

Equipe de vacinadores reunida na saída para o trabalho de vacinação de animais na cidade

Até o fim de outubro, às equipes de vacinadores do município, estarão fazendo as visitas de busca ativa dos animais ainda não vacinados em toda região do município. As equipes realizam a campanha de casa em casa, tanto na zona Urbana, quanto na zona Rural. A meta é cumprir o cronograma nacional.

Momento da abordagem e vacinação do animais nas casas

Momento da abordagem e vacinação do animais nas casas pela equipe de vacinadores

O município de Bequimão, conta com uma equipe de 28 vacinadores, formados em 14 duplas, onde as equipes se dividem entre sede e zona rural fazendo a cobertura vacinal em todos os povoados do município. Para a secretária adjunta de saúde, Ramone Araújo, o município de Bequimão vem cumprindo as metas do Ministério da Saúde.

“A nossa meta é vacinar 4.700 cães e 3.300 gatos, somando um total de 8.000 animais a vacinar em todo território bequimõense. A campanha no município está sendo de grande importância e bem aceita pela comunidade, até o presente momento já atingimos 92% de cobertura vacinal. Lembrando que temos até o dia 30 de outubro para batermos nossa meta com 100% de cobertura”, destacou Ramone.

A chegada dos vacinadores nas residências na zona rural de Bequimão

A chegada dos vacinadores nas residências na zona rural de Bequimão e preparação da dose

Durante toda campanha vacinal, a Secretaria de Saúde, tem tido todo apoio logístico da prefeitura de Bequimão, onde o prefeito Zé Martins (PMDB), tem investido grandemente na saúde do município, tanto na cura, quanto na prevenção.

 

Fotos: Rodrigo Martins   –  Vejam mais Fotos no Clube da Foto de Bequimão

ARTIGO:Transformação pelo conhecimento

Autor:João Martins

João Martins (Superintendente do Sebrae-MA)

João Martins (Superintendente do Sebrae-MA)

“A diferença que fizemos nas vidas dos outros é que vai determinar o significado da vida que levamos”. Com esta frase, o líder sul-africano Nelson Mandela definiu a importância das realizações que podemos fazer pela terra onde vivemos. E é com este mesmo espírito que temos trabalhado no Circuito das Feiras de Agricultura Familiar e Agrotecnologia, as Agritecs. Nós, do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Maranhão, irmanados com parceiros, temos nos esforçado para levar conhecimento de novas tecnologias e técnicas para os agricultores familiares maranhenses.

As Agritecs realizadas em São Bento e Açailândia, por iniciativa do poder público estadual, com importantes parceiros governamentais e de instituições de fomento, como a Embrapa, tiveram como principal foco a disseminação de novas tecnologias, de técnicas de manejo recentemente desenvolvidas ou aperfeiçoadas, novas formas de fazer gestão de propriedades rurais, empreendedorismo e associativismo rural, como forma de distribuir riqueza de maneira justa e socialmente correta.

Já participamos como correalizadores de duas edições e temos certeza que estamos ajudando na transformação da realidade dos 858 mil maranhenses que vivem da agricultura familiar, ao lhes passar conhecimento para que possam aprimorar suas atividades e produzir cada vez mais, com eficiência e sustentabilidade.

Nas duas edições, milhares de agricultores familiares, pequenos produtores rurais e potencias empresários do campo foram capacitados e sensibilizados para a aplicação das melhores técnicas e expostos à tecnologia e inovação para o campo.

Mostramos inovações como o projeto Balde Cheio, uma tecnologia de gestão de propriedades rurais com foco na produção leiteira desenvolvida pela Embrapa São Carlos e implantada e adaptada à nossa realidade local pelo Sebrae, com resultados extraordinários na região tocantina, e outras regiões, como nos municípios de Grajaú e Bacabal.

Alguns produtores estão produzindo cinco vezes mais leite do que antes de aderir à tecnologia, apenas com ajustes na gestão da sua propriedade. É uma vitória e tanto e sabemos que está deixando um legado que chegará às próximas gerações. Temos relatos de produtores cujos filhos haviam trocado o campo pela cidade e que já estão voltando para a lida com o gado leiteiro por causa dos bons resultados gerados pelo Balde Cheio. E resultados como este apenas confirmam que estamos ajudando a fazer a diferença.

Nas duas Agritecs já realizadas também exibimos técnicas de manejo para tanques escavados para piscicultura que tem dado resultados, como os que foram aplicados no povoado de Itans, em Matinha, orgulhosamente um dos nossos grandes casos de sucesso, com excelentes resultados da parceria do poder público, instituições de fomento e pequenos produtores.

Apresentamos, ainda, nessas oportunidades, os resultados que as propriedades assistidas pelo Sebrae obtiveram na produção de farinha, mel e seus derivados, carne e leite de ovinos, doces, entre outros produtos rurais.

Vemos, assim, novas e grandes oportunidades de ampliar não só o alcance de nossas ações, mas os resultados dos 17 projetos que o Sebrae mantém na carteira de Agronegócios, com foco no apoio ao pequeno produtor rural maranhense. Isso nos leva de volta às palavras de Mandela, e nos mostram a diferença que estamos provocando e o que ainda podemos fazer na construção de um Maranhão mais produtivo e competitivo, a partir do conhecimento, da inovação e do desenvolvimento das potencialidades de cada região.

JOÃO MARTINS é diretor superintendente do Sebrae no Maranhão e especialista em Planejamento e Desenvolvimento Sustentável pelo Instituto Interamericano de Cooperação para Agricultura (IICA).

 

por A Tribuna de Bequimão

Liderança do MOQUIBOM entrega documento de parceria ao Prefeito Zé Martins

Prefeito Zé Martins ao lado do líder Quilombola do município de Bequimão

Prefeito Zé Martins ao lado de Pinininho, líder Quilombola  na entrega do contrato com o SENAC

Durante Encontro das Quebradeiras de Coco realizado na Comunidade Quilombola de Santa Tereza, zona rural do município de Bequimão, na região da baixada maranhense, o prefeito Zé Martins (PMDB), foi recebido por lideranças Quilombolas. O morador da comunidade Conceição e que toda população bequimõense o conhece como “Pinininho” e que se tornou uma grande liderança do Movimento dos Quilombolas da Baixada Maranhense (MOQUIBOM), entregou nas mãos do prefeito Zé Martins, o contrato do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial- SENAC.

 A parceria entre o SENAC e o MOQUIBOM, vai beneficiar 350 pessoas com curso de informática e manutenção de computadores através da carreta do SENAC. O pedido foi feito pela Comunidade Quilombola da Conceição onde metade das vagas será destinada as Comunidades Quilombolas do município de Bequimão.

Durante a qualificação, os bequimõenses vão poder aprender uma profissão, que vai garante a cada aluno a oportunidade de ingressar no mercado de trabalho. Além disso, os beneficiados vão poder além de entrar no mercado de trabalho, ingressar no ramo do empreendedorismo, e futuramente gerar emprego em Bequimão.

Para o prefeito Zé Martins, o momento é de buscar novas qualificações e MOQUIBOM, mais uma vez, mostra a contribuição que está dando ao município de Bequimão. “É uma grande oportunidade de termos novos bequimõenses qualificados para o mercado de trabalho. Temos que aproveitar a oportunidade, principalmente tendo que se prepara sem sair daqui. O SENAC é referência em qualificar novos profissionais e isso não aparece todo dia”, declarou o prefeito.

 

Foto: Rodrigo Martins

Fonte: SEMATUR-BEQ

Quebradeiras de Coco Babaçu realizam Encontro no Quilombo Santa Tereza em Bequimão (MA)

ENCONTRO PRODUTIVO:

Prefeito Zé Martins (PMDB), visita moradoras quebradeiras de coco das comunidades quilombolas.

Prefeito Zé Martins (PMDB), visita moradores  nas comunidades Quilombolas bequimõenses.

Reunidas no último sábado (10) no Quilombo Santa Tereza, zona rural do município de Bequimão (MA), mulheres camponesas organizadas no Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu (MIQCB). Cerca de 50 mulheres das Comunidades Quilombolas de Santa Tereza, Pericumã, Ariquipá, Marajá, Sibéria, entre outras, promoveram um grande encontro para discutir e trabalhar as questões relativas à organização política e ao fortalecimento do Movimento das Quebradeiras de Coco em Bequimão.

Momento do encontro com as quebradeiras de côco das comunidades quilombolas

Momento do encontro com as quebradeiras de coco das comunidades Quilombolas de Bequimão

O Encontro contou com a participação de Quebradeiras de Viana, Matinha e outros municípios que formam a Regional do MIQCB na Baixada Maranhense. Esta participação colabora para a compreensão dos aspectos da organização social e política dessas mulheres, sendo fundamental para entender as vivências, experiências e memórias das profissionais.

Prefeito Zé Martins explanando seus projetos visando os trabalhadores do município

Prefeito Zé Martins (PMDB) explanando seus projetos visando os trabalhadores de Bequimão

A pauta do encontro tratou da Política de Garantia de Preços Mínimos para a Sociobiodiversidade – PGPM-Bio que atua como instrumento de subvenção direta, de modo que a produtora tenha garantido um valor mínimo, caso o preço de mercado esteja abaixo daquele estabelecido pelo Governo Federal. Vale destacar que a PGPM-Bio é o único instrumento direto destinado a auxiliar as cadeias produtivas do extrativismo. Os preços médios de mercado, praticados nos Estados produtores de amêndoa de babaçu em que há coleta realizada pela Conab (Ceará, Maranhão, Piauí e Tocantins) variaram de R$ 1,01/Kg (Ceará) a R$ 1,70/Kg (Piauí) no mês de junho de 2015. Dessa forma, verifica-se que os preços médios da amêndoa de Babaçu encontram-se abaixo do preço mínimo vigente para a safra 2015/2016, no valor de R$ 2,49/Kg, em todas as localidades em que há a coleta de preços por esta Companhia.

 

PROGRAMAÇÃO DO ENCONTRO

Como parte da programação, foram discutidas as questões produtivas, mercado local e políticas de inserção para as Quebradeiras. A inclusão do mesocarpo do babaçu na merenda escolar municipal e a aquisição da produção local são lutas travadas pelo Movimento.

As Quebradeiras de coco buscam estar inseridas num processo de produção que possa lhes proporcionar melhores condições de vida”, afirmou a Srª Rosa (dirigente do MIQCB).

Quebradeiras de Côco da área de quilombos do município de Bequimão

Quebradeiras de Coco da área de quilombos do município de Bequimão na baixada

O prefeito Zé Martins (PMDB), que se fez presente nas discussões do Encontro, enfatizou as ações realizadas nas áreas de infraestrutura, educação e saúde para as Comunidades Quilombolas em Bequimão, e colocou-se a disposição para dialogar com o Movimento para estabelecer condições e políticas que concretizem as demandas discutidas no encontro. Zé Martins, ainda enfatizou seu compromisso com o fortalecimento da agricultura familiar e de promover projetos que contemplem os meios de produção e comercialização das Comunidades Rurais de Bequimão.

ENTRE OS PRINCIPAIS ENCAMINHAMENTOS DO ENCONTRO, DESTACAMOS:

  • Agenda de acompanhamento por parte do Movimento e das entidades parceiras;
  • Audiência com o gestor municipal para ampliar uma agenda positiva sobre a produção e inserção de produtos nos programas de compra local (PPA e PNAE).

O Encontro foi organizado pela Comissão Pastoral da Terra (CPT/Pinheiro); Movimento dos Quilombolas da Baixada Ocidental Maranhense (Moquibom), e pelo Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu (MIQCB). E contou com o apoio do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Bequimão (STTR) e da Prefeitura Municipal de Bequimão (MA) para a realização deste primeiro encontro.

AS QUEBRADEIRAS E O MOVIMENTO INTERESTADUAL DAS QUEBRADEIRAS DE COCO (MIQCB)

Prefeito Zé Martins ao lado do líder Quilombola do município de Bequimão

Prefeito Zé Martins (PMDB) ao lado do líder Quilombola do município de Bequimão

A história das mulheres maranhenses se mistura com a do babaçu. Ali desde cedo elas aprendem um ofício que é passado de mãe para filha: o de quebradeira de coco. No Maranhão, cerca de trezentas mil pessoas vivem da extração do coco do babaçu, 90% são mulheres. As quebradeiras de coco utilizam o babaçu como fonte da sua manutenção familiar. Como consumo próprio as palhas cobrem casas, os talos fazem cercas, da palmeira morta usam o adubo, das amêndoas produzem o azeite e o leite para temperar os alimentos, da casca se faz carvão renovável e com o mesocarpo (amido) preparam mingaus, bolos… Na relação com o mercado elas comercializam as amêndoas largamente utilizadas pelas indústrias de óleos, margarinas, sabões, cosméticos, material de limpeza, diversos artesanatos produzidos da palha e do endocarpo, o mesocarpo tanto é usado como complemento alimentar como em produtos de cosméticos, a casca e o endocarpo são cobiçados pelas empresas para carvão e produção de energia limpa.

O MIQCB tem como missão “Organizar as quebradeiras de coco babaçu para conhecerem seus direitos, defenderem as palmeiras de babaçu, o meio ambiente e a melhoria das condições de vida nas regiões de extrativismo do babaçu”.

ESTIVERAM AINDA PRESENTES NAS DISCUSSÕES DO ENCONTRO:

 Fabinho (CPT/Pinheiro), Pinininho (Moquibom), Agnaldo (presidente STTR), Zé Raimundo (ex-presidente STTR), Edmilson Pinheiro (SEMATUR), Sergio Rodrigo (Agente de Desenvolvimento Municipal) e Assessoras do MIQCB.

Fotos: Sérgio Rodrigo

Por: SEMATUR/Bequimão                                  Vejam mais Fotos no Clube da Foto de Bequimão