Prefeito Zé Martins representa povo de Bequimão em assinatura da ordem de serviço para a construção da Ponte Bequimão-Central

assinatura-da-oO povo de Bequimão foi representado pelo prefeito Zé Martins na assinatura da ordem de serviço para a construção da Ponte sobre o Rio Pericumã, importante obra para o desenvolvimento da região. Na manhã desta terça-feira (27), o governador Flávio Dino autorizou o início imediato dos trabalhos, em cerimônia realizada no povoado Mafra, em Bequimão.

Uma grande caravana vestida de vermelho, formada por bequimãoenses que apoiam a administração de Zé Martins, lotou o evento. A construção da ponte que ligará Bequimão a Central, dando acesso mais curto a outros oito municípios, é um antigo sonho dos moradores locais. “Ao cumprimentar o governador, reforcei o pedido para que as vagas de emprego que serão geradas pela obra sejam destinadas à população dos municípios da região. Em Bequimão, já começamos um trabalho de formação de mão-de-obra, em parceria com o Sebrae, para que o nosso povo aproveite bem essa oportunidade”, destacou o prefeito Zé Martins.

dsc_1806

Serão investidos, na obra, mais de R$ 70 milhões, com geração de 400 empregos diretos. Depois de pronta, a expectativa é gerar mais dinamismo na economia dos municípios da região, favorecendo o crescimento da agricultura familiar, pesca, comércio e turismo. “Essa é uma das obras mais importantes de toda a região da Baixada. A região toda vai se desenvolver, porque vamos integrar a economia dos municípios e diminuir a distância até a nossa capital em quase 130 km. Bequimão se tornará um novo eixo de desenvolvimento”, frisou o deputado estadual Zé Inácio, que é filho do município.

A ponte Bequimão-Central terá 589 metros de extensão. Para sua construção, serão usadas técnicas avançadas de engenharia, que conseguem vencer algumas dificuldades, como a extensa lâmina de água (17 metros de espessura), os 26 metros de solo mole e a influência da maré.

Também participou do evento o superintendente do Sebrae/MA, João Martins, que teve papel decisivo na elaboração do Estudo Preliminar, que resultou na Planilha de Composição de Custos e no Termo de Referência. Esses documentos serviram de base para a elaboração do edital e para a licitação do projeto executivo, que aconteceu na gestão do então secretário de Infraestrutura do Estado, Luis Fernando Silva, no governo Roseana Sarney.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s