Sebrae atende 5,2 mil microempreendedores individuais na Semana do MEI

MARTINSO Sebrae no Maranhão atendeu mais de 5,2 mil microempreendedores individuais (MEI) durante a 8ª Semana Nacional do MEI. Com este resultado, a meta de realizar cerca de 3,5 mil atendimentos a MEI’s foi superada com folga e foi 51,9% maior do que o registrado em 2015. Além disso, 197 pessoas se registraram como MEI, o que dá uma média de 33 formalizações diárias nos seis dias de ação no estado.

Segundo a gerente da carteira de atendimento do Sebrae no Maranhão,  Magnólia Ewerton, que coordenou as ações da Semana Nacional do MEI deste ano, o grande volume de atendimento de empresários com este perfil se deu por causa das estratégias adotadas em 2016.

“Focamos as ações no Microempreendedores individuais. As oficinas e palestras foram organizadas em torne assuntos que afetam o dia a dia das operações deste tipo de negócios e convidamos os MEI’s para ações específicas”, observou Magnólia.

Além desses resultados de atendimento específico de MEI’s, o Sebrae realizou 6.058 orientações empresariais, capacitou 4845 pessoas em 229 oficinas e palestras e realizou 647 consultorias, totalizando 11.550 atendimentos.

Em 2016, foram programados cerca 310 ações, em 34 pontos de atendimento localizados em 28 municípios maranhenses. Em São Luís, foram 67 ações em cinco pontos de atendimento, onde foram realizados 1.424 atendimentos a MEI’s, 64 formalizações, 631 orientações empresariais, 293 capacitados em 21 palestras, 441 treinados em 21 oficinas e 87 consultorias.

PANORAMA

Hoje há mais de 83 mil MEI’s ativos no Maranhão em diversos setores da economia maranhense, porém a maior concentração está nos segmentos de beleza, comércio varejista de alimentos e comércio de refeições e lanches, que concentram 45% dos MEI’s maranhenses.

Para o diretor superintendente do Sebrae, João Martins, os resultados mostram o quanto este tipo de empreendedor é importante para a economia maranhense e brasileira. “Os MEI’s já representam 32% das empresas ativas no Maranhão. Há cinco anos eles não representavam nem 20%, o que mostra que os MEI’s vêm ampliando a sua participação no mercado maranhense. E Por isso o Sebrae realiza anualmente um conjunto de ações específica para este grupo de empresários”, comentou.

“Ao se tornar MEI, a pessoa ganha cidadania empresarial com o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) e, com isso, pode emitir nota fiscal, participar de licitações públicas, tem acesso mais fácil a empréstimos e se torna um segurado da Previdência Social, com benefícios como auxílio maternidade, auxílio doença, aposentadoria, entre outras vantagens”, enumerou Martins.

Texto e Foto: UMC/Sebrae

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s