Bequimão: profissionais da educação participam de formação continuada em Gestão Pedagógica

Profissionais que atuam na Rede Municipal de Educação participaram, na quinta (25) e sexta-feira (26), da Formação Continuada para Gestores e Coordenadores Pedagógicos, promovida pelo Governo do Estado, por meio do programa Escola Digna, em parceria com a Prefeitura Municipal de Bequimão.

Voltado para questões relacionadas ao eixo Gestão Pedagógica, o curso foi ofertado para 55 gestores e técnicos que trabalham nas políticas educacionais do município. “Uma grande oportunidade para melhorarmos ainda mais a gestão democrática e participativa nas escolas da rede municipal”, destacou o vice-prefeito, Sidney Nogueira (Magal), que participou da abertura dos trabalhos.

Segundo o secretário municipal de Educação, Aristides Amorim, a formação continuada de professores, técnicos e gestores da área tem recebido investimentos constantes na administração do prefeito Zé Martins. “A finalidade é melhorar os indicadores educacionais do nosso município. Já conseguimos resultados mais positivos no IDEB e atribuímos isso, em grande parte, às formações que nossos profissionais têm feito”, ressaltou.

Formação continuada

A Prefeitura de Bequimão ofertou, entre 2013 e 2016, cinco cursos de formação continuada aos profissionais da educação, em parceria com instituições do Governo Federal e, ainda, pela própria equipe da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

A mais longa das formações foi a que preparou os educadores bequimãoenses para o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade (PNAIC), que teve início em 2013 e terminou somente no mês de maio de 2016. Essa formação foi direcionada aos professores que trabalham com turmas do 1º ao 3º ano do Ensino Fundamental.

A Semed também promoveu, em 2014 e 2015, uma formação continuada para os professores da alfabetização infantil. Já os profissionais que atuam em turmas do 5º ao 9º ano participaram de uma formação direcionada ao ensino de Português, Matemática e História.

Considerando o contexto de Bequimão, em que a maior parte de sua população é negra, foram ofertados dois cursos com enfoque nas questões étnico-raciais. A primeira, em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA) – Campus Maracanã, sobre Educação Escolar Quilombola. A segundo, em 2015, por meio do Plano de Ações Articuladas, do Ministério da Educação, teve enfoque na educação em comunidades quilombolas

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s