Prefeitura de Bequimão recupera estradas vicinais e substitui pontes de madeira por bueiras de concreto na zona rural

A prefeitura de Bequimão, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura, recuperou a estrada vicinal que liga o povoado Marinho à comunidade Pontal. Além disso a prefeitura substituiu a ponte de madeira por bueiras de concreto. O trabalho da Infraestrutura está chegando até as comunidades e a ordem do prefeito Zé Martins é atingir 100% dos povoados. Mesmo com o período chuvoso, o trabalho não vai parar.

Na estrada que liga o povoado Matinha à comunidade Igarapé Açú, no município de Peri-Mirim, também foi recuperada e a prefeitura de Bequimão colocou 4 linhas de tubos na barragem de Matinha, facilitando o acesso de moradores dos povoados e da região. São trabalhos que estão sendo realizado com o objetivo de melhorar ainda mais o tráfego de veículos e o escoamento da produção.

O trabalho de recuperação de estradas, barragens e substituição de pontes de madeira por bueiras de concreto vai continuar primeiramente nos locais mais críticos, principalmente com a chegada do inverno. Outro local que recebeu trabalho de infraestrutura, foram os 4 KM da barragem no povoado quilombola do Mafra. Todos esses serviços anunciados aqui foram feitos pelas equipes da secretaria de Infraestrutura durante duas semanas.

Para o prefeito Zé Martins, mesmo com as dificuldades que o Brasil enfrenta, principalmente os município de pequeno porte, como Bequimão, os serviços básicos estão sendo realizados. “Temos dificuldades, assim como todos os municípios brasileiros. Mas a gente tem algo diferente, muita vontade para trabalhar e respeito ao povo de Bequimão. Estamos trabalhando na recuperação de estradas na zona rural e substituindo pontes de madeira por bueiras de concreto. Com muito trabalho, vamos substituir 100% das pontes de madeira, se Deus quiser”, destacou o prefeito de Bequimão, um dos mais bem avaliados do Maranhão.

Em duas semanas foram recuperadas estradas, barragens e pontes nas comunidades Marinho, Pontal, Mafra e Matinha. Os moradores da região receberam os serviços de infraestrutura da prefeitura de Bequimão. Na próxima semana novas comunidades receberão os serviços de recuperação de estradas vicinais.

Fotos da Estrada e Ponte entre os povoados Marinho e Pontal

Fotos entre os povoados Matinha (Bequimao) e Igarape Acu (Peri Mirim)

Fotos da barragem que liga o povoado quilombola de Mafra

por A Tribuna de Bequimão

Estudante bequimãoense é aprovada em primeiro lugar no Sisu para a UFMA

A estudante bequimãoense Mariana Amorim Garcia moradora do bairro Balandro

A estudante bequimãoense, Mariana Amorim Garcia, de 18 anos, conquistou o primeiro lugar no  Sistema de Seleção Unificada (SiSu), na categoria escola pública. Filha dos pescadores Carlos Jalsen Martins Garcia e Maria da Conceição Ribeiro Amorim, Mariana Amorim mora no bairro do Balandro, na cidade de Bequimão. Sem muitas condições financeiras, Mariana fez um cursinho preparatório para concorrer a prova do ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio.

A estudante conquistou uma nota alta, mesmo sendo aluna de escola pública, mostrando que em Bequimão o ensino está cada vez melhor e obedece os padrões do Ministério da Educação (MEC). Mariana Amorim conquistou 627 pontos na nota geral, e na redação ela foi excelente, obtendo 860 pontos. Essa nota a colocou dentro da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), onde irá fazer o curso de letras.

Colocando em ordem cronológica a vida estudantil de Mariana Amorim, ela iniciou sua trajetória escolar no bairro Balandro, na Unidade Integrada Anexo Barroso, de onde saiu para as escolas Municipais Estado de Minas Gerais, Domingos Bouéres, Aniceto Cantanhede (1º e 2º ano) no centro da cidade de Bequimão e escola estadual Manuel Beckman (onde cursou o 3º ano).

Mariana Amorim Garcia (de blusa cinza) segura um cartaz com a amiga também estudante de escola pública em Bequimão-MA

Mariana Amorim mostra que não existe outro caminho para o sucesso, se não for através dos livros, mesmo sendo de família humilde. “Eu fiquei muito feliz quando soube da notícia, venho estudando e focada desde o 1º ano do ensino médio, mas nunca imaginei que a satisfação seria tão grande, sensação de trabalho cumprido. Agradeço aos meus avós Maria de Nazaré Rodrigues Martins, João da Mata Martins Garcia e ao meu tio/padrinho Adelson Martins Garcia, que me criaram desde os primeiros anos de vida e me apoiaram em todas as minhas peripécias. Agradeço também aos meus professores, diretores, secretários e auxiliares do município e do estado que me ensinaram muito até aqui”, descreveu com emoção a estudante bequimãoense.

Mariana Amorim Garcia é daquelas que precisa servir de exemplo e referência para outros jovens bequimãoenses. Como ela mesma descreve, nada foi fácil, mas seu esforço lhe levou até o destino onde sempre sonhou. A partir de agora a trajetória será construída com mais livros, que formarão uma ponte até o sucesso almejado por ela. Isso se chama sonho (uma mistura de vontade com dedicação).

Comunidade de Paricatíua recebe plantio de mudas de Paricás

Aconteceu na manhã do último sábado (26), o plantio de 200 mudas de Paricás destinadas à implantação do “Bosque dos Paricás” na comunidade Paricatíua que fica localizada a margem do Rio Itapetininga, na zona rural de Bequimão/MA.

O plantio das mudas é uma ação que faz parte do projeto “Paricás em Paricatíua: um sonho possível”, idealizado pelo professor titular da Universidade Federal do Ceará (UFC) e coordenador do Laboratório do Semiárido (LabSar), Dr. José de Jesus Lemos, natural de Paricatíua. A ação teve como objetivo devolver à comunidade um “Bosque de Paricás” e reconstituir um passado onde a planta dominava a paisagem.

O povoado Paricatíua tem seu nome estreitamente relacionado ao Paricá, árvore que era abundante no passado. Atualmente, não se tem notícia da existência de um único exemplar da planta na região. É uma árvore florestal que pode alcançar até 30 metros de altura e sua madeira leve é usada pra obter compensados e laminados para móveis e fabricação de canoas, entre outros usos.

O projeto só foi concretizado, devido aos outros sonhadores e apoiadores, especialmente os membros da comunidade de Paricatíua, os principais beneficiários e protagonistas do projeto, os professores e estudantes da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), o Fórum em Defesa da Baixada Maranhense (FDBM) e a Prefeitura Municipal de Bequimão.

O plantio das mudas foi em regime de mutirão. Onde coube ao Dr. Lemos visivelmente emocionado fazer o plantio da primeira muda, seguido nesse gesto pelo prefeito Zé Martins (Prefeito de Bequimão), por Ana Creuza (presidente do FDBM), Maria José e Marcelo Lemos (esposa e filho do Dr. Lemos), e Jorge Filho (vereador). Os estudantes da Unidade Integrada Paricatíua, os idosos, moradores e visitantes também plantaram suas mudas. A diversidade vegetal do Bosque se misturou à riqueza e beleza de pessoas de diferentes idades, que celebraram o momento cantando e nos encantando com o hino de louvação a Paricatiua, fato que deu um colorido especial ao momento, tornando-se uma verdadeira festa cívica e ecológica.

Para o idealizador do projeto, Dr. Lemos, foi inebriante ver adultos e idosos felizes plantando mudas da árvore que empresta o nome ao povoado, se referindo as crianças ele acrescentou “de agora em diante as aulas práticas de biologia e de educação ambiental do povoado não serão mais as mesmas”, declarou.

Na mesma linha, o Professor e coordenador técnico da produção das mudas dos Paricás no viveiro da fazenda escola da UEMA em São Luís, José Gusmão, natural do povoado Quindíua-Bequimão, manifestou sua satisfação olhando para o verde e para o futuro, assim se expressou: “as crianças e o Bosque apontam para o futuro. Futuro que desejamos seja feliz para todos. Futuro que plantamos e construímos no presente”, ponderou Gusmão.

O prefeito Zé Martins destacou a iniciativa coordenada pelo Paricatiuense, José Lemos. “É uma ação de extrema importância para a conscientização ambiental da comunidade. Além das árvores nativas já existentes no entorno do terreno, o plantio das mudas vai contemplar a região com o belo Bosque que se transformará em um espaço de lazer e convivência. Será um ganho para a comunidade e visitantes”, disse o prefeito.

Por Rodrigo Martins (Texto e Fotos)

Prefeito Zé Martins participa do plantio das mudas de Paricás no povoado Paricatíua em Bequimão

Na manhã do último sábado (26), o prefeito de Bequimão, Zé Martins, participou do plantio de 200 mudas de Paricás, destinadas à implantação do “Bosque dos Paricás” na comunidade Paricatíua que fica localizada a margem do Rio Itapetininga, na zona rural de Bequimão/MA.

O plantio das mudas é uma ação que faz parte do projeto “Paricás em Paricatíua: um sonho possível”, idealizado pelo professor titular da Universidade Federal do Ceará (UFC) e coordenador do Laboratório do Semiárido (LabSar), Dr. José de Jesus Lemos, natural de Paricatíua. A ação teve como objetivo devolver à comunidade um “Bosque de Paricás” e reconstituir um passado onde a planta dominava a paisagem.

O povoado Paricatíua tem seu nome estreitamente relacionado ao Paricá, árvore que era abundante no passado. Atualmente, não se tem notícia da existência de um único exemplar da planta na região. É uma árvore florestal que pode alcançar até 30 metros de altura e sua madeira leve é usada para obter compensados e laminados para móveis e fabricação de canoas, entre outros usos.

O projeto só foi concretizado, devido aos outros sonhadores e apoiadores, especialmente os membros da comunidade de Paricatíua, os principais beneficiários e protagonistas do projeto, os professores e estudantes da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), o Fórum em Defesa da Baixada Maranhense (FDBM) e a Prefeitura Municipal de Bequimão.

O plantio das mudas foi em regime de mutirão. Onde coube ao Dr. Lemos visivelmente emocionado fazer o plantio da primeira muda, seguido nesse gesto pelo prefeito Zé Martins (Prefeito de Bequimão), por Ana Creuza (presidente do FDBM), Maria José e Marcelo Lemos (esposa e filho do Dr. Lemos), e Jorge Filho (vereador). Os estudantes da Unidade Integrada Paricatíua, os idosos, moradores e visitantes também plantaram suas mudas. A diversidade vegetal do Bosque se misturou à riqueza e beleza de pessoas de diferentes idades, que celebraram o momento cantando e nos encantando com o hino de louvação a Paricatiua, fato que deu um colorido especial ao momento, tornando-se uma verdadeira festa cívica e ecológica.

Para o idealizador do projeto, Dr. Lemos, foi inebriante ver adultos e idosos felizes plantando mudas da árvore que empresta o nome ao povoado, se referindo as crianças ele acrescentou “de agora em diante as aulas práticas de biologia e de educação ambiental do povoado não serão mais as mesmas”, declarou.

O prefeito Zé Martins destacou a iniciativa coordenada pelo Paricatiuense, José Lemos. “É uma ação de extrema importância para a conscientização ambiental da comunidade. Além das árvores nativas já existentes no entorno do terreno, o plantio das mudas vai contemplar a região com o belo Bosque que se transformará em um espaço de lazer e convivência. Será um ganho para a comunidade e visitantes”, disse o prefeito.

Por Rodrigo Martins (Texto e Fotos)

Ramal de Quindíua vai enfrentar Santa Rita na final da II Copa Quilombola de Bequimão-MA

Em jogo realizado neste domingo (27) pela semifinal da II Copa Quilombola de Futebol em Bequimão-MA, a comunidade Ramal de Quindiua venceu o quilombo Rio Grande por 2 a 1 no estádio Vivaldão. O vencedor garantiu vaga na grande final conta Santa Rita, que acontecerá neste domingo, dia 03 de fevereiro no Vivaldão.

Será uma decisão com cara de clássico, já que as comunidades são vizinhas e vão disputar um título pela primeira vez na Copa Quilombola. O campeão vai representar o município de Bequimão na fase final da competição em São Luís, jogos realizados no estádio Castelão. Serão 16 municípios disputando o título estadual de 2018/2019.

Em sua página na rede social Facebook, a secretária de Cultura e Promoção da Igualdade Racial destacou a emoção da semifinal. “Foi uma partida muito emocionante e competitiva do início ao fim do jogo, já que estava valendo a classificação para a grande final no dia 03 de fevereiro no estádio Vivaldão”, disse Dinha Pinheiro.

Na grande final estarão presentes o prefeito Zé Martins, secretários municipais, lideranças quilombolas, representantes do Instituto Solis, da Companhia Energética do Maranhão (Cemar) e do governo do Maranhão. Será uma festa de final de campeonato com a cara do quilombo em pleno estádio municipal Vivaldão.

Mutirão do Glaucoma será realizado nesta quinta-feira (31) em Bequimão-MA

O primeiro Mutirão de Glaucoma de 2019 será realizado na próxima quinta-feira, dia 31 de janeiro, no período da tarde no município de Bequimão. A ação é realizada pela prefeitura, em parceria com os governos federal e estadual. O atendimento será no período da tarde e os pacientes podem chegar para fazer suas fichas a partir das 13h30. Para ser atendido basta levar o Cartão do SUS e um documento de identificação com foto, além do comprovante de residência. O atendimento vai acontecer no Centro de Saúde Santo Antônio, ao lado da Prefeitura, na rua Capitão José Castro.

PROCEDIMENTOS DURANTE A CONSULTA

Durante a consulta, o paciente passa por avaliação médica e exames capazes de detectar o glaucoma ou outra patologia ocular. Os procedimentos verificam falhas no campo de visão central e periférica do paciente, além de medir a pressão interna do globo ocular e avaliar as estruturas do fundo do olho.

A partir do diagnóstico, o paciente é encaminhado para o tratamento adequado, que pode ser uma cirurgia. Para combater o glaucoma, o programa ainda oferece colírios gratuitos e orienta os pacientes sobre o uso correto da medicação.

GLAUCOMA

O glaucoma é uma lesão do nervo óptico que pode provocar a cegueira. A doença, muitas vezes assintomática, causa um aumento rápido na pressão intraocular. Pacientes com idade acima dos 40 anos e portadores de doenças como diabetes, problemas cardíacos, hipertensão e hipertireoidismo devem estar atentos e participar das atividades do mutirão.

Depois das consultas de triagem, os pacientes que precisam de intervenção cirúrgica são encaminhados para São Luís, recebendo suporte da Secretaria Municipal de Saúde nos custos com deslocamento, alimentação e medicamentos. Já quem precisa apenas da medicação, recebe o colírio na hora, inteiramente grátis para usar durante 90 dias.

Secretarias de Saúde e Educação assinam termo de adesão do Programa Saúde na Escola no município de Bequimão-MA

Os secretários municipais de saúde (Sidney Bouéres) e de educação (Aristides França) assinaram o termo de adesão ao Programa Saúde na Escola (PSE) do Governo Federal. Após a assinatura os secretários deverão indicar as escolas públicas para participar do novo ciclo do Programa 2019.

As escolas credenciadas deverão desenvolver 12 ações envolvendo temas como incentivo à atividade física, combate ao Aedes Egypti, prevenção de violência e acidentes, verificação e atualização da situação vacinal. Cada centro de ensino deverá desenvolver ações levando em consideração o nível de ensino, as demandas da escola e da região na qual está localizada, além da análise de situação de saúde local.

Ao contrário das edições anteriores, segundo o Ministério da Saúde, para participar do programa os municípios deverão indicar a escola e não mais o nível de ensino. Dessa forma, em conjunto com as equipes da atenção básica, as secretarias assumem o compromisso de desenvolver atividades envolvendo as 12 ações para o cuidado à saúde no ambiente escolar no município de Bequimão, no Litoral Ocidental Maranhense.

Adesão ao Programa (PSE)

Para aderir ao PSE, os secretários tiveram que incluir as escolas no site e-Gestor Atenção Básica, espaço para informação e acesso aos sistemas da atenção básica. O acesso foi feito com CPF e senha do perfil cadastrado como “gestor municipal vinculado ao módulo PSE”.

De acordo com o Ministério da Saúde, o programa terá investimento anual de R$ 89 milhões para os mais de 5.570 municípios brasileiros. Esse ciclo de adesão será de dois anos, com liberação dos recursos a cada 12 meses. Caso os recursos não sejam integralmente executados, os valores deverão ser devolvidos ao Ministério da Saúde.

O programa, dos ministérios da Saúde e da Educação, prevê recursos financeiros para os municípios desenvolverem ações de prevenção e promoção da saúde no ambiente escolar. Atualmente, o programa atende a 90% dos municípios brasileiros, envolvendo mais de 20 milhões de estudantes de 85.706 escolas e mais de 36 mil equipes da atenção básica do Sistema Único de Saúde.

Em Bequimão, o Programa Saúde na Escola foi executado com excelência e atingiu um grande número de escolas e estudantes. O grande trabalho realizado em 2018, o credenciou para assinar o termo de adesão para 2019, o que mostra a responsabilidade da gestão do prefeito Zé Martins com a saúde e educação de Bequimão. 

Para o secretário municipal de Saúde, Sidney Bouéres, o Programa Saúde na Escola só vai engrandecer o trabalho realizado na saúde pública de Bequimão. “Desde o início da nossa gestão como Secretário, tive um olhar especial para essa atividade, entendemos que através dela, podemos facilitar o diálogo e aproximar os jovens do poder público ainda mais, e investir na política de prevenção com foco nesse público, pois não há maior riqueza para os jovens do que a informação”, destacou.

por A Tribuna de Bequimão

ATENÇÃO! Microempreendedor Individual – MEI. Fique ligado no prazo e faça sua declaração!

Microempreendedor Individual – MEI de Bequimão. Fique ligado no prazo e faça sua declaração!

O prazo para declaração anual do Microempreendedor Individual já começou, e vai até o dia 31 de maio. O documento é obrigatório, e a não entrega à Receita Federal, gera multa e torna irregulares o CPF e o CNPJ do MEI.

Procure a sala do empreendedor e faça a sua declaração. Fique em dia com as suas obrigações!

#PrefeituradeBequimão
#SaladoEmpreendedor

por A Tribuna de Bequimão

Prefeito Zé Martins emite Nota de Pesar pelo falecimento da Prefeita de Guimarães-MA

O prefeito de Bequimão, Zé Martins (MDB), emitiu Nota de Pesar pelo falecimento da prefeita do município de Guimarães, Benedita Margarete Matos Ribeiro (Margarete Ribeiro), ocorrido às 3h30 da madrugada desta segunda-feira (21) na capital maranhense, São Luís.

A Prefeita Margarete Ribeiro morreu em decorrência de um câncer, que tratava desde 2017, início de sua gestão. O corpo da prefeita chegou no final da tarde desta segunda-feira (21) no Portal da Cidade, bairro Nova Vila, de onde seguiu em cortejo até a Sede da Prefeitura Municipal, e posteriormente até o Ginásio Rubens Teixeira Goulart, onde está sendo velado. Na manhã desta terça-feira, dia 22 de janeiro, ocorrerá a missa de corpo presente na Igreja Matriz de São José. O sepultamento ocorrerá na cidade de Pinheiro-MA.

QUEM ERA A PREFEITA MARGARETE RIBEIRO

Benedita Margarete Matos Ribeiro, nasceu em 20 de abril de 1961, na cidade de Pinheiro-MA. Casou-se com o vimarense Raimundo Cesar Pereira Ribeiro, com quem teve dois filhos (Almir e Hugo). Margarete é avó de Maria Luísa e mãe adotiva de Eleonora Oliveira e Maricélia Pereira.

Graduou-se em Enfermagem, especializou-se em Obstetrícia e Saúde Pública no Rio de Janeiro. Foi trabalhar em Guimarães no final dos anos 1980 como diretora administrativa do Hospital Municipal. Em Pinheiro-MA foi Secretária de Saúde, Coordenadora da Saúde Pública, Meio Ambiente e Saneamento Básico no município, depois Secretária de Saúde em Olinda Nova-MA e Guimarães.

Margarete foi auditora do município de Viana-MA na área da saúde, ocupando essa mesma função em Cedral-MA. Antes de ser eleita prefeita de Guimarães em outubro de 2016, Margarete prestava serviços como coordenadora do DST/AIDS, hanseníase, sendo referência pelo Ministério da Saúde em gestão Descentralizada do Estado do Maranhão atendendo 17 municípios do polo de Pinheiro, 17 municípios do polo de Zé Doca e 11 municípios do polo de Viana.

Ao longo de toda sua vida profissional dedicou-se aos programas de saúde da mulher, enquanto gestora municipal tinha especial carinho pelo Programa Nascer vimarense com amor, voltado ao cuidado com os recém-nascidos em Guimarães.

Gestão do prefeito Zé Martins é premiada novamente em São Luís

A gestão do prefeito Zé Martins (MDB) é em sua totalidade a mais eficiente da baixada maranhense e uma das mais atuantes do Estado do Maranhão, reconhecida pelos próprios gestores do Estado. Sempre visando a população bequimãoense, novamente o prefeito Zé Martins, auxiliado por seus secretários e servidores municipais teve seu trabalho reconhecido e contemplado com mais uma premiação na área da Saúde. O município participou da 12ª edição do Prêmio Maranhão Saúde, onde Bequimão foi homenageado pelo desempenho feito no ano de 2018 em Atenção à Saúde das Comunidades Tradicionais (Quilombolas) no município.

Para o secretário de saúde de Bequimão, que esteve presente no evento de premiação, o momento mostra o grande trabalho realizado na saúde de Bequimão, mesmo com tantas dificuldades enfrentadas. “O sentimento é de satisfação pelo reconhecimento do nosso esforço e empenho durante toda nossa gestão, mesmo com as dificuldades de um ano em crise, conseguimos manter esse padrão de qualidade em Bequimão. Sabemos que temos que melhorar cada vez mais, e para isso, sempre contamos com a sensibilidade do prefeito Zé Martins, que não mede esforços para apoiar nossas ações no município. Aproveito para parabenizar toda nossa equipe, que veste a camisa e cai em campo para fazer sempre o melhor para nosso povo”, destacou o secretário. 

O prefeito Zé Martins destacou a felicidade do reconhecimento de um trabalho árduo, de uma luta constante, mas muito satisfatória. “Nossa gestão encontra dificuldades em todos os setores, na saúde não é diferente, o custo para manter o hospital Lídia Martins é muito alto e só eu sei o quanto é difícil para que nosso povo tenha uma saúde digna, que ainda não está do jeito que quero, mas somos o único município que tem um hospital de 20 leitos funcionando plenamente mantido pela prefeitura. É claro que sonho com algo melhor para nosso povo, mas para isso precisamos ser vistos pelo Estado e União. Mas se Deus quiser vamos concluir nosso mandato com muito sucesso e com novos reconhecimentos, não só na saúde, mas em outros setores da gestão. Para nós esse prêmio serve como estímulo para continuar buscando recursos para investimentos na saúde, sempre coloquei a saúde de Bequimão em primeiro plano em nossa gestão, esse reconhecimento é fruto de muito trabalho e planejamento. E vamos avançar ainda mais”, disse o prefeito.

Além da atenção especial e contínua durante a ano todo que a gestão tem com as comunidades quilombolas, tem também a semana do bebê quilombola, onde a Secretaria de Saúde tem uma atuação de extrema importância, fazendo um acompanhamento estratégico e planejado em todas as comunidades certificadas de Bequimão. Devido a esse poder de atuação e resultado, a Saúde de Bequimão tem ocupado posição de destaque e mais uma vez é reconhecida, recebendo mais uma comenda pelo sucesso alcançado.

A secretária de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, Dinha Pinheiro, também esteve presente no evento de premiação e destacou a importância do trabalho em parceria com a saúde e outras secretarias. “Fico feliz em estar aqui nesta noite, onde Bequimão mais uma vez tem seu nome em destaque na gestão pública durante a administração do prefeito Zé Martins. Nosso trabalho sempre foi em parceria com outras secretarias e a saúde tem nos dado uma grande força nas ações dentro das comunidades quilombolas. Em tudo que envolve os quilombos, a Secretaria de Saúde está presente, por isso é justo este reconhecimento, ganha Bequimão e muito mais o povo que é o mais beneficiado nesta gestão”, enfatizou.

Estiveram presentes no evento de premiação da 12ª edição do Prêmio Maranhão Saúde, o vice-prefeito Magal, os secretários Josmael Castro (Assistência Social), Dinha Pinheiro (Cultura e Promoção da Igualdade Racial e Sidney Bouéres (Saúde), além de servidores municipais de Bequimão.