Zé Martins mostra sua força política e reúne com moradores em Pontal e Jacioca

A força política do prefeito Zé Martins no município de Bequimão é inegável. O bom trabalho realizado na sede e zona rural do município lhe dar credibilidade para reunir com moradores de várias comunidades em uma só noite em Jacioca. O respeito que o povo tem pelo prefeito Zé Martins é visível diante do empenho que o gestor tem dedicado desde sua primeira gestão. O carinho, a consideração e acima de tudo o respeito são adjetivos visíveis no rosto de cada bequimãoense que tem comparecido nas reuniões por onde Zé Martins tem passado. 

Nas comunidades Jacioca e Pontal, o prefeito Zé Martins mais uma vez foi tietado e abraçado por quem esteve presente. Na rede social Facebook o prefeito descreveu a felicidade por ter sido bem recebido nessas comunidades. “Participei de reuniões nos povoados Pontal e Jacioca com moradores das comunidades vizinhas que fazem parte daqueles polos. Na última sexta-feira (21) estive em Pontal, comunidade que tenho grande carinho e reuni com moradores dos povoados vizinhos. O encontro foi muito gratificante. Na noite deste sábado (22) foi a vez de Jacioca e graças a Deus o povo das comunidades vizinhas compareceu em grande número. O encontro serviu para eu pedir apoio aos candidatos Roseana (governadora), Hadad (presidente), Sarney Filho (senador), Lobão (senador), Victor Mendes (federal) e Zé Inácio (estadual), que sempre ajudaram nossa gestão. São os verdadeiros parceiros de Bequimão. A população confirmou apoio aos nossos candidatos e estou muito feliz por isso. Os moradores estarão juntos com a gente em mais essa grande luta”, destacou o prefeito trabalhador.

Em qualquer comunidade de Bequimão, o prefeito Zé Martins entra de cabeça erguida e com moral. Desde que assumiu a gestão do município em 2013, ele tem sido um gestor implacável, dedicado e acima de tudo responsável. Em todas as comunidades de Bequimão o prefeito Zé Martins já deixou sua marca como grande administrador. Novas obras e ações estão chegando para a população. Graças aos candidatos do prefeito Zé Martins, são mais de R$ 20 milhões de reais em emendas e convênios para melhorar a vida dos bequimãoenses.

Estiveram presentes vereadores, secretários, ex-vereadores, lideranças comunitárias e políticas de cada região.  Os encontros estão servindo para mostrar a importância desses candidatos na gestão do prefeito Zé Martins. São eles quem têm ajudado na grande gestão do prefeito em Bequimão.

Anúncios

Zé Martins é o prefeito que mais substituiu pontes de madeira por bueiras de concreto em Bequimão

Bueiras que foram construídas nas comunidades Jacioca e Mojó na zona rural de Bequimão

Levando em comparação os últimos 20 anos na política de Bequimão, a história bem recente mostra que o prefeito Zé Martins foi o gestor que mais substituiu pontes de madeira por bueiras de concreto no município de Bequimão. Para ser mais exato, foi o pioneiro em fazer esse tipo de trabalho no município, evitando desperdício de verba pública. Desde que assumiu a gestão do município em janeiro de 2013, Zé Martins recuperou, ampliou e construiu mais de 300 quilômetros de estradas vicinais, ligando os mais de 100 povoados da zona rural.

 

Povoados que o acesso era por caminhos, hoje existem estradas amplas, onde não é mais preciso um carro entrar no mato para outro veículo passar. Em 70% das comunidades as pontes de madeira foram substituídas por bueiras de concreto, o que torna mais seguro e duradoura. Na região de Mojó, Baixo Escuro e Jacioca, o trabalho foi iniciado e será ampliado, já que as partes mais críticas, como o Rio de Feliciano, onde o acesso de ambulâncias e ônibus escolares era complicado, foi priorizado pelo prefeito Zé Martins e  recuperado.

A região de Jacioca ficou ainda mais valorizada com a gestão de Zé Martins. Povoados que estavam isolados por décadas, receberam estradas. Além de inúmeras ações realizadas na região beneficiando milhares de pessoas. Antes da gestão de Zé Martins, carros não conseguiam trafegar na principal via de Jacioca. O Rio de Feliciano se transformava em uma grande lagoa. Mas com a gestão de Zé Martins motos e carros trafegam inverno e verão. Onde ainda não recebeu benefício da prefeitura, o progresso está bem próximo, graças ao planejamento da gestão.

Fotos: Potôka

 

Bequimão realiza I Reunião Setorial do Plano de Saneamento em Jacioca

A Prefeitura Municipal de Bequimão, por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente Turismo (SEMATUR) iniciou mais uma etapa da construção do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB) do município. A reunião aconteceu na Escola Municipal do Jacioca, no dia 24 de Junho deste ano, com a participação da comunidade, com apoio da diretoria e professores da Escola.

Esta foi a Primeira Reunião Pública Setorial (Setor Dois) para elaboração do Plano. A Secretária Municipal de Meio Ambiente, Keila Soares fez a acolhida e a abertura dos trabalhos. Logo após, houve uma apresentação por  Edmilson Pinheiro (Secretário Adjunto de Meio Ambiente), que esclareceu os objetivos da reunião e a importância da participação da comunidade no processo de construção do PMSB. Edmilson expôs os objetivos, referencial legal e metodologia do Plano. Em seguida ele apresentou o Plano de Mobilização Social, destacando a importância da mobilização da população, do empenho de cada um no controle social e da participação dos Conselhos Municipais. Foi apresentado o Comitê de Coordenação e o Comitê Executivo que são fundamentais na construção do Plano, e relatada a parceria firmada entre a FUNASA, Universidade Federal Fluminense (UFF) e a Prefeitura Municipal de Bequimão.

Ainda como parte das atividades foi trabalhado o Diagnóstico Rápido-Participativo – DRP (Oficina do Futuro), com base nos eixos temáticos do saneamento básico: abastecimento de água, esgotamento sanitário, drenagem e manejo de águas pluviais urbanas, limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos.

Participação Social

A elaboração dos planos está sendo realizada com a participação social, que é um instrumento de eficácia da gestão pública e do aperfeiçoamento contínuo das políticas e dos serviços públicos. Essa participação pressupõe a convergência de propósitos, a resolução de conflitos, o aperfeiçoamento da convivência social, a transparência dos processos decisórios e o foco no interesse da coletividade. A participação social no processo de elaboração do Plano deve ocorrer a partir da mobilização da sociedade e incluir divulgação de estudos e propostas e a discussão de problemas, alternativas e soluções relativas ao saneamento básico, além da capacitação dos agentes para a participação em todos os momentos do processo.

 

Por: SEMATUR/Bequimão