CREAS DE BEQUIMÃO CONVERSA SOBRE LEI MARIA DA PENHA NO DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Dia 08 de março é comemorado o Dia Internacional da Mulher e para lembrar esta data, o CREAS de Bequimão realizou Roda de Conversa com o objetivo de informar e conscientizar as mulheres, de seus direitos garantidos na Lei 11.340/2006, conhecida como Lei Maria da Penha, que visa garantir proteção contra a violência doméstica e familiar.

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) esteve reunido com moradores do Povoado Centrinho de Buritizeira, zona rural do município de Bequimão.

A ação contou com a articulação das secretarias de Educação e Assistência Social que mobilizaram as comunidades de Centrinho de Buritizeira, Coelho e Jeniparana na divulgação da Lei, seus objetivos e meios de acesso ao Sistema de Garantia de Direitos (SGD).

A facilitação da roda de conversa ficou por conta do psicólogo Wanderson Farias Privado, técnico de referência do CREAS/Bequimão, que acompanha 52 mulheres vítimas de violência doméstica e familiar. Uma garantia de proteção tipificado nos direitos socioassistenciais.

A agente administrativa Rose Pinheiro, graduada em Serviço Social, discorreu sobre a origem do Dia Internacional da Mulher e a luta da mulher contemporânea por direitos humanos, respeito e dignidade.

As discussões giraram em torno dos tipos de violência descritos na Lei, como violência física, psicológica, sexual, moral e patrimonial. Estendeu-se, também à Lei 13.104/2016, conhecida como Lei do Feminicídio e destaque para as Medidas Protetivas de Urgência.

A organização do espaço de discussão ficou por conta do gestor da Escola Municipal do povoado Mojó, Professor Magno.

As funcionárias do CREAS, Joana Pereira, Analice Martins e Rose Pinheiro, além da coordenadora Maria da Natividade (Sinole), distribuíram rosas e sortearam um presente para a mulher com mais idade.

Conhecer, aprender e denunciar é um processo que auxilia no rompimento do ciclo de violência doméstica e familiar. A prefeitura de Bequimão apoia essa ideia, promovendo ações de conscientização na Sede e nos Povoados, oferecendo serviço de proteção social de média complexidade para as mulheres vítimas de violência domestica e familiar por meio do PAEFI (Serviço de Proteção e Atendimento Especializado à Famílias e Indivíduos), serviço desenvolvido pelo CREAS/Bequimão.

Por Wanderson Farias Privado

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s