Prefeitura de Bequimão e Governo do Estado inauguram Escola em Marajatiua nesta quarta-feira (15)

A Prefeitura de Bequimão e Governo do Estado inauguram nesta quarta-feira, dia 15 de agosto, a Escola Unidade Integrada Sumaúma (Anexo Marajatiua) na comunidade Marajatiua, zona rural de Bequimão. A solenidade está marcada para às 9h da manhã e contará com a presença do prefeito Zé Martins e do Secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão.

A prefeitura de Bequimão vai montar toda logística da solenidade. São dois projetos adquiridos pela Prefeitura de Bequimão para povoados da zona rural. Um dos povoados beneficiado foi Marajatiua e o outro será a comunidade quilombola de Santa Rita.

A escola de Marajatiua terá salas de aula, banheiros, pátio e direção. O investimento para construção da escola no povoado de Marajatiua é de R$ 347 mil, verba oriunda do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e vai beneficiar alunos da comunidade e povoados da região.

Fotos: Reprodução

 

Anúncios

Feira Cultural e Ambiental traz o tema dos Recursos Hídricos para a Escola e Comunidade Bequimãoense

Preservar o Meio Ambiente tornou-se uma meta no município de Bequimão, desde 2013. Durante a Semana Municipal de Meio Ambiente de 2018, várias atividades e ações foram realizadas pelo poder público municipal e a comunidade bequimãoense. Baseado nesse contexto programático, a I Feira Cultural e Ambiental da Escola Protázia Rodrigues Soares, localizada na comunidade Barroso, colocou em cena a discussão sobre o tema dos recursos hídricos, dando ênfase a questão dos impactos ambientais e da revitalização do Rio Verde ou Rio do Barroso, como é conhecido na região.

Organizada a partir de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo (SEMATUR) e a Escola Municipal Protázia Rodrigues Soares, a ação envolveu técnicos, diretores, professores, alunos e comunidade. O resultado foi a satisfação de ver todo mundo envolvido com o tema.

Com o Lema “Revitalização do Rio Verde: a Escola abraça essa causa”, a I Feira Cultural e Ambiental movimentou a Escola fundamental do Barroso, trazendo para a sala de aula a questão da água, dos rios, nascentes e demais fontes de água. Trabalhada na programação de forma lúdica (dramatizações, paródias), através de documentários em vídeo e exposições fotográficas que contavam e demonstravam a importância do Rio do Barroso para várias gerações, inclusive a atual.

Maquetes e miniaturas que contavam a história do rio no seu auge, e os impactos atuais, e a exposição de plantas nativas que formam a mata ciliar do rio, transformou a sala de aula numa “pequena floresta”. Tudo isto, seguido das explicações dos alunos aos visitantes da Feira. 

Na programação também foi realizada a entrega dos prêmios aos primeiros colocados do I Concurso de Redação  que teve como tema:“Degradação do Rio Verde: Como combate-la e contribuir com a revitalização do rio”, que ocorreu no último dia 20 de maio, com a participação massiva dos alunos.

A vencedora no segmento (3º ao 5º ano), foi Ana Luíza Pereira Pinheiro. Já do (6º ao 9º ano) foi Brenda Rafaela Pereira Boaes, que receberam os tablets oferecidos pela Secretaria de Meio Ambiente  com muita emoção, seguido de agradecimentos a escola e as famílias.

No Encerramento a cultura popular aflorou o espaço educativo, e o som ecoou com tambor de crioula que alegrou a todos nos cantos e nas danças, que resgatam a cultura Afro e seu respeito ao meio ambiente.

Para a  Secretaria de Meio Ambiente e Turismo, Keila Soares, o evento mostrou a importância de educar para revitalizar. “É importante o Programa municipal de revitalização dos recursos hídricos, pois trata de um recurso imprescindível ao bem estar e a vida da população. Quero agradecer a parceria da Escola na realização de várias ações e também, aos esforços de nossa equipe de trabalho (José Manoel, Rosiney Góes e Edmilson Pinheiro) que trabalharam incansavelmente para realização do concurso e da feira”, destacou.

Participaram representando o poder público municipal, os secretários Aristides França (Educação), Sidney Bouéres (Sáude), Josmael Castro (Assistência Social), Ana Cleia (coordenação municipal de educação no campo), Wanderson Farias (psicólogo do CREAS), os vereadores Jorge Filho e Professor Zeca, e diretores do Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, Agricultores Familiares e Membros do Conselho Municipal de Meio Ambiente (COMMAM).

Texto: Edimilson Pinheiro

Prefeito Zé Martins presta homenagem à professora Benedita Moraes (Dona Bibi)

O prefeito Zé Martins prestou uma justa homenagem nos 82 anos de Bequimão a Benedita Gusmão Moraes, a Tia Bibi, com a inauguração de uma escola de referência que é também o reconhecimento a uma das mais conceituadas famílias de Bequimão.

A escola está localizada no bairro Ferro de Engomar, na MA-211, estrada que liga o povoado Quindíua e possui 6 salas amplas com capacidade para receber 450 alunos em dois turnos. A obra foi construída com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão ligado ao Ministério da Educação.

Zé Martins destacou a homenagem a uma das professoras mais antigas de Bequimão. “Hoje entregamos à população bequimãoense uma importante obra: a Escola Municipal Benedita Gusmão Moraes. O nome da escola foi escolhido para homenagear uma das professoras mais antigas de Bequimão, a professora Bibi Moraes. Ela deu aula para muitas pessoas que depois se tornaram nossos professores”, afirmou.

Para o prefeito, a escola é a primeira de um modelo que será implantado em Bequimão. “Nosso planejamento é que ela se torne uma escola modelo em Bequimão, com um padrão que depois será estendido para as demais escolas municipais. Para isso, vamos contar com toda dedicação dos profissionais da Secretaria Municipal de Educação e contamos também com o apoio das famílias e dos estudantes”.

A professora Silvia Moraes, filha de Tia Bibi disse que educar sempre foi a missão de sua mãe. “Foi uma grande educadora. Exigente com às obrigações dos seus alunos e ao mesmo tempo conquistava seus corações. Minha mãe sempre acreditou na educação como instrumento de transformação social e fez disso seu ideal de vida, dedicando-se por inteira a esta linda missão de educar crianças e jovens. Foi uma grande educadora”, destacou a professora Silvia Moraes, filha de Tia Bibi.

Segundo Silvia Moraes, a homenagem a Tia Bibi é motivo de orgulho para a família Moraes.”Minha mãe sempre acreditou na educação como instrumento de transformação social e fez disso seu ideal de vida, dedicando-se por inteira a esta linda missão de educar crianças e jovens. A sua história como professora me ajudou a compreender o que afirmou Paulo Freire: ” Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela a sociedade não muda”. A homenagem a nossa mãe com esta Escola nos orgulha, pois estamos testemunhando um gesto público que prioriza à Educação”, finalizou.

Por Zeca Soares…

Obras adiantadas na escola que está sendo construída pelo prefeito Zé Martins

Prefeito Zé martins visita escola.3Está adiantada a construção de uma nova escola no bairro Ferro de Engomar pela Prefeitura Municipal de Bequimão. A estrutura moderna contará com seis salas, além de área administrativa e de lazer. O prefeito Zé Martins visitou a obra, observando cada detalhe da construção, e aproveitou para conversar com os trabalhadores sobre o andamento da construção.

O colégio atenderá à proposta do prefeito Zé Martins de polarizar a educação do município, levando educação para mais perto da população que mora nas comunidades de Bequimão. Isso significa que a escola vai receber, prioritariamente, as crianças e adolescentes dos povoados e bairros vizinhos.

Os alunos poderão estudar mais próximo de casa. Para realizar essa obra, Zé Martins captou recursos junto ao Ministério da Educação (MEC), por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Juntando recursos federais com os da Prefeitura Municipal de Bequimão, o investimento na escola ficou na ordem de R$ 1.021.095,79.

O colégio terá capacidade para atender cerca de 450 alunos, nos dois turnos. O remanejamento de estudantes ficará a cargo da Secretaria Municipal de Educação, que tem à frente o secretário Aristides Amorim.