Sebrae realiza curso para Mulheres Empreendedoras em Bequimão

As mulheres são responsáveis pela maioria dos novos empreendimentos no Brasil, 52% frente a 48% dos negócios tocados por homens. Elas também costumam abrir uma empresa mais por oportunidade do que por necessidade. Ainda assim, muitas têm dificuldades em se enxergarem como empreendedoras.

Atento a este movimento, o Sebrae/Ma, através da Unidade Regional de Pinheiro em parceria com a Prefeitura Municipal de Bequimão, por meio da Sala do Empreendedor, com o apoio do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR), realizará o curso Mulheres Empreendedoras, entre os dias 22 e 25 de maio no Centro de Referencia de Assistência Social (CRAS), localizado na Rua Gedeon Araújo, em frente ao estádio municipal Vivaldão.

O curso tem como objetivo mostrar às mulheres os meios de desenvolver e aperfeiçoar ações empreendedoras nos locais onde vivem, gerando emprego e renda e permitindo que elas adquiram mais autonomia econômica e social.

Durante o curso, serão apresentados conteúdos como ferramentas, conceitos e métodos de trabalho, além de reflexões sobre o espaço da mulher no mercado de trabalho e como desenvolver ações empreendedoras analisando as oportunidades de negócio.

A Capacitação busca reforçar, a autonomia econômica e social do público feminino, hoje responsável por 43% dos negócios brasileiros. A mulher tem conquistado cada vez mais o mercado de trabalho. Hoje, mais de 5,5 milhões de mulheres empreendem, sendo donas de 43% dos negócios no país.

Para o coordenador da Sala do Empreendedor em Bequimão, Rodrigo Martins, “o curso busca fortalecer a autoestima das mulheres e a capacidade delas de iniciarem, em suas atividades locais, ações empreendedoras que transformem seus ambientes e, sobretudo, gerem renda e ocupação”, explicou.

As inscrições são gratuitas e já estão abertas e as vagas são limitadas. Interessadas podem dirigir-se à Sala do Empreendedor, localizada na Avenida Antônio Dino, s/n – Centro, em frente a Praça do Cemitério. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones: 99607 2134 e 98153 7932.

Quem pode fazer este curso?
Mulher empreendedora ou potencial empreendedora.

 

Anúncios

Sebrae e Prefeitura de Bequimão realizam Oficina de Auto Maquiagem em parceria com a Mary Kay

Aconteceu nos dias 10 e 11 de abril (terça e quarta-feira), a oficina de auto maquiagem, promovida pelo Sebrae/Ma, através da Unidade Regional de Pinheiro em parceria com a Mary Kay e a Prefeitura Municipal de Bequimão, por meio da Sala do Empreendedor com apoio da Secretaria Municipal de Assistência Social. O curso chamou atenção e teve uma turma muito grande que se dedicou durante os dois dias de oficina.

Participaram da oficina 75 pessoas, incluindo empreendedoras, estudantes, profissionais liberais e potenciais empreendedoras do segmento de Salão de Beleza e Estética do município de Bequimão. Após a oficina todos os participantes ficaram satisfeitos.

Durante a capacitação as participantes aprenderam como se auto maquiar com a utilização de bons produtos, receberam orientações técnicas, e procedimentos atuais, que valorizam o formato e os traços do rosto e a saúde da pele, receberam ainda, orientações na adequação da maquiagem ao local e à ocasião, observando às tendências de mercado, moda e beleza.

A oficina foi ministrada pelas consultoras e diretoras de vendas da Mary Kay, Ana Azevedo e Silvana Nolêto. Ao final da capacitação, 8 (oito) novas empresárias se tornaram Consultoras de Beleza Independente Mary Kay. Uma grande oportunidade de ganho e sucesso para as profissionais liberais e empreendedoras que participaram da oficina, que encontrarão na venda direta, uma oportunidade de negócio e uma fonte de renda mensal vendendo produtos Mary Kay, que é uma das maiores empresas de vendas diretas no segmento de cosméticos e cuidados com a pele do mundo.

O secretário de Assistência Social de Bequimão, Josmael Castro, esteve presente durante a oficina, além do Coordenador da Sala do Empreendedor de Bequimão, Rodrigo Martins. O Sebare foi representado pela gerente regional de Pinheiro, Graça Fernandes.

Fotos: Rodrigo Martins

Participantes do curso de formação de facilitadores de metodologia para Jovens Empreendedores receberam certificados em Bequimão

Investir em conhecimento e andar na contra-mão da crise, pode ser a solução para conquistar um futuro promissor.  Pensando nisso, o prefeito de Bequimão, Zé Martins, fechou uma parceria com o Sebrae Maranhão, Regional Pinheiro para capacitar profissionais que atuarão como facilitadores da metodologia empreendedora no município. O curso que teve duração de uma semana, começou na última segunda-feira (2) e encerrou-se neste último sábado (07). O curso de formação de facilitadores da metodologia Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP), visa qualificar professores da rede pública e privada na cidade de Bequimão.

Participaram da formação os professores das escolas Benedita Gusmão Moraes, da rede publica municipal, e do Colégio Bequimãoense de Educação Infantil e Ensino Fundamental Batutinhas, da rede privada de ensino. Foram certificados 26 (vinte e seis) professores que passaram uma semana em capacitação para aplicar a metodologia com cerca de 350 alunos do município.

O JEPP é destinado a fomentar a educação e a cultura empreendedora. O curso apresenta práticas de aprendizagem, considerando a autonomia do aluno para aprender e o desenvolvimento de atributos e atitudes necessários para a gerência da própria vida pessoal, profissional e social.

A implantação do Programa Nacional de Educação Empreendedora em Bequimão, foi resultado de uma articulação do superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, junto ao gestor municipal, que explicou os pontos estruturantes da metodologia adotada pelo JEPP na grade de ensino escolar e a importância da cultura empreendedora para o desenvolvimento do município.

Participaram da entrega de certificados, a gerente regional do Sebrae em Pinheiro, Graça Fernandes, o secretário municipal de Indústria e Comércio, Ademar Costa, e o coordenador da Sala do Empreendedor, Rodrigo Martins, além dos gestores das escolas participantes e professores capacitados.

Fotos: Rodrigo Martins

Sebrae capacita professores de Bequimão para atuar no programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos

Durante uma semana, 34 professores que atuam nas redes pública e privada de ensino da cidade de Bequimão, participarão do curso de formação de facilitadores da metodologia Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP). O curso iniciou nesta segunda-feira (2) e encerrará neste sábado (7) com carga horária de 45 horas/aulas. Inicialmente a escola municipal Benedita Gusmão Moraes, no bairro Ferro de Engomar, e o Colégio Bequimãoense de Educação Infantil e Ensino Fundamental Batutinhas, integrarão o programa.

O JEPP é uma metodologia de trabalho escolar promovida pelo Sebrae como forma de estimular o comportamento empreendedor dos alunos e culmina na elaboração de um plano de negócios. O programa é composto por nove cursos com conteúdo programático que favorece o desenvolvimento de habilidades e comportamentos empreendedores, levando o aluno a querer galgar novos horizontes e planejar o seu futuro.

O Sebrae pretende com o programa incentivar o empreendedorismo desde as séries iniciais do ensino fundamental, proporcionando aos alunos trabalhar de forma criativa e inovadora, para isso utilizando uma linguagem adequada com a idade e o contexto no qual o jovem está inserido.

A cidade, localizada no coração da Floresta dos Guarás, possui quase 24 mil habitantes, segundo dados do IBGE, lá, cerca de 350 alunos participarão do JEPP, uma das metodologias que integram o Programa Nacional de Educação Empreendedora do Sebrae.

A implantação da educação empreendedora em Bequimão é resultado de uma articulação da superintendência do Sebrae Maranhão, por meio do diretor superintendente, João Martins, junto a Prefeitura Municipal de Bequimão, com a execução da unidade regional do Sebrae em Pinheiro.

Foto: Rodrigo Martins

 

Imagem

Sebrae e Prefeitura de Bequimão capacitam empresários

DSC_6179Encerrou, na última quinta (28), o curso de “Planejamento Estratégico na Medida”, promovido pelo Sebrae/Ma, por meio da Unidade Regional de Pinheiro em parceria com a Prefeitura Municipal de Bequimão. Foram capacitados 27 empresários e potenciais empreendedores locais que atuam no município.

Durante a capacitação, os participantes tiveram a oportunidade de conhecer e operacionalizar estratégias empresariais fundamentais, além de aplicar ferramentas de planejamento para melhorar o desempenho de seus estabelecimentos.DSC_6156

Segundo Antônio Vieira, instrutor e consultor do Sebrae, o planejamento estratégico tem importância fundamental dentro da empresa. “O planejamento é a oportunidade que o empresário tem para construir e desenvolver técnicas que nortearão sua atuação, garantindo a permanência do negócio no mercado”, informou Vieira.DSC_6138

Para o gestor de projetos do Sebrae, David Felipe, o empresário deve estar preparado para a realidade do mercado. “Para manter a organização e o crescimento da empresa é necessário conhecer também os pontos fortes e fracos, as ameaças e as oportunidades do negócio. Daí a importância da empresa elaborar e executar o planejamento estratégico, sempre pensando no sucesso”, destacou David.

Segundo o agente de desenvolvimento, Rodrigo Martins, vários assuntos foram abordados durante a capacitação, como as etapas do planejamento estratégico, a definição do negócio, além da elaboração da missão, dos valores e da visão da empresa que ajudarão na definição de metas a serem trabalhadas.

ENCERRAMENTO DO CURSO

Na entrega dos certificados, participaram o gestor de projetos do Sebrae, David Felipe, representando a Gerência Regional do Sebrae, da Unidade de Pinheiro; o secretário municipal de Indústria e Comércio, Ademar Costa, representando a Prefeitura Municipal de Bequimão; e os agentes de desenvolvimento, Rodrigo Martins e Valdecy Amorim.

FOTOS: Rodrigo Martins (VEJAM MAIS FOTOS CLICANDO AQUI...)

Comunidade de Juraraitá aprimora produção de farinha de mandioca

JU10Encerrou, na última sexta-feira (27), o Curso de Melhoramento da Produção de Farinha de Mandioca, promovido pelo Sebrae/Ma, por meio da Unidade Regional de Pinheiro, em parceria com a Prefeitura Municipal de Bequimão. Foram capacitados 18 pequenos produtores de mandioca. Os produtores foram orientados para melhor aproveitamento do subproduto da mandioca, com a produção de sabão, vinagre; melhoramento da goma de tapioca; adubação do solo; carrapaticida e pesticida para o controle de pragas e insetos que atacam as lavouras; manejo de fabricação e higiene da matéria prima e base física.

Os dezoito produtores da comunidade Quilombola de Juraraitá ainda aprenderam a aproveitar o tucupi, líquido extraído da mandioca, antes era desperdiçado. No Pará, o tucupi é bastante conhecido e dá origem a um dos pratos típicos mais apreciados no estado vizinho, mas entre todos os participantes bequimãoenses era totalmente desconhecido. JU4

A gerente regional do Sebrae, Unidade Pinheiro,  Rosa Amélia Borges participou do encerramento da atividade. Ela ressalta a importância de uma qualificação dessa natureza. “Todo conhecimento adquirido tem como base a proposta de continuidade da melhoria da produção de farinha, atendendo os padrões de higiene e de qualidade. Todos, sem exceção, passarão assim a ter a garantia da venda de seus produtos no mercado”, destacou.

Para o secretário municipal de Indústria e Comércio de Bequimão, Ademar Costa, o curso é uma certificação de que a Prefeitura Municipal apoia os pequenos produtores da região. “O prefeito apoiará a comunidade disponibilizando um box no Mercado Municipal da cidade e também vamos estimular a participação na Feirinha da Agricultura familiar, realizada pela Secretaria de Agricultura”, disse.

Já o secretário de Agricultura, Creuber Pereira, foi categórico ao mostrar o interesse da administração do prefeito Zé Martins em impulsionar a produção do campo. “Estamos a disposição para ajudar a comunidade nessa etapa de capacitação continuada, e quero fazer um apelo aos produtores para que sejam firmes na mudança de alguns hábitos de produção, para que de fato pratiquem o que o Sebrae ensinou nesta capacitação”, finalizou o secretário.

Feliz pela capacitação de seu povo, o presidente da Associação Nova União dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Quilombolas de Juraraitá, Ivan, aproveitou para agradecer a parceria entre Sebrae e Prefeitura de Bequimão. “Quero agradecer a oportunidade e estou muito satisfeito pelos resultados obtidos com a capacitação dos produtores na comunidade”, finalizou a liderança comunitária.

Para o superintendente do Sebrae/MA, João Martins, o órgão tem como estratégia principal ampliar sua atuação, estabelecendo parcerias sustentáveis com todas as esferas do poder público e com a iniciativa privada. “A capacitação sobre mandiocultura realizada pelo Sebrae na comunidade quilombola de Juraraitá, em Bequimão, é uma iniciativa do Sebrae, através do Projeto de Atendimento Territorial, em parceria com a Prefeitura Municipal. O objetivo é oportunizar aos agricultores familiares de comunidades quilombolas boas práticas de gestão, inovação, transferência de tecnologias sociais e melhoria dos processos produtivos. com orientação técnica, planejamento e foco no mercado. A comunidade de Juraraitá se habilita para cultivar mandioca e produzir a farinha e outros derivados de forma qualificada e com garantia de comercialização na sede e em outros municípios vizinhos. Outras comunidades quilombolas serão atendidas, respeitando suas atividades produtivas e potencialidades locais”, destacou Martins.

 

Produtores de farinha de mandioca serão capacitados em Bequimão pelo Sebrae

CASA

A comunidade Quilombola de Juraraitá, na zona rural de Bequimão, receberá a capacitação para “Melhoramento da Produção de Farinha de Mandioca”, com implantação de boas práticas na produção de um dos alimentos mais populares e consumidos no município.  O curso é fruto de uma parceria entre o Sebrae/Ma, através da Unidade Regional de Pinheiro e Prefeitura Municipal de Bequimão. A intenção é capacitar pequenos produtores rurais que lidam diretamente com o produto em comunidades quilombolas do município, como forma de aprimorar a produção e gerar mais renda familiar.

A formação terá início na próxima segunda-feira (23) e segue até sexta-feira (27), com carga horária de 40 horas. O curso será totalmente grátis, com direito a certificado.

Após essa qualificação, a proposta é que a casa de farinha seja revitalizada. Os produtores terão mais formação técnica e, com isso, conseguirão agregar mais valor ao produto e aumentar a produção.

“A iniciativa visa transmitir informações sobre técnicas de cultivo, variedades de maior rentabilidade, qualidade de subprodutos e formas de comercialização da mandioca”, destacou o agente de desenvolvimento, Rodrigo Martins.