Pólo Floresta dos Guarás realiza Encontro no Litoral Maranhense

guarás
Nos dias 30 de Abril e 1º de Maio de 2016 o Pólo Floresta dos Guarás estará realizando oI ENCONTRO DO PÓLO FLORESTA DOS GUARÁS: LITORAL OCIDENTAL MARANHENSE PELA SUSTENTABILIDADE no Teatro Guarapiranga, em Guimarães- MA. O encontro tem por objetivo reunir poder público e sociedade civil em torno da discussão de eixos norteadores tais como: Mudanças Climáticas, Pesca predatória, Resíduos Sólidos, Geração de Renda, Empreendedorismo, Segurança Pública. Ocasião em que estará sendo definido o FÓRUM DE GOVERNANÇA DO POLO FLORESTA DOS GUARÁS onde se oficializará a formação da Instância de Governança deste Polo Turístico.
DETALHES DO ENCONTRO
Data: 30 de Abril (Sábado) e 1º de Maio (Domingo) de 2016.
Hora: 8h às 17h (Sábado) e 08h às 10h (Domingo).
Local: Teatro Guarapiranga, Rua Dias Vieira-Centro, Guimarães.
Contatos da Comissão Organizadora: florestadosguaras@gmail.com
Contatos:  98  81008878 Tim /WhatsApp  98 988346190 Oi /  98  985077660 Claro/WhatsApp
PROGRAMAÇÃO DO ENCONTRO 
MANHÃ DE SÁBADO (30/04/2016)
8h  às 8h30 –   Inscrição
8h30   às   9h   – Abertura oficial do evento
•Composição da Mesa por prefeitos e secretários municipais.
9h  às 10h30    – MESA 1
TEMAS 1:  Mudanças Climáticas
•Profª. Drª Flavia Mochel (Pesquisadora).
TEMA 2:  Pesca Predatória
•Ana Luiza  (Presidente da Colônia de Pescadores de Guimarães)
•José Francisco ( Técnico Ambiental da SEPRODEMA)
•Carlos dos Santos (Presidente do Sindicato dos Pescadores de Apicum-Açu)
TEMA 3: Resíduos Sólidos 
•Ronald Damasceno (Federação Maranhense de Consórcios Públicos Intermunicipais-FEMACI).
•Nira Fialho (Instituto Brasileiro de Administração Municipal/ IBAM-MA).
10h30  AS  10:45  –   INTERVALO 
10h45  AS 12:15 –    MESA 2
TEMA 1: Geração de Renda e Empreendedorismo
•Tec. David Felipe – SEBRAE/Pinheiro
•Bióloga Isabela Castro – SEAP
•Drª. Luzenice Macedo Martins (Presidente do Instituto Maranhão Sustentável).
•Carlos Lula ( Secretário Estadual Adjunto de Cultura e Turismo do Maranhão).
TEMA 2: Segurança Pública  
•Maj. Robson Cláudio Martins Silva (Comandante da 2ª Companhia  Independente).
TEMA 3: Segurança no Trânsito
•Luís Henrique  Fonseca (Secretário de Infraestrutura de Porto Rico do Maranhão).
•Luís Câmara  (Secretaria de Estado da Educação).
TARDE DE SÁBADO (30/04/2016)
14h – Formalização do Fórum de Governança do Pólo Floresta dos Guarás.
19h- Atração Cultural
MANHÃ E TARDE DE SÁBADO ( 30/04/2016)-
Exposições Científicas, Gastronômica, Artística e Institucionais. Horário de visitação: 10h as 17h. Local: Teatro Guarapiranga.
Exposição Científicas  ( Banners e Pôster)
•Isabela Castro -“ Modelo Sustentável de Produção no Mangue”
•Ana Luiza – “Sistema de Produção de Ostras”.
•Roberto Santos Ramos –(falta o título)
•Bianca Ingrid Marques Moreira,  Lurdileia da Jesus Rodrigues Fonseca, Vítor Rafael Cardoso Neto e Roberto Santos Ramos-“ A degradação da Praia de Araoca  localizada no Município de Guimarães, Litoral Ocidental Maranhense”.
•Luzenilce Macedo Martins- Casas de taipa
•Vítor Rafael Cardoso- Mini Coleção de invertebrados marinhos e conchas coletadas nas praias de Araoca e Recreio.
•Gissely- Turismo na Floresta.
•Marinelton S. Cruz – Painel “ Costa Amazônica Maranhense”
Exposições institucionais
Prefeitura de Guimaraes- Comercialização de Produtos Artesanais e Agricultura Familiar.
IFMA- Mirinzal –  Projeto de implantação do IFMA de Mirinzal
SINFRA – Projeto  “Ponte sobre o Rio Pericumã”.
CERMANGUE
•Exposição de Conchas Marinhas.
•Exposição de Fotografias de Educação Ambiental em Manguezais.
•Viveiro Virtual, Mini Manguezal encantado
•Jogos educativos, Desenhos- Colorindo o Manguezal
•Exposição de Livros, cartilhas e materiais didáticos em educação ambiental.
•SEBRAE/Pinheiro – Apresentação de Ações na Região
•Paulo Montanha – Pres. SINDETUR – exposição Institucional do Sindicato das Empresas de
Turismo do Maranhão
Exposições Artísticas
•Cleilde Louzeiro Moreira – Exposição fotográfica “Floresta dos Guarás”
•Rubinaldo – Exposição fotográfica “Município de Cedral”
•Will Borges- Exposição fotográfica “Município de Apicum-Açu”.
•Aricelia Cantanhede Sales- Exposição em painéis e maquete “Casas de Taipa”
Exposição Gastronômica
•Comidas Típicas do Festival de São José
MANHÃ DE DOMINGO (01/05/2016)
08h- Visita Técnica (comunidade de pescadores Camaçaua/Siribeira). Sujeito a alterações.
* Com informações de http://florestadosguaras.blogspot.com.br/
Anúncios

IFMA inicia formação em Educação Quilombola no município de Bequimão

AlunosCom população formada por 70% de negros, segundo o IBGE, e dez comunidades já certificadas como remanescentes de quilombos pela Fundação Palmares, o município de Bequimão, localizado a 54 km de São Luís, tem o desafio de avançar em políticas educacionais que abordem e valorizem a identidade desses povos.

No último sábado (13), foi dado mais um passo nesse sentido. O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA) – Campus Maracanã iniciou o Curso de Formação de Professoras e Professores em Educação Escolar Quilombola, oferecido para profissionais da educação do município e representantes de movimentos sociais do local. A Prefeitura de Bequimão, por meio da Secretaria Municipal de Educação, é parceria desse projeto de formação continuada.

Dorival dos SantosSerão 200 horas de capacitação, com o propósito de melhorar a atuação junto aos estudantes de escolas que ficam em comunidades quilombolas e daquelas que recebem alunos de quilombos. Para o coordenador do curso, Dorival dos Santos, a discussão de temáticas étnico-raciais na escola é uma maneira de garantir direitos já conquistados, muitos deles em risco.

“Muitos estudantes negros, ao manifestarem suas práticas, são repudiados dentro da própria escola. É preciso que os profissionais da educação aceitem e dialoguem com esses alunos e com a comunidade. Neste curso, vamos construir conhecimentos que instrumentalizem essas comunidades para a resistência e para fazerem um embate diante de seus opressores”, afirmou o coordenador.

Hérliton NunesAo representar o Núcleo de Estudos Afrobrasileiros e Indiodescendentes (Neabi) do IFMA, o professor Hérliton Rodrigues Nunes também defendeu a formação de professores como caminho para a inclusão de grupos mais oprimidos. “O Neabi está junto com a Direção Geral do Campus Maracanã colaborando no processo de qualificação docente, para que algumas coisas relacionadas à questão étnico-raciais sejam mais bem distinguidas”, destacou o professor. Ele e a professora Ana Maria Ramos ministraram a primeira disciplina às duas turmas formadas.

Maria de JesusEntre os alunos do curso estão professores, técnicos administrativos e gestores do setor educacional. Esse é o caso da secretária adjunta de Educação, Maria de Jesus Nogueira. Ela considera que uma nova realidade está surgindo em Bequimão, a partir de ações que contribuem para aprimorar o desempenho dos professores. “Já temos no nosso município cursos de graduação, cursos profissionalizantes e de formação continuada, como este. Isso vai dar um salto em termos de conhecimentos que possam melhorar nossos indicadores educacionais”, disse.

Parceria

Quando o IFMA – Campus Maracanã submeteu o projeto do Curso de Formação de Professoras e Professores em Educação Escolar Quilombola à Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi), do Ministério da Educação, buscou a parceria da Prefeitura Municipal de Bequimão. As informações que os pesquisadores do IFMA já dispunham sobre a existência de comunidades quilombolas certificadas e outras reconhecidas credenciavam o município para o projeto.

Lucimeire AmorimO prefeito Antônio José Martins prontamente aceitou a parceria, encaminhando ofício à instituição. Essa trajetória foi relembrada pela diretora geral do Campus Maracanã, Lucimeire Amorim Castro, durante a aula inaugural realizada no sábado (13). “Nesse curso, vocês terão acesso a outras dimensões da educação, discutindo sobre identidade, sobre o que é ser quilombola. Queremos que essa experiência em Bequimão seja um sucesso, para que possamos levá-la a outros municípios do Maranhão”, ressaltou Lucimeire.

Também participaram da aula inaugural a representante da Coordenação de Projetos do Campus Maracanã, Conceição de Maria Teixeira Gomes, e o vereador Doutor. Em seguida, a diretora geral reuniu-se com o prefeito de Bequimão, que assegurou apoio ao curso, inclusive fornecendo almoço aos sábados, quando as aulas acontecem durante todo o dia. Até dezembro, os alunos assistirão a aulas também aos domingos pela manhã.

Projeto do IFMA em Bequimão começa a ser executado. Prefeito Zé Martins participa do lançamento em São Luís

O prefeito Zé Martins está consolidando a parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA), para o desenvolvimento de projetos em Bequimão. Ontem (10), o prefeito esteve no Campus Maracanã, a antiga Escola Agrotécnica de São Luís, onde participou do lançamento do projeto “Horta Escolar como Sala de Aula”, que foi aprovado pela Capes, por meio do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) – Diversidade. Somente os municípios de Bequimão e Itapecuru-Mirim foram contemplados com o projeto.

A cerimônia que marcou o início do projeto contou com a participação do reitor do IFMA, Roberto Brandão; da pró-reitora de Ensino, Ximena Bandeira Maia; da diretora geral do Campus Maracanã, Lucimeire Amorim Castro; do prefeito de Bequimão, Antônio José Martins; e do prefeito de Itapecuru-Mirim, Magno Amorim, além de gestores municipais, representantes das escolas atendidas e autoridades da Secretaria Estadual de Educação.

O professor Elias Rodrigues de Oliveira, responsável pela elaboração do projeto, explicou como serão executadas as atividades, ressaltando que os bolsitas (alunos da Licenciatura em Educação do Campo) trabalharão em sintonia com os professores das escolas, criando experiências para demonstrar, na prática, a importância de cada conteúdo.

“Na horta, os alunos podem aprender matemática, calculando a área dos canteiros, ou mesmo história, descobrindo a origem de cada espécie cultivada”, enumerou o professor, entre outras possibilidades. Os alunos do 5º ao 9º ano acompanharão todas as fases da produção nas hortas, desde a preparação do terreno até a colheita. Além de servir para as aulas, a produção das hortas escolares deverá ser utilizada na merenda escolar, melhorando ou desenvolvendo hábitos alimentares saudáveis entre os alunos.

o projeto funcionará na Unidade Escolar Domingos Bouéres e a Unidade Escolar Aniceto Cantanhede, em Bequimão, e na Escola Municipal Proteção de Maria e Escola Municipal Elvira Pires, em Itapecuru-Mirim.

zé martinsO prefeito de Bequimão, Zé Martins, destacou a importância desse projeto para o município, que tem 70% da população constituída por negros. “Sabemos que a educação tem papel fundamental na luta pela melhoria na qualidade de vida dessas pessoas”, frisou o prefeito. O prefeito de Itapecuru-Mirim, Magno Amorim, reconheceu as dificuldades no sistema educacional do município, mas acredita que a presença do IFMA elevará os indicadores de educação. “Com os relatórios, daqui a alguns anos, queremos mostrar o quanto melhoraram essas escolas”, garantiu.

IFMA nas comunidades

Para a diretora geral do Campus Maracanã, Lucimeire Amorim Castro, é uma chance para que as comunidade se desenvolvam, ao mesmo tempo em que os alunos da instituição se preparam mais para a docência. “Nossos alunos vão vivenciar na prática da profissão que escolheram, que é de serem professores”, afirmou.

A pró-reitora de Ensino, Ximena Bandeira Maia, disse que as ações de valorização do magistério indígena, quilombola ou de outras ações afirmativas estão crescendo no IFMA. Em sua opinião, o Campus Maracanã tem papel importante nesse avanço. “Aqui, encontramos solo fértil para essas políticas. Jogamos a semente e tem brotado com muita força”, enfatizou, ressaltando, ainda, que o projeto do PIBID – Diversidade foi aprovado pela Capes sem ressalvas.

Segundo o reitor do IFMA, Roberto Brandão, foram aprovados 13 projetos do PIBID em nove campi maranhenses e apenas uma proposta foi apresentada ao PIBID-Diversidade, a do Campus Maracanã. “Estamos enfrentando com gratidão e comprometimento a missão de galgar esses espaços. A população do nosso estado merece receber a oportunidade de melhorar de vida”, finalizou Brandão.

Estavam presentes no evento o secretário Municipal de Educação de Bequimão, Aristides Amorim; a secretária de Educação de Itapecuru-Mirim, Elisângela Marinho; o diretor de Desenvolvimento Institucional do IFMA, Agenor Almeida Filho; a chefe do Departamento de Projetos Especiais, Alice Cadete; o coordenador institucional do PIBID, Fábio Sales; o coordenador institucional do PIBID – Diversidade, Inaldo Lisboa; a superintendente de Recursos Humanos da Seduc, Rosileia da Silva Saraiva; A supervisora de Desenvolvimento e Capacitação de Recursos Humanos da Seduc, Silvia Amélia da Silva e os diretores de escola Rolsiane Cristina Ferreira Abreu, Rubia Gardenne Nascimento, Rosa Maria Gomes e Jeferson Plácido dos Santos e Jainara Monteiro.