Prefeitura de Bequimão renova mobiliário de escolas do município

DSC_6257A Prefeitura Municipal de Bequimão está fazendo a renovação do mobiliário de todas as Unidades Escolares da Rede Municipal. O prefeito Zé Martins investiu na aquisição de quase dois mil kits para alunos e professores, inclusive com mesas adaptadas para pessoas em cadeira de rodas. O investimento foi de R$ 250.713,00.

Seguindo um cronograma estabelecido pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), as carteiras antigas de madeira estão sendo substituídas por carteiras e cadeiras mais adequadas e confortáveis. Foram adquiridos 1.863 conjuntos de aluno (com carteiras e cadeiras), 66 conjuntos de professor (com mesa e cadeira) e 51 mesas para pessoas em cadeira de roda.

A entrega dos kits começou pela Unidade Integrada Protazia Rodrigues Soares, no bairro Barroso, com participação do prefeito Zé Martins. “Estamos investindo na melhoria da infraestrutura das escolas por entendermos que nossos alunos precisam de um ambiente mais adequado para estudar e, assim, terem condições de construir uma vida de mais oportunidades. Os professores também ganham mais qualidade para trabalhar”, destacou o prefeito.

Todas as 31 unidades de ensino da Rede Municipal receberão a mobília nova. “Essas ações visam a melhorias na qualidade de ensino. Estamos melhorando a infraestrutura das escolas e também promovemos cursos de formação continuada, para que os educadores do município estejam cada vez mais capacitados”, disse o secretário Municipal de Educação, Aristides Amorim.

Fotos: Rodrigo Martins

Anúncios

Prefeitura de Bequimão entrega fardamento escolar para mais de 4 mil alunos

DSC_6249O ano letivo começou com boas novidades para os alunos e alunas bequimãoenses. Todos os estudantes da Rede Municipal de Ensino receberão o fardamento completo distribuído pela Prefeitura Municipal de Bequimão. O prefeito Zé Martins mandou confeccionar mais de quatro mil uniformes, numa ação nunca antes realizada no município.

Foram adquiridos dois tipos: um com blusão e calça, para os estudantes maiores, e outro com blusão e bermuda, para os alunos menores. “Tomei a decisão de fazer esse investimento por acreditar que a educação é transformadora. É pelo conhecimento, dando oportunidade a cada criança, adolescente e adulto que deseja estudar, que vamos conseguir superar os problemas que ainda temos no nosso município e no nosso país. O fardamento gratuito é um estímulo a mais”, destacou o prefeito.

DSC_6252O fardamento será entregue aos 4.051 estudantes regularmente matriculados nas unidades escolares da Rede Municipal de Ensino. A Unidade Escolar Protazia Rodrigues Soares, no bairro Barroso, foi escolhida para a cerimônia oficial de entrega do fardamento, que aconteceu no dia 04 de março, com presença do prefeito Zé Martins, do secretário municipal de Educação, Aristides Amorim, além de outros secretários municipais, professores, estudantes e seus familiares.

A satisfação pelo recebimento gratuito do fardamento estava estampada no rosto dos pais e das crianças. “Eu sei que aqui em Bequimão algumas famílias têm dificuldades de pagar as despesas escolares, inclusive com a compra da farda. Aos poucos, estamos avançando e dando mais dignidade para as famílias do nosso município”, ressaltou Zé Martins.

Os estudantes contemplados por essa ação inédita em Bequimão são matriculados nas 31 unidades de ensino que compõem a Rede Municipal, com escolas na sede e nas diversas comunidades do município. São alunos da Educação Infantil ao Ensino Fundamental. A entrega do fardamento, segundo a Secretaria Municipal de Educação, está quase concluída, faltando apenas alguns alunos da Educação Infantil e outros que usam tamanho maior do que o padrão de sua idade.

Metas para os próximos 10 anos são avaliadas na Conferência Municipal de Educação em Bequimão

 

DSC_1169As metas traçadas em dez eixos que farão parte do Plano Municipal de Educação (PME) foram apreciadas e aprovadas pelos participantes da I Conferência Municipal de Educação, promovido nesta sexta-feira (17), na Escola Municipal Domingos Bouéres, em Bequimão. O evento foi organizado pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Educação, em parceria com a Secretaria Estadual de Educação (SEDUC).

O documento preliminar do PME começou a ser elaborado em março de 2015, por uma comissão que reuniu diversos agentes envolvidos na rede educacional do município. A proposta apreciada na conferência contém políticas educacionais para o decênio 2015-2024, tendo como referência o Plano Nacional de Educação (PNE) e o Plano Estadual de Educação (PEE).

DSC_1069

coordenadora do PME, Rosenilce Pereira Barbosa

Inicialmente, foi feito um diagnóstico baseado nos dados das escolas de Bequimão. Depois, foram estabelecidos objetivos, diretrizes e metas para melhorar a qualidade em todos os níveis e modalidades de ensino, bem como para a valorização do magistério, ampliação de recursos e aprimoramento da gestão da educação do município. “Foi um trabalho árduo, mas conseguimos chegar a um documento que considerasse as particularidades do nosso município. São metas possíveis de serem alcançadas”, avaliou a coordenadora do PME, Rosenilce Pereira Barbosa.

Secretário de Educação, Aristides Amorim

Secretário de Educação, Aristides Amorim

Os eixos contemplados no plano são Educação Infantil, Ensino Fundamental, Educação Especial, Educação de Jovens, Adultos e Idosos, Ensino Médio, Ensino Superior, Gestão Democrática, Valorização dos Profissionais, Financiamento e Diversidade. “A construção do PME constitui um passo importante; uma ferramenta para o trabalho da Secretaria Municipal de Educação e seu sistema de educação”, afirmou o secretário de Educação do município, Aristides Amorim França, que ainda destacou o apoio do prefeito Zé Martins à política educacional de Bequimão.

Projeto de Lei

DSC_1138

Prefeito Zé Martins

O prefeito comprometeu-se em encaminhar à Câmara Municipal de Vereadores, o mais breve possível, o projeto de lei do Plano Municipal de Bequimão, com as contribuições que saíram da conferência. Os parlamentares precisam aprovar a lei, para que seja sancionada pelo prefeito. “O grande diferencial do plano é que ele não constitui uma política de governo, mas sim um plano de território. Isso impede que as políticas educacionais sejam interrompidas durante a minha gestão ou em gestões posteriores”, frisou Zé Martins.

Bequimão entra na lista dos municípios maranhenses que já avançaram na elaboração do Plano Municipal de Educação. De acordo com a avaliadora e supervisora educacional da SEDUC, Joana Maria Fonseca, o Maranhão foi o segundo estado brasileiro a ter um Plano Estadual de Educação e é o que mais tem municípios com planos aprovados.

Participaram da conferência o presidente da Câmara Municipal dos Vereadores, Jorge Filho; a vereadora Preta; a secretaria de Assistência Social, Neide Rodrigues; a secretária de Combate à Extrema Pobreza, Sinara Almeida; o secretário de Segurança, Cassiano Pereira; a presidente do Sindicato Municipal dos Servidores Públicos de Bequimão (Sismubeq), Vande Lourdes Bastos; a representante dos gestores das escolas públicas do município, Rosário de Fátima Nunes Macedo; representante dos professores, Valdeci França; representante dos alunos, Antônio Francisco; e a representante de pais de alunos, Maria Cristina Nogueira Gomes.

Números da educação em Bequimão

Atualmente, a Secretaria Municipal de Educação de Bequimão possui 221 professores efetivos, que atuam em 55 escolas na sede do município, em comunidades remanescentes de quilombo, em áreas de assentamentos e em outras comunidades campesinas. Estão matriculados 971 estudantes no Ensino Médio; 1.684 alunos do 6º ao 9º ano; 1.769 da 1ª a 5ª série; e 57 na educação infantil.


 

MEMBROS ELEITOS DA COMISSÃO PERMANENTE DO PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

Representantes do poder executivo municipal- Secretaria Municipal de Educação

Titular- Maria de Jesus Nogueira Gomes

Suplente- Eldo Antonio Araujo Alves

Representantes do poder executivo municipal – Secretaria de Assistência Social

Titular- Neudilene Cantanhede Almeida

Suplente- Carlos César Sousa Paixão

Representantes do poder executivo municipal- Secretaria de Saúde

Titular- Anna Karine T. M. Moraes

Suplente- Cleude Nilce Pereira Soares

Representantes do poder executivo municipal- Secretaria de Segurança Pública

Titular- Elquias Nascimento Melo

Suplente- Carliane Nunes

Representantes do poder executivo municipal- Conselho Municipal de Educação

Titular- Juranilson de Jesus Pereira Privado

Suplente- Sinara Almeida Pinheiro

Representante do poder executivo municipal- Conselho do FUNDEB

Titular- Alessandro Gonçalves Bouéres

Suplente- Maria da Graça Correia

Representantes do poder executivo municipal- Conselho Tutelar

Titular- Ana Rosa Pereira Garcia

Suplente- Josué Amorim Monteiro

Representantes do poder executivo municipal – Conselho do Direito da Criança e do Adolescente

Titular- Maria da Natividade Nogueira Lima

Suplente- Maria Tereza Pereira Amorim

Representantes do poder executivo municipal- Conselho da Alimentação Escolar

Titular- Siméia de Marly dos Santos Silva

Suplente- Vangelia Castro Martins

Representante do poder executivo municipal- Secretaria de Administração

Titular- José Rogério Paixão Lopes

Suplente- Johnny Wildson Paixão Campos

Representantes dos gestores de escolas

Titular- Kleonnildes Castro e Castro

Suplente- Rosário de Fátima Nunes Macedo

Representantes do poder Legislativo municipal – Câmara de Vereadores

Titular – Valmir Batista Costa

Suplente- Edson Ferreira Cunha

Representantes do poder Legislativo municipal – Cultura

Titular- José Henrique da Hora

Suplente- Celima dos Anjos

Representantes do poder Legislativo municipal- Esportes

Titular- Kledilson de Jesus Costa Pereira

Suplente- Cleisy Fernanda Pereira

Representantes do Ministério Público – Promotoria

Titular- Agnaldo Diniz

Suplente- Lidiane Farias de Oliveira Serra

Representantes da Sociedade Civil Organizada- Professores Municipais

Titular- Ivanete de Freitas Lima

Suplente- Marcelo da Anunciação Almeida

Representantes dos Professores Estaduais

Titular- Marcelo de Anunciação Almeida Costa

Suplente- Valdeci França Pereira

Representantes do sindicato dos Trabalhadores Rurais

Titular- Nelson Valdo Brito Rodrigues

Suplente- Maria Kelly Braga Costa

Representantes da Colônia dos Pescadores

Titular- Rafael Rodrigues Costa

Suplente- Ambrosina Lobato Costa

Representantes de Estudantes da Educação Básica Estadual

Titular-Marcos de Jesus Câmara Ferreira

Suplente- Mariane Pereira Cunha

Representantes de alunos da Educação Básica Municipal

(Falta escolher)

Representantes do Sindicatos dos profissionais Municipais de Educação (SISMUBEQ)

Titular-Iêda Maria Sousa Pereira

Suplente- Maria da Graça Correia

Representantes de Associação de Pais e Mestres

Titular- Durcival dos Anjos Pereira

Suplente – llda Cantanhede

Representantes da Pastoral da Criança

Titular- Maria do Socorro Miranda Silva

Suplente- Davina Gonçalves Tonon

Representantes da Pastoral Familiar

Titular- José Ribamar Bouéres Pereira

Suplente- Luís Fernando Pereira

Representantes da Igreja Católica

Titular- Júlio Sérgio Costa Martins

Representantes das Igrejas Evangélicas

Titular- Jacileide Pereira Guimarães

Suplente- Neide da conceição Rodrigues Almeida

Representante do MOQUIBOM

Titular – Francisco Carlos Macêdo

Suplente – Ivan Pereira

 

IFMA e Prefeitura de Bequimão capacitam professores e lideranças em Educação Escolar Quilombola

educação quilombolaProfessores e líderes comunitários de Bequimão concluíram o Curso de Formação Continuada em Educação Escolar Quilombola, executado pelo IFMA – Campus Maracanã em parceria com a Prefeitura Municipal de Bequimão. Participaram da solenidade de certificação, realizada no último sábado (06), 49 alunos do curso, que formavam as duas turmas ofertadas pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão, do Ministério da Educação (Secadi/MEC).

Em 200 horas de aulas e atividades de pesquisa, os alunos do curso puderam refletir e encontrar soluções para questões envolvendo a educação nas comunidades quilombolas do município. Eles adquiriram conhecimentos em sala de aula e depois fizeram uma pesquisa de campo, que resultou na elaboração de um material didático. A proposta, agora, é fazer testes nas escolas e nas comunidades, para avaliar se esse material realmente contempla a diversidade e identidade dos quilombolas de Bequimão.

“Eles vão levar para dentro da sala de aula o conhecimento tradicional”, disse o coordenador do curso, Dorival dos Santos, ao comentar a relevância desse material, já que, em geral, os materiais didáticos não conseguem dar conta da realidade das diferentes comunidades brasileiras. Segundo ele, depois de avaliado, a edição do material será concluída e encaminhada ao MEC, ao IFMA e à Prefeitura de Bequimão para uma possível publicação.

O prefeito de Bequimão, Zé Martins, ao se pronunciar na solenidade, garantiu apoio à impressão da cartilha, que, na opinião dele, deve se tornar um livro, para ser distribuído a toda a rede municipal de educação. “Aguardamos novas parcerias com o IFMA, para que possamos continuar possibilitando a formação dos educadores de Bequimão”, frisou o prefeito.

Para a professora Maria de Jesus, que tem a experiência de ser secretaria adjunta de Educação e também aluna do curso, a pesquisa nas comunidades foi um momento rico na formação, pela oportunidade de conhecer melhor o próprio município e seu povo. “Nas comunidades, as pessoas ficaram felizes em poder contar suas histórias, a história de sua comunidade”, garantiu.

É por esse tipo de conquista que se deve investir em formações que abordem as relações étnico-raciais, de acordo com o coordenador do Núcleo de Estudos Afrobrasileiros e Indiodescendentes (Neabi), Hérliton Nunes. O aluno José Orlando disse que esse é o segundo curso feito pelos professores de Bequimão sobre essa temática, dando-os mais suporte para atuar com a realidade educacional do município, que atualmente possui 10 comunidades quilombolas reconhecidas pela Fundação Palmares.

Pioneirismo

O coordenador do curso, Dorival dos Santos, ressaltou que o município de Bequimão é pioneiro ao receber o Curso de Formação em Educação Escolar Quilombola, primeiro a ser oferecido no país abordando essa temática. O coordenador fez uma reflexão sobre o cenário nacional dos cursos de formação, destacando as dificuldades enfrentadas em sua execução. Muitos estão parados e outros nem iniciaram. “Por isso, agradeço pela parceria da Prefeitura e suas secretarias, sem a qual teria sido inviável a execução do curso, e sou grato a todas as instâncias do IFMA e, em especial, do Campus Maracanã. Também nada seria possível se não fosse o empenho de cada um dos cursistas. Vocês são os verdadeiros responsáveis pelo sucesso do curso”, finalizou.

No Campus Maracanã, são frequentes os debates sobre a educação étnico-racial. O diretor de Desenvolvimento Educacional, Jeovani Machado, considera que alguns avanços já foram alcançados, mas cada experiência, como essa realizada em Bequimão, representa um aprendizado inclusive para a instituição. O diretor geral em exercício do Campus Maracanã, José Zenóbio de Souza, afirmou que diversos setores rurais têm recebido atenção do IFMA em programas de inclusão. “Nosso campus tem dado atenção à população rural, em programas como o Profic, Saberes da Terra, Procampo, Pronera, a especialização em Educação do Campo, Reforma Agrária e também o Curso de Educação Escolar Quilombola. O campus continua de portas abertas a outras parcerias com a Prefeitura de Bequimão e a iniciativas assim”, concluiu.

O Curso de Formação de Professores em Educação Escolar Quilombola iniciou em agosto de 2014, com duas turmas de 25 alunos. Somente um desistiu ao longo da capacitação. Também estiveram na solenidade de certificação o professor formador, Carlos Saraiva, a tutora Marlene Muniz, a supervisora do curso Auricélia Diniz e a pedagoga do Campus Maracanã, Domingas Cantanhede. Os cursistas receberam seus certificados, uma cópia do material didático que está sendo construído, para que seja testado nas comunidades, e uma revista com as diretrizes curriculares da educação étnico-racial.

Prefeito Zé Martins vistoria obras da escola de quatro salas do povoado Monte Alegre

Prefeito Zé Martins observa detalhes da obra

Prefeito Zé Martins observa detalhes da obra

O prefeito Zé Martins vistoriou, neste domingo (26), as obras da escola de quatro salas que está sendo construída no povoado Monte Alegre, em Bequimão. Outra no mesmo padrão também será feita no povoado Marinho. Os recursos foram adquiridos junto ao Ministério da Educação, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

A construção da escola segue o padrão do “Projeto Espaço Educativo Urbano e Rural de 04 Salas de Aula”, com capacidade para atender até 240 alunos, em dois turnos (matutino e vespertino). Pelo FNDE, a Prefeitura Municipal de Bequimão está recebendo assistência financeira, com caráter suplementar, objetivando a construção e o aparelhamento dessas escolas.

O vice-presidente da Associação de Moradores do Monte Alegre, José Albino Braga Ferreira, 47 anos, está acompanhando de perto cada detalhe da obra. O entusiasmo dele, ao ver as paredes da escola serem erguidas, revela o quanto esse benefício era aguardado pela comunidade. “É para o nosso desenvolvimento. Uma escola dessa aí é muito bom. Quatro salas de aula, vai ter sala de informática com dez computadores”, conta o morador, cheio de orgulho.

Padrão da escola de quatro salas (ilustração)

Padrão da escola de quatro salas (ilustração)

José Albino disse que, depois da recuperação das estradas vicinais, um ônibus escolar passou a transportar os estudantes da comunidade até as escolas do Centro de Bequimão. Mas, na opinião dele, a situação vai melhorar ainda mais quando as crianças e jovens de Monte Alegre e dos povoados vizinhos puderem estudar perto de casa. “Melhor trazer o professor para a comunidade do que levar o aluno para lá”, avalia.

Avanço na Educação

Segundo Zé Martins, os dois primeiros anos de sua administração foram dedicados a resolver problemas emergenciais do município, como a recuperação dos serviços de saúde pública e das estradas que dão acesso aos povoados. Nesse período, o prefeito dedicou-se, também, a buscar recursos para a reestruturação da educação.

“Até o mês de junho, vamos finalizar as obras da escola de seis salas que está sendo construída no Ferro de Gomar. Conseguimos, ainda, mais seis escolas de duas salas, que serão feitas no Balandro, Vila Nova, Boa Vista, Frechal, Santa Tereza e Rio Grande. Tudo isso, representa um grande avanço para a educação do nosso município”, destacou Zé Martins.

Prefeito Zé Martins vai construir escolas de 4 salas no Marinho e Monte Alegre

Ilustração da fachada das escolas

Ilustração da fachada das escolas

O ano de 2015 começou com boa notícia para a educação de Bequimão. O prefeito Zé Martins já concluiu o processo de licitação para construir duas escolas de quatro salas, uma no povoado Marinho e outra no Monte Alegre. Os recursos foram adquiridos junto ao Ministério da Educação, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

As escolas serão construídas no padrão do “Projeto Espaço Educativo Urbano e Rural de 04 Salas de Aula”, com capacidade de atender até 240 alunos, em dois turnos (matutino e vespertino). Pelo FNDE, a Prefeitura Municipal de Bequimão está recebendo assistência financeira, com caráter suplementar, objetivando a construção e o aparelhamento destas escolas.

“Estamos criando oportunidades para que nossas crianças e jovens possam estudar mais perto de casa. Em breve, não será mais preciso que se desloquem até a sede de Bequimão para ter acesso a boas escolas. Isso é um avanço na educação do nosso município”, frisou o prefeito Zé Martins.

 

Desfile celebra independência do Brasil e movimenta Bequimão

10699196_811355362218204_555735308_nEstudantes de Bequimão foram às ruas para celebrar a Independência do Brasil. O ato cívico movimentou o município, na última sexta-feira (05), como há muito tempo não se via. Em frente à Prefeitura Municipal, o prefeito Zé Martins e demais autoridades acompanharam a chegada dos alunos de cada escola, que desfilaram ao som da banda da Escola de Música.

Com entusiasmo, os jovens bequimãoenses entoaram o Hino Nacional Brasileiro e o Hino de Bequimão. As bandeiras foram hasteadas pelo prefeito Zé Martins (Brasil), pela presidente da Câmara dos Vereadores, Francinete Pereira Costa (Maranhão) e o secretário municipal de Educação, Aristides Amorim (Bequimão).

10656370_811355352218205_1800614793_nEm seu pronunciamento, o prefeito destacou sua felicidade em ver tanta gente envolvida nas comemorações da Independência do Brasil, relembrando tempos áureos do município. “Sinto que as pessoas de Bequimão estão voltando a ter orgulho de dizer que são daqui. Como fruto de um trabalho intenso e a confiança que cada um de vocês depositou na nossa administração, estamos dando uma nova cara ao nosso município”, frisou Zé Martins.

Ele ressaltou, ao falar diante de estudantes e professores, os avanços que já foram dados na educação bequimãoense, com apenas um ano e oito meses de seu mandato. O prefeito enfatizou a melhoria no transporte escolar, com a aquisição de sete ônibus, em parceria com o Governo Federal e o Governo do Estado.

A Prefeitura Municipal de Bequimão também está investindo na infraestrutura educacional, principalmente com a construção de novas escolas, segundo afirmou Zé Martins. “Estamos construindo uma escola ampla, bonita e nos padrões do Ministério da Educação lá no Ferro de Engomar. Está certa, ainda, a construção de mais duas escolas de quatro salas no Marinho e Monte Alegre”, disse. Ele apontou, ainda, os trabalhos para conclusão da cobertura da quadra poliesportiva que fica próximo ao Darcy Ribeiro, mais três ginásios poliesportivos (no Pontal, Quindíua e Paricatíua,) e uma quadra coberta na Estiva.

Outra preocupação da atual gestão, garantiu o prefeito, é oferecer aos professores a oportunidade de formação continuada. Em parceria com o IFMA – Campus Maracanã, será iniciado o curso de formação de professores em Educação Escolar Quilombola. “Já ofertamos outro curso que vai ajudá-los a implantar a lei que determina a inclusão da história e cultura da África no currículo escolar”, pontuou.

Desfile

Após o pronunciamento do prefeito, os estudantes desfilaram pelas ruas de Bequimão. Faixas, escudos e bandeiras em mãos representavam as escolas onde cada “pelotão” estuda. Houve homenagens às forças armadas e às diversas profissões. Crianças vestiram-se de branco e nas faixas pediam por paz.

 

Obras adiantadas na escola que está sendo construída pelo prefeito Zé Martins

Prefeito Zé martins visita escola.3Está adiantada a construção de uma nova escola no bairro Ferro de Engomar pela Prefeitura Municipal de Bequimão. A estrutura moderna contará com seis salas, além de área administrativa e de lazer. O prefeito Zé Martins visitou a obra, observando cada detalhe da construção, e aproveitou para conversar com os trabalhadores sobre o andamento da construção.

O colégio atenderá à proposta do prefeito Zé Martins de polarizar a educação do município, levando educação para mais perto da população que mora nas comunidades de Bequimão. Isso significa que a escola vai receber, prioritariamente, as crianças e adolescentes dos povoados e bairros vizinhos.

Os alunos poderão estudar mais próximo de casa. Para realizar essa obra, Zé Martins captou recursos junto ao Ministério da Educação (MEC), por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Juntando recursos federais com os da Prefeitura Municipal de Bequimão, o investimento na escola ficou na ordem de R$ 1.021.095,79.

O colégio terá capacidade para atender cerca de 450 alunos, nos dois turnos. O remanejamento de estudantes ficará a cargo da Secretaria Municipal de Educação, que tem à frente o secretário Aristides Amorim.