Representante nacional do Unicef visita Bequimão para conhecer o projeto da Semana do Bebê Quilombola

A representante do Unicef no Brasil, Florence Bauer, visitou o município de Bequimão, nesta quinta-feira (20), para conhecer de perto o projeto da Semana do Bebê Quilombola, que tem transformado os indicadores locais relacionados à infância e à adolescência. Ela foi recebida pelo prefeito Zé Martins e por parte da equipe envolvida nas ações das áreas da saúde, educação, assistência social, esporte, cultura e igualdade racial.

Desde 2013, quando o projeto começou a ser executado, foi construída uma rede de trabalho para buscar a melhoria de 13 indicadores sociais. O monitoramento inicia ainda na gestação, com a oferta de pré-natal adequado às mães, passando pela vacinação, escolaridade e proteção contra a violência. “Eu vim aqui para conhecer o município que participa da iniciativa do Selo Unicef. Deu para ver uma equipe trabalhando junto. Essa rede pode realmente fazer a diferença para a criança e o adolescente, garantindo um melhor começo de vida”, destacou Florence.

O prefeito Zé Martins comentou que Bequimão, com aproximadamente 21 mil habitantes, experimenta dificuldades semelhantes às de outros municípios brasileiros. Segundo ele, parcerias com instituições como o Unicef ajudam a enfrentar essas problemáticas. “Em conjunto, podemos avançar em políticas públicas. A nossa administração tem um olhar sensível pelas comunidades quilombolas, por isso procuramos realizar esse trabalho com muita responsabilidade. Estamos empenhados em melhorar cada um dos indicadores sociais, porque eles vão demonstrar que o nosso povo está vivendo com mais qualidade”, garantiu o prefeito.

Bequimão está tentando conquistar o Selo Unicef, concedido a municípios que comprovem cuidar bem dos seus meninos e meninas. Para a chefe do Escritório do Unicef em São Luís, Ofélia Silva, os municípios menores, como é o caso de Bequimão, têm grande potencial para a consolidação de um compromisso coletivo em torno da infância e adolescência. “É onde as pessoas estão mais próximas, se conhecem, acompanham o crescimento de suas crianças, têm o compromisso de uns com os outros. É isso que o Unicef pede através do selo: que todo mundo se sinta responsável por cada uma das crianças”, afirmou.

Participaram da reunião a secretária de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, Dinha Pinheiro, articuladora do projeto em Bequimão; o secretário de Saúde, Sidney Bouéres; o secretário de Esportes, Kell Pereira; e a representante da Fundação Josué Montello, Claudete Ribeiro. A visita à sede da Prefeitura Municipal foi encerrada ao som dos alunos da Escola de Música. Depois, a equipe do Unicef seguiu para uma roda de conversa na comunidade quilombola de Rio Grande.

Fotos: Rômulo Gomes/João Filho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s