Prefeitura de Bequimão reúne representantes do segmento cultural para tratar do auxílio emergencial

A Prefeitura de Bequimão, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, reuniu, nesta quarta-feira (29), representantes dos segmentos artístico e cultural do município, para tratar da implementação da Lei Aldir Blanc, que criou o Auxílio Emergencial Cultural, destinado a artistas e promotores de eventos.

A reunião aconteceu no auditório do Centro Administrativo da Prefeitura, localizado na Praça 2 de Novembro, e contou com a participação de 35 trabalhadores e trabalhadoras do seguimento. O secretário de Cultura e Promoção da Igualdade, Rodrigo Martins, explicou os mecanismos, os critérios e as condições necessárias para obtenção do benefício, previsto na Lei n° 1.075/2020, que criou o Auxílio Emergencial Cultural Aldir Blanc.

Também foi explicado quem tem direito e o que está vedado na Lei Aldir Blanc. O auxílio é no valor de R$ 600,00, para cada artista, e apoio mensal entre R$ 3 mil e R$ 10 mil a espaços culturais que estão impedidos de realizar atividades presenciais. Há, ainda, recursos para editais de fomento a projetos culturais.

“Ainda é cedo para definir como será o repasse do Auxílio Emergencial aos trabalhadores e trabalhadoras da cultura e para a gestão dos espaços culturais no município, porque ainda não houve a publicação da regulamentação da Lei, que irá direcionar como será a implementação e aplicação dos recursos”, explicou o secretário Rodrigo Martins.

Lei Aldir Blanc

A Lei Aldir Blanc determina a transferência, pela União aos Estados, Distrito Federal e aos Municípios, do valor de R$3 bilhões, em parcela única, para aplicação, pelos Poderes Executivos Locais, em ações emergenciais de apoio ao setor cultural, por meio de:
I – renda emergencial mensal aos trabalhadores e trabalhadoras da cultura;
II – subsídio mensal para manutenção de espaços artísticos e culturais, micro e
pequenas empresas culturais, cooperativas, instituições e organizações culturais
comunitárias que tiveram as suas atividades interrompidas por força das medidas
de isolamento social; e
III – editais, chamadas públicas, prêmios, aquisição de bens e serviços vinculados ao setor cultural e outros instrumentos voltados à manutenção de agentes, espaços, iniciativas, cursos, produções, desenvolvimento de atividades de economia criativa e economia solidária, produções audiovisuais, manifestações culturais, bem como para a realização de atividades artísticas e culturais que possam ser transmitidas pela internet ou disponibilizadas por meio de redes sociais e outras plataformas digitais.

Auxílio Emergencial

Segundo a lei Aldir Blanc, o montante será repassado aos estados e municípios para o pagamento de três parcelas de auxílio emergencial, no valor de R$ 600, a trabalhadores da cultura que não tenham recebido o Auxílio Emergencial Geral (um benefício instituído pelo governo federal através da Lei de nº 13.982/2020 que repassa R$600 reais mensais a trabalhadores informais e de baixa renda, microempreendedores individuais e também contribuintes individuais do Instituto Nacional do Seguro Social).

O dinheiro servirá ainda para conceder subsídios e financiar a manutenção de empresas e de espaços artísticos e culturais impactados pela pandemia do novo coronavírus, além de incentivar a produção cultural e artística local, com a realização de cursos, editais para eventos e pagamento de prêmios.

No primeiro momento, a Prefeitura de Bequimão reuniu com os trabalhadores e trabalhadoras da cultura e do segmento artístico (Cantores, DJ’s, Proprietários de Radiola, Roadies (carregadores das estruturas de som e equipamentos dos eventos). Mas, em um outro momento, a Secretaria Municipal de Cultura e Promoção da Igualdade Racial reunirá com os representantes dos espaços culturais e instituições culturais, como os grupos de danças folclóricas e culturais, dentre outros.

A partir do dia 4 de agosto (terça-feira), a  Secretaria Municipal de Cultura e Promoção da Igualdade Racial dará início ao cadastro das atividades artísticas e culturais existentes no município de Bequimão.

Por Rodrigo Martins

por A Tribuna de Bequimão

MOB determina novos horários para travessia de ferry boat

Confira os novos horários divulgados pela MOB

A Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB) atualizou os horários de embarque e desembarque dos ferry boats. A Portaria nº 308, de 27 de julho, determina que a partir do dia 31 de julho, a travessia entre os terminais da Ponta da Espera e Cujupe serão realizadas nos seguintes horários:

Sentido Terminal Ponta da Espera / Cujupe: 3h, 5h, 7h, 8h, 10h, 12h, 13h, 15h e 19h

Sentido Terminal Cujupe / Ponta da Espera: 5h30, 7h30, 9h30, 10h30, 12h30, 14h30, 15h30, 17h30, 21h30

A Portaria frisa ainda que terão prioridade no embarque caminhões e veículos de serviços essenciais previstos no Decreto Estadual nº 35.874, veículos utilizados no transporte de pacientes, agentes de saúde e de segurança.

As empresas que operam no transporte aquaviário devem manter e intensificar os protocolos de prevenção à Covid-19, estabelecida na Portaria nº 250 da MOB, dentre os quais se destaca a necessidade de higienização das embarcações com água e sabão ou álcool a 70% nas superfícies que são tocadas com mais frequência, como barras, assentos e portas, antes de cada viagem.

Há a possibilidade de viagens extras de acordo com a demanda.

por A Tribuna de Bequimão

Prefeitura de Bequimão discute retorno às aulas na rede municipal de ensino

O retorno às aulas é um dos principais desafios impostos pela pandemia do coronavírus no Brasil. Em pequenos municípios do país, como é o caso de Bequimão, também está sendo procurada uma solução que seja segura para estudantes, professores, funcionários das escolas e familiares. A Prefeitura de Bequimão, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), iniciou uma série de discussões junto a profissionais e entidades representativas do setor. A primeira reunião aconteceu na última semana, na Escola Minas Gerais.

Compensar os prejuízos à classe estudantil de maneira segura é o primeiro passo para o “novo normal”, nas escolas de Bequimão. Por isso, profissionais da saúde, que estão na linha de frente do combate ao coronavírus, também contribuíram no debate que vai dar base para o plano de volta às aulas. No encontro, foi apresentado um diagnóstico da situação sanitária no município, com destaque para os resultados alcançados com as estratégias de enfrentamento à pandemia.

Com o plano de retomada das aulas em fase de elaboração, ainda não há data prevista para o retorno das atividades escolares em Bequimão. “Estamos em processo de discussão e aprovação do Plano. Existem várias etapas que precisam ser discutidas, analisadas pela Comissão Intersetorial de Retomada e, por fim, submetidas à avaliação do Conselho Municipal de Educação”, contou a secretária municipal de Educação, Jainara Peixoto. 

Participam da construção do documento base gestores e orientadores pedagógicos, equipe pedagógica da Semed, Conselho Municipal de Educação, coordenação da Vigilância Epidemiológica, Assistência Social, Secretaria de Administração, Setor de Transporte Escolar, Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Bequimão (SISMUBEQ) e representantes da Comissão de Educação da Câmara de Vereadores.

por A Tribuna de Bequimão

Prefeitura de Bequimão intensifica preparação do solo para produção da safra 2020/2021, no município

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé, céu, árvore, shorts, atividades ao ar livre e natureza

A agricultura familiar é uma das principais fontes de renda da população bequimãoense. Por isso, o setor vem recebendo cada vez mais investimentos por parte da Prefeitura de Bequimão, na gestão do prefeito Zé Martins (MDB). Prova disso é que o município produziu 75% a mais ao longo dos últimos sete anos. Nesse período, Bequimão chegou, inclusive, a exportar toneladas de mandioca para fabricação da Magnífica, cerveja produzida e vendida exclusivamente no estado do Maranhão.

A imagem pode conter: céu, atividades ao ar livre e natureza

Esta semana o prefeito Zé Martins visitou uma das áreas de produção agrícola, no município. Por lá, a terra já está sendo preparada para o plantio. “Intensificamos a preparação do solo, visando a produção da safra 2020/2021. Já prestamos assistência técnica a pelo menos 86 agricultores e agricultoras familiares de Bequimão, por meio do projeto ‘Cinturão Verde'”, informou o prefeito do município.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé, árvore, planta, grama, atividades ao ar livre e natureza

Os trabalhadores rurais vão produzir mandioca, macaxeira, milho, arroz, feijão, melancia, abóbora, batata doce, hortaliças, entre outros alimentos. As comunidades beneficiadas nesta etapa de preparação do solo são: Vila Betel, Frederico, Ariquipá, Rio Grande, Santa Teresa, Matinha, Paricatiua, Marajá, Pontal, Guaribal e Jacioca. O trabalho vai seguir rumo às demais comunidades de Bequimão, obedecendo ao planejamento feito pela Secretaria Municipal de Agricultura.

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé, céu, árvore, atividades ao ar livre e natureza

Parte da safra 2020/2021 será adquirida pelo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e distribuída a famílias em situação de vulnerabilidade social. A outra parte da produção será comercializada em feiras e mercados do município. “Esta, sem dúvidas, é uma iniciativa que vai garantir alimentação de qualidade na mesa dos bequimãoenses, proporcionar renda aos trabalhadores rurais do município e movimentar a economia local”, concluiu, otimista, o prefeito Zé Martins.

por A Tribuna de Bequimão

João Martins comemora aprovação da PEC do novo Fundeb, que beneficiará pequenos municípios como Bequimão

O pré-candidato a prefeito de Bequimão, João Martins, usou as suas redes sociais, nesta quarta-feira (22), para comemorar a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que torna o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) permanente.

Para João Martins, a aprovação da proposta representa a vitória da educação. “Com a aprovação, 17 milhões de estudantes a mais serão beneficiados no Brasil. Vale ressaltar que, além de aumentar a quantidade de recursos que o governo federal irá depositar no fundo, o novo FUNDEB ajudará a diminuir a desigualdade, uma vez que os municípios menores e que necessitam de mais recursos, como é o caso de Bequimão, irão receber mais investimentos”, disse em publicação, no Instagram.

A PEC 15/15 foi aprovada na Câmara dos Deputados, nesta terça-feira (21), por 492 votos favoráveis, seis contrários e uma abstenção. Agora, o texto segue para o Senado, onde também deve ser analisado em dois turnos e depende da aprovação de, pelo menos, 49 senadores. “Quando a educação vence, renova nossas esperanças de um Brasil melhor, mais justo e igualitário para todos”, concluiu João Martins.

por A Tribuna de Bequimão

Bequimão recebe 540 kits de higiene doados pelo Unicef para assistência a famílias em situação de vulnerabilidade

A Prefeitura de Bequimão, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, recebeu na tarde desta quinta-feira (23), 540 kits de higiene pessoal doados pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). Os produtos serão entregues aos moradores das comunidades quilombolas do município a partir da próxima semana.

A doação integra uma série de ações emergenciais desenvolvidas pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), com o objetivo de auxiliar os municípios maranhenses no combate à pandemia do novo coronavírus.

“Nesse cenário de pandemia que estamos vivendo, a importância das parcerias e do trabalho em rede é fundamental para levar atenção e proteção a crianças, adolescentes e idosos, que constituem famílias em situação de vulnerabilidade social. Nosso compromisso é garantir que a informação e suprimentos básicos cheguem a cada uma dessas famílias”, afirmou o secretário de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, Rodrigo Martins.

A entrega dos kits será realizada em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (Semus), Movimento Quilombola de Bequimão (MoqBeq), Jovens Unidos pela Vida na Amazônia (JUVA) e projeto social ‘Bora Ver’. A distribuição, segundo o secretário Rodrigo Martins, deve se estender até o início de agosto e vai obedecer ao protocolo de prevenção da Covid-19.

Bequimão tem 230 pacientes curados da Covid-19, informa boletim epidemiológico

Quase 250 pessoas foram contaminadas pelo coronavírus desde o início da pandemia, em Bequimão. Deste total, 230 já estão curadas da Covid-19, informou a Secretaria Municipal de Saúde (Semus), nesta quarta-feira (22). O número representa 92,7% dos infectados pelo vírus no município.

A elevação do percentual de cura é reflexo do trabalho coordenado pela gestão do prefeito Zé Martins, que tem atuado diariamente para controlar a crise sanitária em Bequimão. Há apenas dois pacientes internados na ala exclusiva para Covid-19 do Hospital Lídia Martins. Outros sete estão em tratamento domiciliar e onze, infelizmente, perderam a batalha contra a doença.

Além das restrições estabelecidas em decretos, o município tem realizado diversas campanhas de conscientização através do rádio, da internet e carros de som. Somam-se a essas iniciativas, a realização de barreiras sanitárias; a ampliação dos leitos para Covid-19; a aquisição de medicamentos para o tratamento da doença; e o reforço da assistência médica domiciliar durante a pandemia. 

por A Tribuna de Bequimão

Pré-candidato a prefeito de Bequimão, João Martins recebe lideranças quilombolas em casa

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas, mesa, atividades ao ar livre e área interna

Faltando menos de quatro meses para as eleições municipais, o grupo comandado pelo prefeito Zé Martins (MDB) já começa a dar demonstrações de que está cada vez mais forte e coeso. No último domingo (19), o dia foi de agenda lotada para o pré-candidato a prefeito de Bequimão, João Martins, principal nome do grupo para concorrer ao cargo. João recebeu lideranças quilombolas para um bate-papo, em sua residência, no Bairro de Fátima.

Durante o encontro, o pré-candidato destacou o histórico de luta do povo negro e garantiu que as demandas provenientes das comunidades quilombolas estão entre as suas prioridades. “O protagonismo tão merecido desse povo guerreiro está entre nossas prioridades. Por isso, gostaria de agradecer a confiança que estão tendo em nós. Posso garantir: não irei decepcioná-los. Seguimos em frente e contamos com o apoio de cada um de vocês para irmos mais longe com este projeto audacioso para Bequimão”, declarou João Martins, na reunião.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas, pessoas comendo, mesa, área interna e atividades ao ar livre

O apoio espontâneo de várias frentes e seguimentos da sociedade bequimãoense à pré-candidatura de João vem crescendo diariamente. Para ele, a ampla adesão é honrosa e representa a confiança do povo de Bequimão, que é unânime quando o assunto é a continuidade do desenvolvimento no município. “A cada dia que passa, cresce o número de amigos que espontaneamente nos procuram para aderir ao projeto de desenvolvimento que planejamos para Bequimão. Cresce o grupo e com ele crescem as responsabilidades. Nossa fé é inabalável e, com a ajuda dos bequimãoenses, temos a certeza de que podemos fazer Bequimão crescer ainda mais”, enfatizou o pré-candidato a prefeito.

Entrevista exclusiva

João Martins também recebeu em sua residência o youtuber Mano Robi. Na ocasião, o pré-candidato concedeu uma entrevista exclusiva para o canal “A Vibe do Mano Robi”. No bate-papo, ele destacou a importância de sua pré-candidatura e ressaltou que a preferência pelo seu nome surgiu de um consenso entre os integrantes do grupo político comandado pelo prefeito Zé Martins. O atual prefeito de Bequimão e seus correligionários apostam na candidatura de João Martins, para elevar o debate público no município e garantir que o trabalho continue a partir de 2021.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas, árvore, atividades ao ar livre e natureza

por A Tribuna de Bequimão

Após chuvas, Prefeitura de Bequimão inicia recuperação de estradas vicinais

 

As fortes chuvas que caíram em Bequimão entre janeiro e julho deste ano castigaram os quase 400 km de estradas vicinais que ligam a zona rural à sede do município. Porém, com a chegada da estiagem, a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Infraestrutura, já trabalha para reverter este cenário: iniciou a recuperação de vias, barragens e pontes no município.

Os povoados Balandro e Santa Vitória foram os primeiros a receber a força-tarefa. Nesta segunda-feira (20), as máquinas da prefeitura fizeram a terraplanagem das ruas, para em seguida empiçarrá-las. A expectativa é que esse trabalho alcance todas as estradas vicinais do município até o final do ano, dando maior mobilidade para quem precisa se deslocar entre a sede e a zona rural ou vice-versa.

Bequimão tem uma área territorial estimada em 768.957 km² e faz divisa como os municípios de Alcântara, Peri-Mirim, Pinheiro e Central do Maranhão. O município possui aproximadamente 25 mil habitantes e é formado por mais de 80 povoados.

por A Tribuna de Bequimão

Prefeitura de Bequimão reforça assistência médica domiciliar durante a pandemia do novo coronavírus

A assistência médica domiciliar é um dos pilares de enfrentamento ao coronavírus em Bequimão. A estratégia adotada pelo comitê que gere a crise sanitária no município, com a coordenação do prefeito Zé Martins, tem dado certo. Ao apresentar os primeiros sintomas, o paciente é logo orientado a cumprir o isolamento domiciliar e passa a receber a visita de equipes multiprofissionais de saúde.

Médicos, enfermeiros, biomédicos, agentes comunitários de saúde, técnicos de enfermagem, dentistas, técnicos em saúde bucal, psicólogos, motoristas e administrativos são alguns dos profissionais empenhados nessa luta, que já dura três meses. Desde o início da pandemia, mais de dez equipes volante e de Estratégia Saúde da Família (ESF) já visitaram 400 pacientes na sede e em diversas comunidades da zona rural do município.

Durante as visitas, as pessoas com sintomas têm a pressão arterial aferida e fazem testes de glicemia, níveis de saturação, frequência cardíaca e teste rápido para Covid-19. Esse monitoramento tem como objetivo levantar possíveis comorbidades que possam agravar a doença. Ao todo, a gestão do prefeito Zé Martins já entregou 420 kits de medicamentos à população. A ideia é combater a Covid-19, em estágios iniciais.

Uma iniciativa que trouxe resultados positivos para o município no combate ao coronavírus. Segundo a última atualização do Boletim Epidemiológico, divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), Bequimão tem 217 pacientes curados da Covid-19 e não registra nenhuma internação decorrente da doença, nos leitos exclusivos do Hospital Lídia Martins. Em contrapartida, já registrou onze óbitos desde o começo da pandemia. Nove pessoas estão com o vírus ativo e 45 apresentam suspeitas de contaminação. Por isso, a orientação da Semus continua a mesma: se puder, fique em casa.

por A Tribuna de Bequimão