Empresários vimarenses viabilizarão ações após II Festival Gastronômico

No coração da Floresta dos Guarás, o lançamento do evento promovido pelo Sebrae, movimentou a economia de Guimarães e tornou-se opção de lazer para as famílias e visitantes no feriado da Semana Santa.

O município de Guimarães, na microrregião do Litoral Ocidental Maranhense, recebeu no sábado, 15, o último evento de lançamento do II Festival Gastronômico Delícias do Mar, realizado pelo Sebrae no Maranhão.

Na cidade coração da Floresta dos Guarás, mais de 400 pessoas foram ao Espaço Trapiche, às margens da Baía de Cumã, e prestigiaram a ação de marketing idealizada para promover o evento. O resultado foi tão positivo que os empresários já estão organizando mais ações similares para movimentar a economia e os estabelecimentos locais de alimentação fora do lar.

Para o diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, o objetivo da instituição é justamente fazer com que os empresários tomem à frente e, com mais conhecimento e gestão adequada, possam se manter no mercado com sustentabilidade.

Vimarenses e turistas que visitavam a cidade durante o ferido da Semana Santa também aprovaram o lançamento do evento, regado a muitas delícias do mar e ao som da voz e do violão do cantor Fernando Pessoa.

Participaram da ação de lançamento do II Festival Gastronômico Delícias do Mar em Guimarães, seis restaurantes vimarenses, um de Cururupu e três de Porto Rico do Maranhão.

Floresta dos Guarás

O Polo Turístico Floresta dos Guarás é um pequeno ecossistema brasileiro, localizada no litoral ocidental do estado e banhada pelo oceano Atlântico, composto por parte da floresta amazônica em sua fauna e flora, mangues, florestas, ilhas desertas e áreas de restingas. Leva esse nome em homenagem à bela ave de plumagem vermelha, comum na região: o guará.

O local, que conta com atrativos naturais e culturais, foi incluído com polo ecoturístico por excelência e envolve os municípios de Bequimão, Cedral, Guimarães, Mirinzal, Porto Rico do Maranhão, Serrano do Maranhão, Cururupu, Bacuri e Apicum Açu. Destaca-se como santuário ecológico formado por baías e estuários onde os rios desaguam em meio a manguezais.

Fonte: Mirinzalense

Anúncios

Governador Flávio Dino recebe campeões do Desafio Universitário Empreendedor

A equipe maranhense que trouxe o título nacional do jogo para o estado, criou protótipo de um aplicativo para quem segue dietas restritivas.

O governador Flávio Dino recebeu o staff do Sebrae no Maranhão e os vencedores do Desafio Universitário Empreendedor.

 

Os quatro universitários maranhenses que conquistaram o primeiro lugar nacional do Desafio Universitário Empreendedor apresentaram ao governador Flávio Dino, na tarde desta sexta-feira, 28, no Palácio dos Leões, a ideia da startup que elaboraram para o jogo e que foi decisiva para levarem a melhor na final nacional da competição que reuniu os finalistas estaduais de todo o Brasil. A startup dos maranhenses é um aplicativo para quem segue dietas restritivas como os intolerantes ou alérgicos a leite, glúten e outras substâncias.

 

Os alunos foram acompanhados pelo staff do Sebrae no Maranhão – presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae no Maranhão, Edilson Baldez das Neves; o diretor superintendente, João Martins; a diretora de Administração e Finanças, Rachel Jordão; a gerente de Soluções e Interlocuções, Giovanna Figueiredo; Raíssa Amaral e Luciani Dória, da equipe de Educação Empreendedora e Marina Lavareda, analista técnica facilitadora do jogo na etapa estadual.

 

Usado pelos empreendedores para “vender” o projeto da startup para potenciais investidores-anjo, o pitch é uma apresentação rápida sobre a ideia de negócio e traz dados como estimativas do mercado e potencial de crescimento, estratégia para crescer com baixo custo, projeção do negócio até cinco anos, dentre outros.

 

Segundo a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI), 350 mil crianças brasileiras possuem alergia à proteína do leite de vaca, sendo que 6% a 8% apresenta alergias alimentares e, entre os adultos, o percentual é de 2% a 3%.

 

“Aliado a esse dado, pesquisas apontam que 76% dos brasileiros afirmaram buscar uma alimentação saudável. Isso nos diz muito, porque dá a amplitude do nosso mercado e o que podemos ainda diversificar para que produto possa ser útil a mais pessoas”, apontou a universitária Emilly Martins, do curso de Administração da Universidade Federal do Maranhão (Ufma), acompanhada pelos demais integrantes da equipe – Mayane Conceição (Ciências Contábeis/Ufma), Betiane de Jesus Silva (Adminsitração/Ufma) e João Pedro de Oliveira (Administração/Uema-Timon).

 

O governador Flávio Dino parabenizou a equipe vencedora pela ideia do negócio. “O aplicativo, da maneira como vocês o idealizaram, ajudaria muito pessoas que, como eu, sofrem com alguma restrição alimentar. É muito louvável o papel do Sebrae em fomentar o empreendedorismo junto aos universitários, despertando o potencial e as habilidades empreendedoras para que ideias como a de vocês possam sair do papel e ter sustentabilidade”, disse.

 

O presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae no Maranhão, Edilson Baldez das Neves, reforçou a eficácia da disseminação da cultura empreendedora no estado, um trabalho que o Sebrae no Maranhão tem desempenhado com bastante êxito. “Em relação ao Desafio Universitário Empreendedor destaco a parceria que temos com as Instituições de Ensino Superior do estado e o trabalho bem mais efetivo da nossa área de Educação Empreendedora que este ano inovou e fez uso da mentoria para ajudar a equipe do Maranhão a vencer a competição nacional”, sinalizou o presidente do CDE, Edilson Baldez das Neves.

 

Educação Empreendedora 

O Desafio Universitário Empreendedor faz parte das atividades do Programa Nacional de Educação Empreendedora (PNEE), concebido e desenvolvido pelo Sebrae com o objetivo de levar o empreendedorismo às instituições de ensino em todos os níveis de educação, como uma estratégia de criar um ambiente propício para o desenvolvimento de micro e pequenos negócios.

 

“Estamos ajudando estes alunos a entender o universo dos negócios com jogos empresariais e vivências para que eles possam ter mais desenvoltura quando precisarem desenvolver negócios”, afirmou diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, informando que o Sebrae vai continuar a acompanhar estes estudantes para ajudá-los a desenvolver o projeto do aplicativo e transformá-lo em um negócio de fato.

 

Para o ciclo 2016, o Desafio Universitário Empreendedor reuniu mais de 26 mil estudantes universitários e 502 professores de todo país. No Maranhão, foram 316 estudantes universitários de 25 instituições de nível superior, que participaram de jogos de negócios para desenvolver habilidades empreendedoras e corporativas, o que os deixou mais preparados para os desafios do jogo.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

Sebrae oferece projeto para gestão de escritórios de advocacia em parceria com a OAB

Projeto piloto foi implantado em Imperatriz para atender a 15 escritórios de advocacia. Agora a OAB e o Sebrae estudam estadualizar a iniciativa

O diretor superintendente do Sebrae, João Martins e o presidente da OAB-MA, Thiago Diaz

São Luís – O Sebrae no Maranhão apresentou o projeto “Administração Estratégica de Escritórios de Advocacia”, focado em atendimento de escritório de advogados.  Apresentação foi feita na Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Maranhão, em São Luís, em uma palestra para os novos advogados, que receberam a carteira da OAB, nesta quarta-feira (12).

“Este tipo de atendimento que o Sebrae está fazendo para os advogados veio em boa hora, porque os esses profissionais entendem da doutrina jurídica, mas as vezes não sabem como transformar este conhecimento em valor. Com este tipo de ação do Sebrae podemos dar conhecimento para o advogado gerir seu escritório para que ele seja sustentável e viável enquanto negócio”, comentou o presidente da OAB Seccional Maranhão, Thiago Diaz.

O atendimento aos escritórios de advocacia começou em Imperatriz, com uma espécie de projeto piloto com 15 escritórios atendidos, que foram divididos em três segmentos: novos advogados, com até três nãos de experiência, escritórios com até cinco anos de existência e escritórios com mais de cinco anos de existência.

“Este é um nicho novo para o Sebrae. A ideia é estruturar como uma iniciativa em parceria com a OAB e suas sub seccionais espalhadas pelo estado. Estamos oferecendo os pacotes de cursos e serviços em gestão de escritórios para os advogados e já é resultado de um processo em que as unidades regionais estão oferecendo serviços que podem virar produtos estaduais. A Unidade Regional de Imperatriz fez este papel e articulou o projeto inicial”, contou o diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins.

PALESTRA

A palestra foi ministrada pelo consultor credenciado Joseane César de Souza, que escreveu um livro sobre o assunto, e acompanhada pelo gerente da Unidade Regional do Sebrae em Açailândia, Danilo Borges, que implantou o projeto em Imperatriz, durante a solenidade de compromisso de 70 novos advogados.

Agora as duas instituições irão trabalhar para fechar um convênio de cooperação no sentido de estadualizar a iniciativa, que já levou a execução de quatro cursos de “Gestão de Escritórios de Advocacia” em Caxias, Codó, Açailândia e São Luís. “As conquistas vêm do trabalho e esta conquista é resultado de um trabalho muito bem feito pelo Sebrae. Vamos ampliar para o Maranhão todo”, finalizou Thiago Diaz.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

Vereador Fredson Pereira elogia o “Programa Peixe para Todos” criado pelo prefeito Zé Martins

Vereador Fredson  Pereira (PCdoB) ao lado do Irmão Elanderson, ex-vereador de Bequimão

A sessão desta sexta-feira (28) na Câmara Municipal de Bequimão foi marcada pelo reconhecimento do programa Peixe para Todos, criado pelo prefeito Zé Martins (PMDB) em 2013. O vereador Fredson Pereira (PCdoB) subiu à tribuna da casa legislativa bequimãoense e destacou a importância da ação promovida pela Prefeitura Municipal de Bequimão na Semana Santa.

O vereador destacou que a iniciativa vem dando certo há cinco anos. De acordo com Fredson, o Programa conseguiu frear o aumento do preço do pescado no período da Semana Santa em Bequimão. O parlamentar frisou, ainda, a importância do programa para a população e sugeriu que o prefeito Zé Martins descentralize a distribuição do pescado para os povoados polos do Município, facilitando o recebimento pela população.

Em seu discurso, o vereador Fredson mostrou que política se faz com coerência e respeito ao trabalho realizado. Para o parlamentar, o importante é a população ser reconhecida e beneficiada pelos programas, sejam eles municipais, estaduais ou federais.

TCE reprova contas da gestão do ex-prefeito de Bequimão, Antônio Diniz

O Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE) condenou, na sessão do Pleno desta quarta-feira (26), o ex-secretário de Educação e o ex-secretário de Finanças do município de Bequimão, Carlos Resende Pereira e Ariolando Ferreira Braga, ao pagamento de débito com o erário no valor de R$ 221,9 mil reais e ao pagamento de multas no total de R$ 36 mil reais. Os dois gestores foram condenados no processo que julgou irregular a Tomada de Contas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) referente ao exercício de 2009.

As contas da administração direta do mesmo exercício, de responsabilidade do ex-prefeito Antonio Diniz Braga Neto (PDT), também foram julgadas irregulares, com débito de R$ 78,7 mil reais e multas no total de R$ 9,4 mil reais.

As contas do Fundo Municipal de Saúde (FMS) e do Fundo Municipal de Assistência Social (FMAS) foram julgadas regulares com ressalvas, com multas no total de R$ 11 mil reais.

SAIBA MAIS ACESSANDO O SITE DO TCE/MA.

Consulta Pública sobre a Reserva Extrativista do Itapetininga tem ampla participação popular em Bequimão

Foi realizada, na última terça-feira (25), uma Consulta Pública sobre a proposta de criação da Reserva Extrativista do Itapetininga (Resex do Itapetininga), em Bequimão. A Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo, e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) coordenaram os trabalhos, com ampla participação popular.

Para que a população conhecesse melhor a proposta, houve um debate acerca do uso sustentável dos recursos naturais na reserva, que vai abranger 14 comunidades extrativistas.

Segundo a representante do Instituto Chico Mendes, Karina Soares, a administração municipal tem demonstrado grande interesse em constituir a Resex do Itapetininga. “Houve um pedido do município, através do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, juntamente com a Colônia e o Sindicato de Pesca, solicitando a criação de uma reserva extrativista, que é uma categoria de unidade de conservação, voltada para a melhoria da qualidade de vida da população e para uso sustentável de recursos da área. O Itapetininga foi escolhido através de oficinas, pela importância que ele tem para os extrativistas que estão à margem do rio”, destacou Karina Soares.

O prefeito de Bequimão, Zé Martins, comentou o impacto positivo dessa reserva para as pessoas que tiram seu sustento da natureza. “A criação dessa unidade de conservação vai beneficiar várias comunidades quilombolas que estão localizadas nessa área. Isso ajuda muito mais o movimento, que tem um olhar significativo da nossa gestão. Essa unidade também abrange outros povoados, que são as comunidades pesqueiras, facilitando ainda mais as políticas públicas que estamos buscando para oferecer aos moradores dessas comunidades. A Resex do Itapetininga ainda vai nos ajudar a desenvolver Bequimão na área do turismo ecológico”, enfatizou Zé Martins.

A criação da Resex assegura direitos aos trabalhadores rurais, como adimpli a representante da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Coordenadora Nacional do Centro Nacional de Populações Tradicionais, Gabriele Soeiro. “É a garantia do território, a conservação da biodiversidade e a conservação do ecossistema manguezal. Essa unidade criada deve preservar o meio ambiente e criar empoderamento das populações tradicionais que habitam nesse território”, explicou.

Das nove reservas extrativistas decretadas a serem criadas no Maranhão, das quatro que ficam nas regiões da Baixada e Litoral Ocidental, duas ficam em Carutapera e Bequimão. As outras duas criadas anos atrás ficam em Mirinzal e Cururupu.

“É importante a criação da reserva extrativista, que vai manter os recursos naturais que irão beneficiar as comunidades. E isso é importante, principalmente nesse cenário que vivemos de muita degradação ao meio ambiente e muitos países com crise hídrica. É uma proteção que vai propiciar a duração desses recursos ao longo tempo, para as futuras gerações” , disse o representante do Ministério do Meio Ambiente, Luís Fernando Loureiro.

Participaram do evento secretários municipais, estudantes professores e diretores da rede pública, representantes do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, Sindicato dos Pescadores Artesanais e Colônia de Pescadores, além de vereadores, autoridades municipais, estaduais e federais, representantes do ICMBio, Sismubeq, Sindicato dos Agentes Saúde, Associações Quilombolas, MOQBEQ, representantes da Paróquia de Santo Antônio, representantes do IFMA de Pinheiro, Presidente do Conselho Municipal de Educação, Conselho Comunitário do Paricatiua, representantes do Assentamento Padre Paulo, Alberto Cantanhede (Comissão Nacional de Reservas Marinhas), lideranças comunitárias  e comunidade em geral.

Sebrae e Ufma alinham convênio na área de Turismo

Instituição que apoia os pequenos negócios poderá contribuir para ampliar o conhecimento dos futuros turismólogos com estudos, pesquisas e diagnósticos do setor.

 

Em reunião recente com a Magnífica Reitora da Universidade Federal do Maranhão, Nair Portela, o diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, tratou sobre Termo de Cooperação Técnica que as duas instituições irão assinar em breve para o desenvolvimento do turismo no Maranhão.

Na conversa, que aconteceu na sede da Reitoria da Ufma, em São Luís,foi destacado o papel do Sebrae no desenvolvimento de projetos e ações relevantes na área do Turismo no estado, tendo muito a contribuir com a Universidade, principalmente com estudos e diagnósticos voltados para o setor.

Na oportunidade, foi discutido, também, um Programa de Empreendedorismo voltado para a Academia e que poderá ser proposto pelo Sebrae. Na última semana, a equipe do Maranhão que disputou o Desafio Universitário Empreendedor foi a grande campeã nacional da competição e três integrantes do grupo são alunas da Ufma.

Para o diretor superintendente do Sebrae a vitória do Maranhão no jogo que tem o objetivo de desenvolver as habilidades empreendedoras dos universitários mostra o quanto a teoria pode se beneficiar com a prática e vice-versa.

“A extensão faz parte do tripé da universidade, juntamente com o ensino e a pesquisa, e nós do Sebrae estamos totalmente disponíveis para contribuir, dentro da nossa expertise, para ampliar o conhecimento dos futuros profissionais do Maranhão”, sinalizou João Martins que, na reunião, esteve acompanhado pelo gestor de Turismo da instituição, Luís Pinheiro Marques.

Primeiras ações –  Ainda segundo o diretor superintendente do Sebrae, as primeiras ações da cooperação institucional serão a realização dos inventários turísticos dos municípios da Floresta dos Guarás e a consultoria especializada para roteirizar o turismo religioso na região a partir dos festejos de São Sebastião.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

MOQBEQ realiza encontro de Comunidades Quilombolas

O Movimento Quilombola de Bequimão (MOQBEQ) realizou, neste sábado (22), um encontro das comunidades quilombolas, no povoado Marajá, e contou com a participação das 11 comunidades quilombolas certificadas no município, além de representantes das comunidades de Areal, Santa Tereza, Pontal e Pericumã de Peri-Mirim.

A Prefeitura Municipal de Bequimão cedeu o transporte para conduzir os participantes até o local do evento. O encontro foi iniciado no período da manhã, com uma mística que falava sobre a memória e luta em defesa dos territórios. No decorrer das ações, houve apresentação de trabalhos e cada quilombo falou de sua luta e organização de suas comunidades.

Já na parte da tarde, o secretário adjunto de Meio Ambiente e Turismo, Edmilson Pinheiro, apresentou uma proposta de lei que visa a proteger os territórios tradicionais. Ele também aproveitou para convidar os quilombolas para a audiência publica que vai consultar a população sobre a criação da Reserva Extrativista do Itapetininga.

O MOQBEQ ainda organizou uma roda de conversas para debater a educação quilombola, com destaque para reivindicações de políticas educacionais e para a experiência do pré-vestibular quilombola organizado pelo movimento. Após o debate, houve uma comemoração pelos oitos quilombolas que foram aprovados no seletivo na UEMAnet e no vestibular da Universidade do Vale do Acaraú (UVA).

Foi confirmada, também, a realização de um seminário sobre educação quilombola; e um grupo de trabalho foi formado para articular a aprovação da Lei municipal de Proteção e Preservação do Território Tradicional, com integrantes das secretarias de Agricultura e Meio Ambiente, Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STTR) e MOQBEQ.

Participaram do encontro o vice-prefeito Sidney Magal (PT), os secretários Creuber Pereira (Agricultura), Josmael Castro (Assistência Social) e o vereador quilombola, Vadico do Areal, além de lideranças comunitárias e sociedade em geral.

Bequimãoenses são convocados para consulta pública sobre Reserva Extrativista do Itapetininga, nesta terça-feira (25)

Os bequimãoenses estão sendo convocados para participar da Consulta Pública que vai discutir a criação da Reserva Extrativista do Itapetininga (Resex do Itapetininga), nesta terça-feira (25), às 9h, na sede da Colônia dos Pescadores e Pescadoras de Bequimão, no bairro Estiva. A Prefeitura Municipal de Bequimão e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) são os promotores da consulta, com apoio da Secretaria de Meio Ambiente e Turismo (Sematur)

A área de abrangência da Resex do Itapetininga compreende cerca de 1.052 famílias, em 14 povoados, área de influência direta da microbacia do rio Itapetininga até as proximidades com a Baía de Cumã, limite com Guimarães e a BR-308. A Resex funcionará como Unidade de Conservação, que tem como princípio o uso sustentável dos recursos naturais, envolvendo as comunidades que sobrevivem do extrativismo e que devem participar das decisões a serem tomadas sobre a Reserva.

O processo de criação da Resex iniciou ainda em 2007, com a solicitação ao ICMBio. Foram feitos abaixo-assinados, oficinas nos povoados e a realização dos estudos socioambientais e do levantamento fundiário da área, bem como de suas delimitações.

CONSULTA PÚBLICA

A Consulta Pública é um procedimento obrigatório para a implantação de unidades de conservação (UCs), exceto para as reservas biológicas e estações ecológicas. São momentos em que todos os setores da comunidade, interessados no tema, podem tirar suas dúvidas e expor sua opinião sobre o assunto. Na terça-feira, dia 25, serão apresentadas a proposta de criação da Resex do Itapetininga,  os trabalhos técnicos que subsidiam a extensão, limites e zoneamento da reserva e os propósitos da nova área protegida. Todas as dúvidas da comunidade serão esclarecidas pelos representantes do ICMBio durante o encontro.

Além da comunidade em geral, foram convidados para o evento representantes dos órgãos ambientais locais, instituições públicas federais, estaduais e municipais, organizações não governamentais  (ONG’s), proprietários de terras e representantes dos setores produtivos da região.

O QUE É UMA RESERVA EXTRATIVISTA?

As Reservas Extrativistas (Resex) são espaços territoriais protegidos, cujo objetivo é a proteção dos meios de vida e a cultura de populações tradicionais, bem como a garantia do uso sustentável dos recursos naturais da área. O sustento destas populações se baseia no extrativismo e, de modo complementar, na agricultura de subsistência e na criação de animais de pequeno porte.

A área das RESEX pertence ao domínio do poder público, com uso concedido às populações extrativistas tradicionais. As áreas particulares incluídas em seus limites devem ser desapropriadas, de acordo com o que dispõe a lei. As atividades devem ter bases sustentáveis e em situações especiais e complementares às demais atividades desenvolvidas na reserva, conforme o disposto em regulamento e no seu Plano de Manejo.

A unidade é gerida por um Conselho Deliberativo, presidido pelo órgão responsável por sua administração e constituído por representantes de órgãos públicos, de organizações da sociedade civil e das populações tradicionais residentes na área, conforme se dispuser em regulamento e no ato de criação da unidade. As Reservas Extrativistas foram introduzidas pela Lei 9.985/2.000, que criou o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (SNUC), por sua vez regulado pelo Decreto nº 4.340/2002.

Secretaria de Cultura e Igualdade Racial abre campanha do desarmamento infantil

Criança brincando com arma? Para criança, não é adequado “Arma nem de Brinquedo!”. Esse alerta está sendo feito pela Prefeitura Municipal de Bequimão, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, Secretaria Municipal de Educação e Secretaria Municipal de Assistência Social. A campanha do desarmamento infantil começou nesta quarta-feira (19), na Comunidade Quilombola de Rio Grande.

A campanha foi criada em consonância com as mobilizações do 15 de abril, Dia do Desarmamento Infantil, no Brasil. Em Bequimão, as ações seguem até 30 de novembro. Réplicas de armas de fogo ou jogos de videogame violentos, por exemplo, podem influenciar negativamente as crianças, gerando uma banalização da violência.

“Queremos debater junto com as próprias crianças, a comunidade escolar do município e as famílias sobre as consequências que o incentivo ao uso de armas de fogo por crianças podem causar na vida destes futuros adultos”, enfatizou a secretária de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, Dinha Pinheiro.

Para essa campanha, a Prefeitura buscou a parceria do Conselho Tutelar, Polícia Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD) e CRAS. Durante todo o ano, serão promovidas palestras e espaços de discussão dos reais perigos a que as crianças são expostas ao utilizarem simuladores de armas de fogo. Também estão programadas atividades esportivas, artísticas e culturais, com o intuito de mostrar às crianças e jovens outras possibilidades de lazer.

“Faz quatro anos que iniciamos um trabalho efetivo de cuidado com a primeira infância aqui em Bequimão, por meio da Semana do Bebê Quilombola. Conseguimos, nesse tempo, avançar em vários indicadores sociais relacionados às crianças. Vamos estender cada vez mais esse trabalho, porque consideramos que é com investimentos à formação, desde cedo, que poderemos gerar mais oportunidades para as pessoas do nosso município”, assegurou o prefeito Zé Martins.