Bequimão recebe carro fumacê para combate ao mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya

                     Foto meramente ilustrativa retirada da internet (reprodução)

Para combater o Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya, bairros do município de Bequimão foram pulverizados com inseticida pelo carro fumacê, como é popularmente conhecido. A ação foi promovida pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, que articulou as etapas de pulverização junto à Regional de Saúde de Pinheiro.

Esse trabalho preventivo, feito nas zonas urbana e rural, é uma das estratégias mais eficientes de combate a essas doenças (além dos cuidados que se deve ter para não deixar os mosquitos nascerem). Na etapa realizada no final do mês de março, fumaça com inseticida chegou às ruas do Centro, Cidade Nova, Bairro de Fátima, Ferro de Engomar, Sãoluizinho, Paraíso, Apicum, Vila Juca Martins, Estiva e Bacabal.

Foram utilizados, no total, 1.485 litros do inseticida que combate o mosquito, cumprindo os três ciclos que estavam programados. “Com o carro fumacê, é possível diminuir os riscos de incidência de dos transmissores dessas doenças, mas lembramos que a participação da população é fundamental, no intuito de evitar a proliferação dos mosquitos”, ressaltou o secretário municipal de Saúde, Sidney Bouéres.

A equipe da Secretaria Municipal de Saúde também faz uma campanha permanente de sensibilização dos moradores de Bequimão para conter focos de acúmulo de água, evitando, assim, a criação de locais propícios para a reprodução do mosquito. São dicas muito conhecidas, mas que vale a pena relembrar. É importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras. O Aedes Aegypti aproveita esse tipo de lugar para se reproduzir.

Anúncios