Sebrae e TCE-MA têm ação conjunta com foco em Compras Governamentais

O diretor-superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins e o presidente do TCE-MA, João Jorge Jinkings Pavão

O diretor-superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins e o presidente do TCE-MA, João Jorge Jinkings Pavão

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Maranhão (Sebrae) treinou servidores do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA) com o curso Compras Governamentais de Micro e Pequenas Empresas (MPE), com o objetivo de implementar ações para fomentar a aplicação do Estatuto Nacional da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte por meio das compras governamentais.

A iniciativa é fruto do convênio assinado pelas duas instituições em dezembro de 2015. A ação é a primeira do tipo no país em 2016 e treinou cerca de 30 servidores do TCE-MA.

De acordo com o diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, o curso programado para esta semana será a primeira ação no Brasil este ano dentro do convênio. “O TCE fiscaliza os municípios, portanto precisamos capacitar seus agentes para que possam entender as peculiaridades do Estatuto, ainda mais com as alterações feitas em 2015, em especial, a obrigatoriedade de licitações específicas para MPE nas aquisição de bens e serviços no valor de até R$ 80 mil, e nas cotas de 25% para bens de natureza divisível”, comentou Martins.

” É bastante significativo para nós que uma das primeiras atividades de nossa Escola de Controle Externo neste ano seja este treinamento, que traz o selo de qualidade das ações desenvolvidas pelo Sebrae. Cada vez mais, os Tribunais de Contas investem em treinamento, orientando os gestores sobre a melhor maneira de aplicar os recursos públicos. Já não se trata apenas de garantir que os recursos sejam aplicados corretamente do ponto de vista legal, mas sim onde são realmente necessários para gerar mais qualidade de vida para a coletividade. Esse caráter estratégico ganha mais relevância ainda na realidade local, diante das imensas desigualdades que afligem nosso Estado, um dos mais carentes da federação. Carências que não devem nos desanimar, mas fazer com que redobremos nossos esforços pela sua superação. Sebrae e Tribunal de Contas tem muito a fazer nesse sentido”, afirmou o presidente do TCE-MA, João Jorge Jinkings Pavão.

O curso aconteceu nos dias 25 e 26, com duas turmas com quatro horas de duração. O objetivo do curso é atualizar os servidores no Estatuto Nacional da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte e o impacto da Lei Complementar 147/2014 nas legislações de contratação pública, margem de preferência, sustentabilidade e a perspectiva a ser trabalhada na visão dos Tribunais de Contas na atuação com a política de incentivo às MPE’s.

O curso de Compras Governamentais de MPE’s foi ministrado pelo consultor ministrada pelo consultor Maurício Zanin, formado em administração pública pela UNESP/SP, pós Graduando em Gestão Pública pela FGV, conteudista da temática de compras governamentais no Sebrae Nacional e elaborador da metodologia de compras públicas para comprador e fornecedor.

O presidente do TCE-MA, João Jorge Jinkings Pavão (centro), com a representante do Sebrae, Graça Baldez, e o consultor Maurício Zanin

O presidente do TCE-MA, João Jorge Jinkings Pavão (centro), com a representante do Sebrae, Graça Baldez, e o consultor Maurício Zanin

Anúncios
por A Tribuna de Bequimão

Sebrae e Prefeitura de Bequimão promovem curso sobre gestão de pessoas

DSC_5749Trinta e cinco empresários e potenciais empreendedores do município de Bequimão estão fazendo o Curso de Gestão de Pessoas promovido pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Maranhão (Sebrae/MA), em parceria com a Prefeitura Municipal de Bequimão. O curso iniciou na segunda-feira (22) e se estenderá até a próxima sexta-feira (26), no Colégio Bequimãoense.

Na formação, o participante é estimulado a desenvolver suas habilidades para atrair, desenvolver e manter talentos, além de saber como valorizar, da melhor forma, as pessoas que trabalham em sua empresa. O empregado é considerado um ponto importante para o crescimento do negócio.

“O curso dá ferramentas para o empresário gerir melhor a equipe, além de mostrar técnicas que podem contribuir para o desenvolvimento da empresa por meio do bom desempenho dos funcionários”, explica a instrutora do curso, Vanda Pereira.

Abertura do curso

Participaram da abertura do curso a gerente regional do Sebrae, da Unidade de Pinheiro, Rosa Amélia Borges; o secretário de Indústria e Comércio, Ademar dos Santos Costa, que representou o prefeito de Bequimão, Zé Martins; e o agente de desenvolvimento, Rodrigo Martins.

Rosa Amélia comentou a parceria com a entre Sebrae e Prefeitura de Bequimão para a realização de uma extensa programação de ações, com foco no desenvolvimento regional. O secretário Ademar Costa também ressaltou a a relevância desse trabalho em conjunto. “Para o município de Bequimão, será de extrema importância, uma vez que reconhecemos o Sebrae como uma instituição comprometida com o crescimento local”, disse.

Para o agente de desenvolvimento Rodrigo Martins, a aceitação do curso pelos empresários locais e estudantes demonstra a necessidade de realizar outras formações voltadas aos pequenos empresários de diversos segmentos de atividade econômica.

Fotos: Rodrigo Martins

Estradas vicinais chegam às comunidades Oral e Oralzinho, em Bequimao

IMG_1862

Prefeito Zé Martins visitou a região durante a realização da obra

Poucas pessoas de Bequimão devem saber da existência dos povoados Oral e Oralzinho, na região do Buritirana. É que essas comunidades, até uns meses atrás, eram de difícil acesso; os moradores transitavam somente por “caminhos”, que são trilhas abertas no meio da mata. Mas essa realidade mudou. O prefeito Zé Martins construiu estradas vicinais, beneficiando dezenas de famílias.

A obra começou na MA 106, passando pelos povoados Goiabal, Rola, Marajatíua, Buritirana, Oral e Oralzinho. No total, foram 15km de estradas recuperadas, nos trechos já existentes, ou construídas, onde só havia os caminhos. “A estrada era ruim demais. Palmeira fechada, dava luta de carro vim aí. Era só uma estradinha pequena. Agora pode passar dois carros emparelhados que não se bate; é moto, é tudo. É mais ligeiro agora pro cara fazer uma viagem. Ficou muito bacana mesmo”, contou o morador do povoado Oralzinho, Antônio Luís Lopes Ferreira, de 28 anos.

Moradora do Buritirana desde que nasceu, há 59 anos, Joana Elisia Veloso Sousa lembrou que a velha estrada era de um barro escorregadio. As histórias de sofrimento para chegar até o asfalto da MA 106, entretanto, ficaram no passado. “Agora virou uma estrada maravilhosa. Eu sofri muito indo daqui até a estrada. Pela madrugada, caía, levantava, escorregava. Mas está tudo bem, graças a Deus. Depois que Zé Martins é prefeito, melhorou 100%”, destacou.

A região é muito bonita, cercada de campos alagados e ampla área de palmeiras. Pela estrada, também se pode ver a força da produção pecuária nesses povoados. “Estamos criando condições de acesso a comunidades que nunca tinham sido lembradas em outras administrações. Com isso, facilitamos o deslocamento das pessoas e também favorecemos a inclusão produtiva, porque fica mais fácil escoar os produtos dos agricultores e pecuaristas”, ressaltou o prefeito Zé Martins.

A Prefeitura Municipal de Bequimão, nos últimos dois anos, já recuperou mais de 300km de estradas vicinais. É a maior obra desse gênero já realizada por uma administração no município.

Sebrae vai realizar curso de Gestão de Pessoas na cidade de Bequimão

SEBma

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Maranhão (Sebrae-MA), em parceria com a Prefeitura Municipal de Bequimão, convida os pequenos empresários, empreendedores individuais, micro empreendedores individuais e estudantes para fazerem o Curso Gestão de Pessoas.

O curso será realizado de 22 a 26 de fevereiro das 19h às 22hs, no Colégio Bequimãoense, localizado na Rua Presidente Vargas, próximo a Praça de Santo Antônio, no centro da cidade.

O investimento é R$ 30,00 com direito a certificado e consultoria. O Curso objetiva capacitar o pequeno empresário para o exercício da gestão de Pessoas, permitindo que o mesmo adquira conhecimentos no sentido de potencializar a capacidade empresarial para atrair, desenvolver e manter talentos.

sebrae beq

MAIS INFORMAÇÕES:

Unidade Regional do SEBRAE Pinheiro – MA

Fone: (98) 3381 2711 / 3381 3843

 98177 4197 – Robson

Prefeitura Municipal de Bequimão

Fone: (98) 98143 4903 – Ademar Via Paulista/

 98141 8394 – Rodrigo Martins

 

por A Tribuna de Bequimão

Praça lotada para curtir as atrações dos cinco dias do Carnaval de Bequimão

DSC_4621Estávamos devendo as fotos das bandas que se apresentaram nos cinco dias do Carnaval “Abre Alas” de Bequimão 2016. A Praça 02 de Novembro ficou lotada durante toda a folia, num clima de alegria, descontração e segurança, que já se tornou marca da folia momesca promovida pela Prefeitura de Bequimão, na administração do Prefeito Zé Martins.

O que se ouvia dos foliões era só elogios e contentamento pelo resgate do carnaval bequimãoense. Alguns conterrâneos que anos atrás deixaram de passar a folia em sua terra natal voltaram a encontrar motivação para vir e trazer familiares e amigos. A animação à noite, na praça, era reflexo da movimentação que se via durante todo o dia, nas ruas, avenidas, em frente às casas.

A programação e organização agradaram também quem escolheu passar o carnaval em Bequimão pela primeira vez, como é o caso do piauiense Rosaldo Rocha. “Eu ando em 50 cidades e represento uma empresa de sorvetes. Bequimão está de parabéns com o carnaval que aqui hoje está. O prefeito Zé Martins está de parabéns. Tem muita gente bonita e banda boa”, disse.

Atrações

Na sexta-feira de carnaval (05), subiram ao palco as bandas Macário, Tricha e Brasas do Forró. O sábado (06) foi animado pelas bandas Ajayô, Oz Bambaz e a grande surpresa da noite Axefona, que agitou a galera.  No domingo (07), teve Macário, Chegadões do Forró, Bruno Shinoda e Banda Miragem.

Reveja como foi a abertura do Carnaval “Abre Alas” de Bequimão 2016

A segunda-feira de carnaval (08) começou com o Show da Alegria, no Vesperal das Crianças. Logo depois, a banda Bahamas da Bahia e Gasparzinho fizeram a alegria dos foliões. Para encerrar em grande estilo a programação do reinado de Momo, na terça-feira (09), teve Macário, Banda Astral, Bicicletinha do Samba e Thiaguinho Mala Mansa.

“Nos cinco dias de folia, milhares de pessoas lotaram a praça onde as bandas se apresentaram. Também demos uma atenção especial aos blocos tradicionais e alternativos. Tudo ocorreu em paz e com muita alegria, demonstrando que acertamos na programação organizada com muito carinho e dedicação”, avaliou a secretária municipal de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, Dinha Pinheiro.

O prefeito Zé Martins lançou uma nota de agradecimento. “Meus sinceros agradecimentos aos foliões e às folionas que encheram de alegria os cinco dias do Carnaval “Abre Alas” de Bequimão 2016. Com muito esforço e carinho, vencemos as adversidades e organizamos uma programação à altura do povo de Bequimão e de seus visitantes. Fizemos uma festa bonita, alegre, vibrante, segunda e dando espaço às manifestações culturais do próprio município”, destacou o prefeito.

Fotos: Rodrigo Martins

QUER VER TODAS AS FOTOS DO CARNAVAL 2016 EM BEQUIMÃO? 

ENTÃO CLICK AQUI E ACESSE O CLUBE DA FOTO DE BEQUIMÃO

 

Bequimãoense colecionador de vinil tem acervo com mais de cinco mil peças

JOAQUIM

SÃO LUÍS – O funcionário público e produtor cultural Joaquim Zion, 52 anos, tornou-se um dos maiores colecionadores de vinil de São Luís. Apaixonado pela música e nascido em berço cercado por cultura, ele possui em seu acervo pessoal mais de cinco mil bolachões, com uma mistura de ritmos que vai do reggae a música clássica.

Natural do município de Bequimão, desde pequeno Joaquim aprendeu com seu pai a apreciar a boa música. Gilberto Gil, Fagner, Milton Nascimento foram alguns dos artistas que fizeram a trilha sonora de sua infância e juventude. “O meu pai ouvia muita música, nós acordávamos e ele já estava ouvindo rádio. A gente tinha uma vitrola e, a partir daí, eu comecei a pegar esses discos e ouvir. Com o tempo, fui querendo comprar meus discos e, naquela época, passavam ambulantes na rua vendendo. Meu pai comprava os dele e perguntava se eu queria escolher, também”. Relembra.

Desde então, Joaquim começou a comprar e guardar com muito carinho os vinis. Os primeiros discos que obteve foram de cantores da Música Popular Brasileira (MPB), como Alceu Valença, Djavan (do qual possui uma coleção completa) e Belchior, este último que foi muito importante na sua vida. “Eu comprei o primeiro disco de sucesso do Belchior, Alucinação, que foi fundamental para mim, pois a partir dele eu me interessei mais por música nacional”, disse.

Entretanto, as canções não são os únicos atrativos que chamam a atenção dele. Estética, conteúdo do encarte e detalhes das composições deixam os vinis mais especiais.

Zion possui uma vasta coleção de disco, contendo reggae, funk americano, soul musicjazz, blues, MPB, grandes disco de samba. E, mesmo com o grande acervo, ele continua comprando. Entretanto, relata que obter os discos não é uma tarefa fácil.

“Em um determinado momento houve um rompimento disso aqui (venda de vinil) no Brasil, não houve mais produções de vinil no país. Mas os discos continuaram lá fora, os cantores continuaram lançando seus vinis no exterior. Por isso eu compro em sites internacionais. Mas, eu achei um site brasileiro que, além de vender de outros artistas, produz o produto”, afirma.

Para ele, a cultura do vinil está bem aquecida no Brasil, e que os artistas atuais estão em busca de reproduzirem suas canções em bolachões. Com isso, as empresas estão voltando a investir neste tipo de setor da indústria musical.

“Está vindo uma nova fábrica para o país. Estão montando em São Paulo, devido à demanda que o único produtor não está conseguindo atender. Muitos artistas nacionais estão procurando. No início da era vinil, era mais para cantores alternativos. Hoje, não. A coisa está tão forte que até os cantores estão reprensando em bolachões seus álbuns, a exemplo de Chitãozinho e Xororó, que lançaram o disco novo. Luan Santana, o Naldo lançou recentemente um LP, pois eles perceberam que existe um nicho e que as pessoas querem esse tipo de produto”, destaca.

Com a mudança para era digital, ele acredita que a música ficou banalizada. “A música digital é muito fria. O vinil é diferente, é mais estético, dá para ver quem gravou; o compositor da canção. No digital, o máximo que se vê é a capa do disco. Isso, de certa forma, banalizou a música, ela ficou descartável”, lamenta.

IMIRANTE.COM

 

 

por A Tribuna de Bequimão

Show da Alegria faz a festa da criançada no Carnaval de Bequimão

DSC_5083A criançada também teve espaço garantido na programação do Carnaval “Abre Alas” de Bequimão 2016. Na segunda-feira (15), os palhaços Patati Patatá cover comandaram o Show da Alegria, no Vesperal das Crianças, que aconteceu na Praça Dois de Novembro. A atração foi promovida pela Prefeitura Municipal de Bequimão, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Promoção da Igualdade Racial.

Embaladas por músicas famosas entre os pequeninos, as personagens fizeram coreografias, brincadeiras, concursos de dança e até desceram do palco para um trenzinho. Tudo com muita alegria e descontração. O show empolgou inclusive os adultos que acompanhavam as crianças.

A praça ficou lotada para ver Patati Patatá, Gammy Bear, Peppa Pig, Mickey, Minnie, Elsa e Olaf (Frozen). O prefeito Zé Martins participou da festa da criançada. “Nos carnavais que organizamos, sempre fica reservada uma tarde para atrações voltadas às crianças. É uma maneira de também envolvê-las nessa festa bonita que estamos promovendo em Bequimão. Para muitas, é uma chance ímpar de ficar bem perto das personagens que só conseguem ver na televisão”, destacou o prefeito.

O sorriso nos rostinhos foi a confirmação de que o Show da Alegria agradou!

Baile de Máscaras da Melhor Idade relembra antigos carnavais de salão

DSC_4138O Baile de Máscaras da Melhor Idade, que aconteceu no sábado de carnaval (06), lembrou os antigos bailes de salão. Realizado pela Associação da Melhor Idade de Bequimão (AMIB), o evento já é organizado há cinco anos e, nesta edição, entrou para o circuito do Carnaval “Abre Alas” promovido pela Prefeitura Municipal de Bequimão.

Com máscaras e fantasias, os idosos e as idosas deram um show de alegria, dançando ao som dos Metais de Sapo Boi, que tocaram marchinhas eternizadas nos carnavais de todo o Brasil. O pátio do Colégio os Batutinhas foi enfeitado com tecidos que remetiam às vestimentas do fofão, personagem característico do carnaval maranhense.

Dona Noca Martins, uma das mais animadas da noite, foi corada Rainha do Baile de Máscaras da Melhor Idade. Ela desfilou pelo salão e recebeu a faixa das mãos de Maria de Lourdes Martins (Dona Dilú), também uma das folionas que mais extravasou alegria pelo salão. O prefeito Zé Martins entregou a coroa.

“Eu gostei muito do baile. Foi o melhor de todas as edições que já fizemos. Esperamos ter sempre espaços assim, para que as pessoas da melhor idade possam se divertir. É muito importante para nós”, declarou a rainha Noca Martins. O Rei Momo e a Rainha do Carnaval participaram do baile.

Fotos: Rodrigo Martins

Blocos tradicionais e alternativos movimentam Carnaval de Bequimão

DSC_4521O brilho e o colorido dos blocos tradicionais e alternativos deixaram o carnaval bequimãoense ainda mais bonito. No domingo (07), os grupos desfilaram pelo circuito do Carnaval “Abre Alas”, organizado Prefeitura Municipal de Bequimão, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Promoção da Igualdade Racial. O prefeito Zé Martins acompanhou toda a programação.

Desde cedo, a batucada peculiar dos blocos tradicionais de Bequimão podia ser ouvida por toda a cidade. Foi um dia movimentado e alegre, como costuma ser o domingo gordo no município. “Nosso esforço é para manter viva a tradição dos blocos, que está na raiz do povo de Bequimão. Tem algo muito autêntico, muito nosso, nesse jeito de brincar o carnaval”, destacou a secretária de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, Dinha Pinheiro, que neste ano também foi brincante em um dos blocos.

O desfile dos blocos tradicionais foi aberto pelo “Arco-Íris do Samba”, do povoado Floresta. Em seguida, a passarela foi tomada pela alegria do “Bloco dos Idosos”, animado pelos metais de Sapo Boi. Também desfilou o irreverente “Bloco de Nhá Ursa”, da Estiva, com suas máscaras de gorila à frente.

As cores vibrantes do “Acadêmicos do Jacioca”, o mais novo “Contramão do Samba” e a batida forte da bateria do “Estrela do Samba” fizeram a alegria de quem assistiu ao desfile na passarela montada em frente à Praça Santo Antônio. O bloco alternativo “Os 300” encerrou a noite, fazendo um arrastão até o bar de Zé Coelho, no porto.

Confira as fotos do desfile dos blocos

Fotos: Rodrigo Martins