Cruz Vermelha Viva atende comunidades quilombolas em parceria com Prefeitura de Bequimão

Mais de 1.400 moradores das 11 comunidades quilombolas de Bequimão foram atendidos pela operação Cruz Vermelha Viva. A ação, promovida entre os dias 24 e 29 de julho, foi viabilizada pelo prefeito Zé Martins e pela secretária de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, Dinha Pinheiro, que fizeram a parceria, garantindo apoio logístico, estrutural e material de uso. Esta é a segunda vez que o projeto chega ao município. A primeira edição foi em 2015.

Nos seis dias de operação, era fácil encontrar, pelo interior do município, profissionais e estudantes universitários com os coletes vermelhos e detalhes em amarelo e branco. Era o sinal de que ali estavam sendo realizadas ações sociais, com doação de mantimentos, roupas, calçados e, principalmente, atendimentos em saúde. “Tudo isso foi feito de duas maneiras: em um local de concentração, em momentos na casa de alguém da comunidade ou nas escolas; a segunda maneira foi a visita domiciliar”, explicou o assistente de Voluntariado, Pedro Oliveira.

A equipe da Estratégia Saúde da Família, da Prefeitura de Bequimão, também colaborou na ação. Em cada lugar, eram feitos testes de glicemia, aferição de pressão arterial, entrega de kits de higiene bucal, aplicação de flúor, palestras sobre a saúde da população negra, aconselhamentos de saúde e de alimentação e orientações de postura física. Ainda teve espaço para o CineCruz, com exibição de filmes nas comunidades, além de recreação e entrega de brinquedos.

Para tantos atendimentos, foram mobilizados enfermeiros e estudantes universitários das áreas de Enfermagem, Medicina, Farmácia, Odontologia, Nutrição e Educação Física. A partir dessa ação, também foi produzido um mapeamento das problemáticas  que afetam as comunidades quilombolas do município, entregue à equipe da Prefeitura de Bequimão.

“Esse diagnóstico nos ajuda muito no planejamento das estratégias que ainda precisamos implantar para garantir melhor qualidade de vida à população quilombola de Bequimão. Podemos dizer que esses 10 profissionais e estudantes vieram colaborar e fizeram história no nosso município”, avaliou a secretária municipal de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, Dinha Pinheiro.

Para o prefeito Zé Martins, essas atividades que funcionam como uma espécie de mutirão dão um impulso aos atendimentos prestados no dia a dia. “Prestamos uma assistência mais sistematizada e contínua com as nossas equipes da Estratégia Saúde da Família, que atendem nossas comunidades. Mas é sempre bom ter a colaboração e um olhar de fora, para que, inclusive, possamos identificar o que precisa ser aprimorado no nosso trabalho. A Cruz Vermelha prestou um trabalho muito importe e bonito à nossa população. Queremos continuar com essa parceria”, enfatizou o prefeito.

Colaboraram com a operação Cruz Vermelha Viva, em Bequimão, as secretarias da Saúde, Administração e Transporte. O trabalho alcançou as comunidades quilombolas de Sibéria, Pericumã, Marajá, Rio Grande, Juraraitá, Ariquipá, Sassuí, Conceição, Ramal do Quindíua, Mafra e Santa Rita.

Prefeito Zé Martins participa de reunião com ministro da Saúde em São Luís

O prefeito de Bequimão, Zé Martins (PMDB), e o secretário municipal de Saúde, Sidney Bouéres, participaram, na manhã desta segunda-feira (31), de reunião com o ministro da Saúde, Ricardo Barros, no auditório da Fiema, na capital maranhense.

Durante o evento, que contou com a presença do governador Flávio Dino, o ministro anunciou recursos da ordem de R$ 21 milhões destinados a serviços na área da atenção básica de saúde, que serão aplicados em 84 municípios maranhenses.

 

Barros ainda apresentou as ações, projetos e programas desenvolvidos hoje pelo Governo Federal, na área da Saúde, pontuando a atual conjuntura de investimentos no setor. “Com esse investimento, nosso objetivo é otimizar os serviços básicos de saúde em todo o país, dando atenção especial às ações desenvolvidas pela Estratégia Saúde da Família, para ampliarmos o atendimento principalmente nessa área e melhorarmos a gestão dessas ações em todos os municípios contemplados”, observou o ministro Ricardo Barros.

 

O governador Flávio Dino enalteceu o investimento na atenção básica destinado pelo governo federal ao Maranhão e destacou que o reforço é primordial para ajudar os estados a gerir a saúde nesse momento de profunda crise financeira vivenciada no país.

“Acredito que o empenho por uma gestão tripartite e solidária é fundamental nesse processo. Precisamos nos ajudar mutuamente para que as gestões nas mais diversas áreas deem certo. Mesmo com recursos escassos, já fizemos um investimento significativo na saúde do Maranhão, com a entrega de diversas unidades de saúde e hospitais regionais por todo o estado. Esperamos que os recursos que serão destinados para a atenção básica nos municípios de nosso estado contribuam para desafogar as unidades de urgência e emergência, fazendo com que a atenção primária chegue a mais cidadãos”, observou o governador Flávio Dino.

No encontro, os prefeitos e gestores municipais de Saúde também apresentaram ao ministro as demandas de suas cidades e apontaram soluções para problemas na área, principalmente para ações executadas com recursos federais.

Sebrae participa da primeira reunião para a criação do comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Turiaçu

Diretor Superintendente do Sebrae-MA, João Martins, Prefeito de Santa Helena, Zezildo Almeida e Graça Fernandes, gerente do Sebrae em Pinheiro.

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Maranhão (Sebrae), através da sua Unidade Regional de Pinheiro, participou da primeira reunião de discussão para a criação do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Turiaçu, que aconteceu em Santa Helena, na última sexta-feira (28).

O Diretor Superintendente do Sebrae-MA, João Martins, esteve presente acompanhado da gerente regional do Sebrae em Pinheiro, Graça Fernandes, e durante a sua fala informou que o Sebrae estará participando da comissão do pré-comitê na condição de usuário do corpo hídrico e contratará uma consultoria para a elaboração do planejamento estratégico do comitê, que permitirá a diretoria estruturar as ações, definir a instituições responsáveis, estabelecer os prazos e metas que nortearão a institucionalização do comitê, bem como a necessidade de se fortalecer a cadeia produtiva dos pequenos empreendimentos e das atividades econômicas que são desenvolvidas ao longo do Rio Turiaçu e aqueles que tem o rio como canal de acesso aos clientes ou como atrativo para seus negócios.
Diretor Superintendente do Sebrae-MA, João Martins, ao lado do presidente do comitê da bacia

hidrográfica do Rio Mearim, Sr. Ivo e do secretário-executivo, Sr. Zé Filho.

por A Tribuna de Bequimão

Festival de Cultura Quilombola de Bequimão é realizado na Comunidade Rio Grande

Pelo quarto ano consecutivo, foi realizado o Festival de Cultura Quilombola de Bequimão. O evento promovido pelo Movimento Quilombola de Bequimão (MoqBeq) e Movimento Quilombola do Maranhão (Moquibom), em parceria com o Instituto Quilombola do Maranhão (IQM) e com apoio da Prefeitura Municipal de Bequimão, aconteceu nos dias 21 e 22 de julho, na comunidade Rio Grande.

Na abertura, o prefeito Zé Martins destacou seu respeito pelo trabalho que o Movimento Quilombola tem feito em Bequimão e reforçou seu compromisso com as comunidades. O coordenador do Moqbeq, Fábio Silva, relembrou as lutas e falou do cenário político nacional, ressaltando os conflitos pela posse do território, como ocorre no quilombo Sibéria, em Bequimão.

Fábio entregou ao prefeito uma solicitação do Moqbeq pedindo que 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, fosse transformado em feriado municipal em Bequimão. Zé Martins recebeu o documento, manifestou seu apoio ao pedido e solicitou que o vereador Vadico do Areal, representante dos quilombolas na Câmara Municipal, submetesse o projeto a votação.

Também foram oferecidas três oficinas, pela manhã, sobre a temática Educação, Saúde e Território. Durante a programação rolou tambor de crioula, forró de caixa e, para encerrar, aconteceu uma seresta com a Banda Chamego e muito reggae. Para fechar o evento, foi sorteado a sede do V Festival, que acontecerá em julho de 2018. Foi eleita a Comunidade Quilombola de Sibéria

Prefeito Zé Martins lamenta morte de Raimundo Clemente Pereira (Surubim)

O prefeito de Bequimão, Zé Martins, divulgou nota lamentando a morte de Raimundo Clemente Pereira, mais conhecido como Surubim. Ele faleceu na quinta-feira (27), em São Luís.

Nota de pesar

Recebi com pesar a notícia do falecimento de Raimundo Clemente Pereira, de 98 anos, conhecido em Bequimão como Surubim. Neste momento de dor, solidarizo-me à família, em especial aos seus 12 filhos e filhas e também à sua nora, Maria da Conceição Martins Pereira (dona Noca), que é minha tia e esposa do seu filho, Silas Pereira. Ele também era muito amigo do meu pai Juca Martins. Surubim prestou relevantes serviços ao nosso município de Bequimão.

Zé Martins
Prefeito Municipal de Bequimão

por A Tribuna de Bequimão

Seleção de Bequimão empata com Cedral em pleno Vivaldão

Homenagem a Neidson da seleção de Bequimão que morreu há poucos dias antes do jogo 

Após estreia com vitória no Copão Conguarás contra Guimarães, fora de casa, a seleção de Bequimão ficou só no empate por 0x0, em pleno Estádio Vivaldão, jogando contra a seleção de Cedral. A partida aconteceu no último domingo (16), com grande número de torcedores.

No primeiro tempo, Bequimão não se encontrou em campo e, por sorte e graças às grandes defesas do goleiro Adriano, se livrou de voltar para o vestiário com um placar adverso. No segundo tempo, o técnico Beato Lopes voltou com duas modificações. Tirou o volante Guebany e colocou Nailson; sacou Lailton, colocando em seu lugar o jogador Marcinho. Depois tirou Júnior e colocou Pata e substituiu Zequinha por Felipe, que deu mais força ofensiva à seleção de Bequimão. No final do segundo tempo Beato tirou Maike e colocou em campo Lobo.

A seleção de Cedral veio com um esquema tático fechado, jogando no 3-5-2, ora oscilando para 3-6-1. Mesmo assim, deu muito trabalho para a defesa bequimãoense, que teve o zagueiro Maicon jogando machucado desde metade do primeiro tempo.

Com o empate no último domingo, Bequimão vai precisar vencer Porto Rico neste domingo (30), também no Vivaldão, se quiser brigar pelo título. Além de Porto Rico, os bequimãoenses ainda terão Guimarães, em casa, no dia 6 de agosto. Depois vão sair para jogar duas partidas fora, contra Cedral e Porto Rico.

Estiveram no Vivaldão o prefeito Zé Martins, o vice Magal, os secretários Kell Pereira (Esporte), Zé Orlando (Administração), Dinha Pinheiro (Cultura), Creuber Pereira (Agricultura), Sidney Bouéres (Saúde), Josmael Gomes (Assistência Social), o vereador e presidente da Liga Bequimãoense, Valmir Costa, além dos desportistas.

FICHA TÉCNICA DO JOGO

SELEÇÃO DE BEQUIMÃO – Adriano, Índio, Thiago, Maicon e Júnior (Pata), Guebany (Nailson), Ronaldo, Zequinha (Felipe) e Lailton (Marcinho), Cabrinha e Maike (Lobo) – TEC: Beato Lopes.

 

Conferência Municipal de Assistência Social aborda fortalecimento do SUAS

Novas propostas para as políticas sociais no município de Bequimão foram discutidas na IX Conferência Municipal de Assistência Social, que aconteceu na última terça-feira (25). O evento realizado pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e do Conselho Municipal de Assistência Social, teve como tema central a “Garantia de Direitos no fortalecimento do SUAS”.

O Sistema Único de Assistência Social (SUAS), implantado desde 2005 pelo Governo Federal, é voltado para a gestão da proteção social brasileira. O sistema consolidou maior cooperação entre municípios, estados e união, com critérios e procedimentos transparentes no repasse de recursos, prestação de contas e na maneira como serviços e os municípios estão hoje organizados.

Durante a plenária, foram apresentados quatro painéis tendo como foco essa temática. A conferencista Rosângela Bertoldo apresentou as vantagens da conferência, as responsabilidades do município e a importância da sociedade civil para o melhoramento das políticas públicas implementadas. Depois, houve um debate em grupo, do qual saíram diretrizes para o aperfeiçoamento do SUAS. Participaram desse momento de construção partilhada aproximadamente 150 bequimãoenses.

A beneficiária da Assistência Social, Jacilene Costa, avaliou os serviços que já obteve. “Eu recebo Bolsa Família e me ajuda muito no sustento da minha família. Graças a Deus, sempre fui bem atendida pelos órgãos municipais, tanto pelo CREAS, quanto pelo CRAS”, disse.

O secretário de Assistência Social, Josmael Gomes Júnior, destacou programas que já estão em fase de implantação.  “Esperamos sair desta conferência com propostas que possam melhorar e garantir de fato direitos às pessoas que necessitam de assistência. Dentro de algumas semanas, implantaremos os programas Criança Feliz e Assesuas Trabalho, destinado a pessoas que já fizeram cursos do Projovem e Pronatec, como forma de incluir esses jovens no mundo do trabalho”, garantiu.

 

Para o prefeito de Bequimão, Zé Martins, é preciso manter o comprometimento com a segurança social do município. “Quero falar de alguns bons resultados que estamos realizando desde 2013. Fazemos um trabalho imenso com políticas sociais que beneficiam as pessoas mais carentes de nosso município. O Bolsa Família, por exemplo, é o programa que possui o maior impacto em Bequimão, atingindo 61% da população. Até dezembro de 2016, Bequimão tinha 3.447 famílias cadastradas, o que representa mais R$ 8 milhões que circulam por ano no município. Todos esses benefícios fazem parte do programa de transferência de renda que serve para promover distribuição de riqueza no nosso país. Esse benefício só chega a quem precisa por causa do empenho das pessoas que atuam no município, muitas vezes fazendo busca ativa de quem tem esse direito”, explicou o prefeito.

Após aprovadas as propostas, seguindo o regimento interno, foram eleitos os quatro delegados e suplentes, que representarão o município na conferência estadual: (Poder Público) Josmael Gomes Castro Júnior, Sandra Amorim, Gleyciane Ribeiro (1º Suplente) e Valdeci Amorim (2º Suplente); (Sociedade Civil) Carlos Alberto e Jacilene Costa.

A conferência contou com a presença do vice-prefeito Sidney Nogueira (Magal), do deputado estadual Zé Inácio, do presidente da Câmara de Vereadores, Amarildo Paixão, do vereador Jorge Filho, da presidente do Conselho Municipal da Assistência Social, Rose Pinheiro, dos secretários José Orlando Ferreira (Administração), Dinha Pinheiro (Cultura e Promoção da Igualdade Racial), Aristides França (Educação), Keila Soares (Meio Ambiente) e o secretário adjunto de Meio Ambiente, Edmilson Pinheiro, além de representantes do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, movimentos sociais e sociedade civil. Fotos: Rodrigo Martins

 

Sebrae participa do II Encontro Floresta dos Guarás

O encontro aconteceu na cidade de Cururupu e teve como eixo principal  a sustentabilidade socioambiental do Polo Floresta dos Guarás.

 

Com quase três anos de existência o Fórum Floresta dos Guarás foi uma  iniciativa idealizada com o objetivo de criar um espaço para debater  ações e elaborar propostas de políticas públicas que possam beneficiar  os oito municípios que integram o polo Floresta dos Guarás.
Como parte das ações do grupo, todo ano universidades, estudantes,  representantes de entidades não governamentais, associações, órgãos do  poder público, tanto estadual quanto municipal, grupos artísticos e  folclóricos, artesãos, instituições públicas e privadas e diversos  membros da sociedade civil, se reúnem durante o Encontro Floresta dos  Guarás, para tratar temas prioritários para o desenvolvimento  socioambiental da região.
Este ano foi a segunda edição do evento que aconteceu na cidade de  Cururupu. Como parte da programação ocorreram diversos debates sobre  turismo sustentável, com base na geração de emprego e renda, melhoria  na qualidade de vida na região, valorização da cultura local tendo a  sustentabilidade socioambiental como o caminho para a transformação.
Com o tema “Unir para Construir”, o encontro discutiu temáticas que  estão relacionadas diretamente a vida da população local como a  preocupação com as mudanças climáticas e como elas tem impactado as  zonas costeiras e os recursos hídricos. Foram discutidos ainda  segurança pública e a problemática do trânsito.
Como parceiro do evento, o Sebrae participou do Fórum com uma palestra  proferida pelo Diretor Superintendente do Sebrae no Maranhão, João  Martins, que abordou o tema  “O papel do empreendedorismo na  construção do desenvolvimento regional”.
“O Sebrae trabalha em parceria com o poder público e a sociedade civil  organizada e felizmente pudemos nos irmanar com o Fórum Floresta dos  Guarás e contribuir com o nosso entendimento de empreendedorismo para  fortalecer, não somente os micro e pequenos empresários aqui da região  do litoral ocidental, mas a população como um todo aqui da Floresta  dos Guarás, para que o trabalho realizado aqui possa gerar emprego e  renda fazendo com que esse território se desenvolva com  sustentabilidade”, afirmou Martins.

Para Marcos Dominice, um dos membros da comissão organizadora do  evento, os municípios da região tem um potencial enorme para o  desenvolvimento da cultura, do esporte, do lazer e principalmente do  emprego e renda, mas como todos os municípios eles também têm  problemas e isso é discutido no encontro, não apenas as  potencialidades. “Nosso objetivo é buscar soluções e mostrar para a  comunidade todo o potencial da região e motivá-los a modificar a  realizada atual”, afirmou Marcos Dominice, membro da comissão  organizadora do encontro.
Os participantes puderam ainda apreciar as exposições científicas,  gastronômicas, institucionais e artísticas que estavam espalhadas por  todo o prédio onde aconteceu o encontro. O Centro de Recuperação de  Manguezais (Cermangue), projeto da Universidade Federal do Maranhão  (UFMA)  participou do encontro como expositor e trabalhou a  importância da conscientização de se preservar os manguezais no Polo  Floresta dos Guarás.
“O nosso maior objetivo aqui é fortalecer a educação ambiental,  criando conscientização e valorização do bioma que está presente em  grande parte da região que é o manguezal e mostrar que quando o ser  humano polui, destrói, ele está prejudicando diretamente ele mesmo,  uma vez que ele convive com esse ecossistema o tempo todo, direta e indiretamente”, observou a aluna da UFMA e integrante do projeto  Cermangue, Louise Nogueira Rodrigues.

Para a Prefeita Municipal de Cururupu, Rosária de Fátima Chaves, a  professora Rosinha, a cidade de Cururupu é uma privilegiada por poder  sediar o encontro, destacou ainda o suprapartidarismo do grupo que  organizou o encontro.
“As pessoas que organizam esse encontro utilizam as ferramentas de  divulgação e abrangência do evento para o bem. Eles não têm interesse  econômico e nem partidário com o fórum, estão somente pensando naquilo  que é o melhor para a nossa região do litoral ocidental maranhense”,  destacou a prefeita.
Segundo a professora Doutora do Departamento de Oceanografia da UFMA e  Diretora do Cermangue, Flávia Mochel, um ponto positivo que já pode  ser percebido é que o encontro está unindo os municípios da floresta  dos guarás, inclusive trazendo outras cidades que até estão fora dessa  região especifica do litoral, mas que querem contribuir com o tema.  “Até porque essa é uma discussão que é de todos e não apenas daqueles  que vivem no polo”, enfatizou Mochel.
O próximo encontro acontecerá em 2018 em um município que ainda será  definido em assembleia pela comissão do fórum.

por A Tribuna de Bequimão

Sebrae identifica potencial turístico em região da Balaiada, no Baixo Paranaíba

São Luís – O Sebrae no Maranhão entregou aos prefeitos do Baixo Paranaíba, que fazem parte do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Regional da Balaiada, o estudo de Mapeamento dos Potenciais Turísticos e Estudo de Viabilidade Turística para Roteirização na Região da Balaiada, em uma reunião na sede da instituição no Jaracaty.

Segundo o diretor superintendente do Sebrae, João Martins, o estudo faz parte de uma série de levantamentos que a instituição tem feito no estado para levantar potenciais turísticos a serem estruturados.

“Fizemos na região do Baixo Parnaíba um levantamento igual ao que fizemos no Litoral Ocidental, onde temos um projeto de desenvolvimento em andamento e sobre turismo religioso para identificar tendências de negócios turísticos e o que precisa ser feito para estruturar esta cadeia de valor na região. O resultado nos mostrou que existe um potencial a ser explorado e queremos trabalhar junto com o poder público para ajudar a criar um ambiente favorável para que estes negócios floresçam e se desenvolvam”, disse Martins.

Além da entrega dos dois estudos do Baixo Parnaíba, na reunião ficou acertado que o Sebrae apoiará o desenvolvimento institucional para o Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Regional da Balaiada e implantação de Salas do empreendedor na região – apenas três deles – Belágua, Itapecuru-Mirim e Urbano Santos tem Sala do Empreendedor ativas –  além de suporte na busca pela roteirização turística da região onde aconteceu a revolução da Balaiada, uma revolta regencial ocorrida entre 1838 e 1841 numa região que abrange até 45 municípios maranhenses.

“Há uma identificação dos municípios da região do Baixo Paranaíba com o movimento da Balaiada e estamos unindo esforços para obter resultados para nossa região e estamos muito felizes de contar com o apoio do Sebrae que é uma instituição que tem muito a oferecer para os municípios e abre portas para nos ajudar a desenvolver projetos como este de roteirização turística da região da Balaiada”, afirmou a prefeita de Urbano Santos e presidente do Consórcio Intermunicipal Iracema Vale.

Também estiveram presentes na reunião os prefeitos de Anapurus, Vanderly Montelo; de Belágua, Heron Costa; Mata Roma, Raimundo Ivaldo e Nina Rodrigues Rodrigo Quaresma, o presidente da Câmara Municipal de Itapecuru-Mirim, Carlos Junior, o gerente da Unidade regional do Sebrae em Chapadinha, David Felipe Amorim, a Gerente da Unidade Regional de Políticas Públicas (UPP) do Sebrae, Cristiane Cardoso, e o gestor da carteira de Turismo do Sebrae, Luiz Marques.

 

ESTUDO

O Mapeamento dos Potenciais Turísticos e Estudo de Viabilidade Turística para Roteirização na Região da Balaiada feito pelo Sebrae identificou 29 atrativos turísticos nos 17 municípios que fazem parte da região do Baixo Paranaíba.

Os atrativos identificados na região vão desde monumentos religiosos a balneários, fazendas identificadas como palco de episódios e lutas ligadas à revolta regencial, comunidades remanescentes de quilombos, casarões e centros de artesanato.

Além disso, o estudo identificou potenciais em turismo cultural, religioso, produção ligada ao turismo, ecoturismo, festas e festejos e apontou a necessidade de melhorias em infraestrutura para turismo e adequação para atender turistas. “Apesar disso tudo, ficou claro que há um potencial a ser explorado e vamos trabalhar em cima deste potencial”, finalizou o diretor superintendente do Sebrae, João Martins.

por A Tribuna de Bequimão

Bequimão recebe duas capacitações empresariais do Sebrae na mesma semana

Em parceria com a Prefeitura Municipal de Bequimão, empresários e potenciais empreendedores do município fizeram duas capacitações promovidas pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), por meio da Unidade Regional de Pinheiro. De 17 a 21, aconteceu o curso Gestão Financeira na Medida e, de 19 a 21, foi realizado o curso Aprender a Empreender.

Pelo curso Gestão Financeira na Medida, foram capacitados 24 empresários, gestores de pequenos negócios, funcionários e potenciais empreendedores locais. Os participantes foram estimulados a desenvolver competências necessárias para organizar o fluxo de caixa, planejar os gastos, avaliar demonstrativos de resultados e formar o preço adequado do produto ou serviço oferecido. Além da capacitação teórica, o curso ofereceu consultorias individuais aos participantes.

Do curso Aprender a Empreender, participaram 16 pequenos empresários, gestores de pequenos negócios, estudantes e potenciais empreendedores dos segmentos de hospedagem e alimentação e demais atividades relacionados ao setor de serviços do município. O curso foi destinado àqueles que planejam montar um negócio ou que já possuem. Foram trabalhadas as características e os comportamentos do empreendedor e a importância desse perfil na gestão de um pequeno negócio.

A Prefeitura Municipal de Bequimão encontrou no Sebrae/MA um grande aliado para ações de fortalecimento do empreendedorismo local. O marco para a consolidação dessa parceria foi a implantação da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas e a instalação da Sala do Empreendedor com seus agentes de desenvolvimento. A proposta do prefeito Zé Martins é estimular a geração e circulação de renda no próprio município.