Prefeito Zé Martins articula parcerias para inserção de mão de obra local nas obras para construção da Ponte do Rio Pericumã

Além de qualificar mão de obra local em atividades que serão demandadas na construção da ponte, o Prefeito buscou o Sebrae para preparar os comerciantes e empreendedores do município para a chegada de novas demandas de consumo.

 

Prefeito Zé Martins, Edilson Baldez (FIEMA), João Martins (SEBRAE) e Marco Moura (SENAI) articulam parcerias visando oportunidades de emprego e negócios advindos da construção da Ponte do Pericumã

O Prefeito Zé Martins está ultimando os detalhes e termos de parcerias para garantir que as obras de construção da Ponte sobre o Rio Pericumã, de responsabilidade do Governo do Estado do Maranhão, trarão novas oportunidades de emprego, geração de renda e negócios para a população do município de Bequimão, localizado estrategicamente na porta de entrada do litoral ocidental maranhense.

 

Na semana passada, o prefeito esteve reunido com o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão – FIEMA, Edilson Baldez, o superintendente do SEBRAE, João Martins e o superintendente do SENAI, Marco Moura, para definir os termos da futura parceria com as instituições do Sistema S.

 

“Informações do governo do estado calculam que as obras de construção da Ponte vão gerar mais de 500 empregos. Nosso esforço então será para garantir que o máximo possível de vagas sejam ocupadas por trabalhadores de Bequimão e de municípios vizinhos, mas isso só vai acontecer se tivermos mão de obra qualificada e preparada para atender essa demanda de forma eficiente”, explica Zé Martins, que  informa que estão sendo negociados cursos técnicos profissionalizantes para as atividades de pedreiro, armador, ferreiro, entre outras.

 

Parceria da Prefeitura de Bequimão com instituições do Sistema S prevê a ofertas de cursos profissionalizantes e de gestão empresarial para trabalhadores e empreendedores locais

O convênio para a oferta de cursos profissionalizantes prevê inicialmente a oferta de treinamentos de iniciação profissional, aperfeiçoamento e qualificação.

 

Cada curso terá um perfil diferenciado, devendo os candidatos preencherem os pré-requisitos e critérios necessários para obtenção da vaga.

 

De acordo com o prefeito Zé Martins, a parceria vai possibilitar qualificação profissional não apenas dos jovens mas, também, de adultos em busca de recolocação no mercado de trabalho.

 

Para o presidente da FIEMA, Edilson Baldez, além do conhecimento, esta oportunidade vai gerar ainda a possibilidade de ingressar no mercado de trabalho ou investir no seu próprio negócio, melhorando a qualidade e aumentando a oferta de serviços no município e na região.

 

“Para o Sistema FIEMA é uma grande satisfação essa parceria. Atendendo a essa demanda do prefeito estamos também cumprindo nossa missão de levar educação profissional de qualidade para o povo maranhense”, completou.

 

Os termos de parceria com as instituições devem ser formalizados em algumas semanas.

Oportunidades de negócios – O Superintendente do Sebrae, João Martins, explica que a própria instituição realizou estudos por meio do Observatório Sebrae, onde foram analisados os impactos que a obra de construção da ponte deve trazer para a economia do município, demandando melhor preparo dos empreendedores já atuantes no município e sinalizando novas oportunidades de negócios que chegarão junto com o início e evolução da obra.

 

“O diagnóstico realizado pelo Sebrae nos alertou que é preciso preparar melhor nossos empreendedores para atenderem os novos clientes que chegarão. Também mostrou que nossa cidade será terreno fértil para novos investimentos privados que serão atraídos com a conclusão da obra”, acredita o prefeito.

 

Pela parceria que está sendo articulada com o Sebrae deverá ser oferecida uma série de treinamentos e programas de orientação e consultoria empresarial focando nas oportunidades identificadas no estudo de impacto socioeconômico.

 

“Vamos adequar nossas atividades com soluções e serviços especializados, para que atendam da maneira mais eficiente e com foco em resultados, visando melhorar a gestão e sustentabilidade das empresas locais”, aponta o diretor superintendente do SEBRAE, João Martins.

 

O executivo informa ainda que a parceria deverá envolver tanto soluções de educação empreendedora como ações de políticas públicas de fomento aos pequenos negócios; e eventos e ações programadas de acesso ao mercado para os empresários do município, como rodadas de negócios com a empresa responsável pela obra – Consórcio Epeng – cujo canteiro de obras já está instalado em Bequimão.

 

Anúncios

BEQUIMÃO PERDE MAIOR LÍDER POLÍTICO DE SUA HISTÓRIA

Bequimão está de luto. Faleceu, na manhã desta sexta-feira (18), o ex-prefeito João Batista Cantanhede Martins (Juca Martins), o maior líder político da história do município. Ele tinha 79 anos e dedicou-se por mais de meio século à vida pública bequimãoense. O velório está acontecendo na Pax União, no Centro de São Luís. No sábado (19), seu corpo será transladado para Bequimão, onde receberá as homenagens do povo de sua terra.

Juca Martins nasceu em 11 de junho de 1938, filho de Lídia Cantanhede Martins e Atanásio Lourenço Martins. Na juventude, trilhou o caminho que muitos jovens do interior do Maranhão percorrem, indo estudar na capital do Estado. Em São Luís, cursou o ginásio e o científico (atuais ensino fundamental e médio, respectivamente). Mas, precisou voltar a Bequimão depois que seu pai morreu, para ficar perto da família e ajudar no seu sustento.

De volta à sua cidade, fez amizade com Torquato Pereira, comerciante e exportador de babaçu, que lhe ofereceu o primeiro emprego. Aos 18 anos, Juca começou a trabalhar como caixeiro e, mais tarde, tornou-se sócio na firma Torquato PP de Abreu & Cia. Foi o comerciante da família dos Pereira quem incentivou o jovem a entrar na política. “Entrei na política porque naquela época haviam as pressões políticas através dos fiscais de estado. Inclusive, haviam os pinheirenses que eram pessoas indicadas do governo para massacrar a oposição que tivesse comércio. Aqui nós eramos contra, do PP, filiado à família Damasceno, que tinha como prefeito Juarez Damasceno”, contou recentemente Juca Martins, em entrevista exclusiva ao repórter Paulinho Castro.

Torquato Pereira sugeriu que seu sócio se candidatasse a vice-prefeito. Naquela época, os registros de candidatura de prefeito e vice eram feitos separadamente. O curioso é que Juca Martins obteve 16 votos a mais do que Juarez Damasceno, eleito prefeito. Aos 28 anos, em 1966, ele deu um passo maior na política e se tornou, até então, o prefeito mais jovem do país, pelo PSP. Depois desse primeiro mandato, o político bequimãoense sofreu perseguição da administração estadual, de nomes como o general Arthur Carvalho e Francisco Figueiredo, que pressionaram para que ele não saísse candidato.

Ainda assim, Juca coordenou as campanhas e ajudou a eleger os ex-prefeitos Dedé Almeida, Antônio Martins e Leles Pinheiro. Ele voltou à chefia do executivo nos anos de 1983-1988, 2003-2004, 2005-2008. No meio de toda essa trajetória, trabalhou com Clodomir Millet e Neiva Moreira, que o aproximaram do ex-presidente José Sarney, a quem se aliou até o fim. “Foi com profundo pesar que recebi a notícia da morte do meu amigo João Batista Cantanhede Martins, o Juca Martins, ex-prefeito de Bequimão. Ele foi um político muito importante para a história e o desenvolvimento do município”, declarou o deputado Adriano Sarney.

O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, também manifestou seu pesar. “Quero me solidarizar com o prefeito de Bequimão, Zé Martins, e toda a sua família pelo falecimento de seu pai, Juca Martins, nosso amigo, companheiro na luta política e ex-prefeito. Um homem que sempre trabalhou com garra pelo município e que agora deixa um belo legado a Zé Martins, sua esposa Maria Lênora e demais filhos. A vocês, todo o meu carinho e de minha família, nesse momento difícil. Muita força e fé!”, disse, em nota. 

Em 1999, Juca Martins formou-se em Direito, pela Universidade Ceuma. Ele deixa mulher, dona Maria Lênora, quatro filhos João Martins (superintendente do Sebrae/MA), Antônio José Martins (atual prefeito de Bequimão), Liana Martins e Cirlanda Martins, além de sete netos.

Sebrae no Maranhão leva cidadania empresarial para a Ação Global

No evento dedicado à solidariedade, o Sebrae no Maranhão contou com orientações, consultoria e ações de educação empreendedora.

 

Os resultados da participação do Sebrae no Maranhão no Ação Global superaram as expectativas. O evento ocorreu na Cidade Universitária Dom Delgado – Universidade Federal do Maranhão (Ufma), localizada na região do Itaqui-Bacanga, no último sábado (27), das 08h às 17h.

 Com orientações, consultorias, divulgação do portfólio de serviços e cursos do Sebrae e uma ação de educação empreendedora por meio de um quiz aplicado de forma lúdica e divertida, foram cerca de 150 atendimentos realizados durante a Ação Global.

Para o Diretor Superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, “o empreendedorismo é uma forma de inclusão social. Afinal, auxilia no resgate da cidadania de milhões de pessoas por lhes dá condições de produzir e sustentar-se”, declarou.

O Diretor Superintendente também ressaltou a importância de conscientizar a população da atuação do Sebrae. “Temos um atendimento voltado para tirar dúvidas, orientar e mostrar como é necessário procurar o Sebrae na hora que você decidir empreender. Nossa instituição é a casa do pequeno negócio”, completou.

“A educação empreendedora é uma forma de despertar o empreendedorismo nas pessoas. Por isso, ações simples como as realizadas na Ação global, são importantes para despertar o interesse de adultos e crianças para o empreendedorismo e futuramente podem ser essenciais para formação de uma geração que gera sua própria renda e contribui para o desenvolvimento socioeconômico da sua região”, afirmou.

A atriz e bacharel em História, Cristiane Meireles, participou do quiz sobre empreendedorismo e achou a ação interessante. “Pude conhecer mais sobre o trabalho do Sebrae e também características de um empreendedor. Sinto-me empreendedora, como atriz vejo que o mercado das artes em São Luís é muito limitado ainda e essa ação já me deu ideias legais de como empreender nessa área”, disse.

A costureira Raimundo Nonata Gomes, moradora da Vila Isabel, na área Itaqui-Bacanga, descobriu há dois anos um talento para o corte e costura, fez o curso e como estava desempregada, resolveu atuar nessa área. Hoje essa é a sua fonte de renda e a forma como sustenta sua família.

“Quero me formalizar. Por isso vim até a Ação Global buscar a orientação do Sebrae. E aqui obtive orientações de como posso fazer isso e das facilidades para ter acesso a crédito, comprar determinados produtos com mais facilidade e também buscar aperfeiçoamento para melhorar minha confecção”, enfatizou.

Ação Global 

O projeto é desenvolvido pelo Serviço Social da Indústria (Sesi) e Rede Globo (TV Mirante) e contou com a parceria de 237 instituições e o trabalho voluntário de 3.415 profissionais de várias áreas. Mais de 80 mil pessoas passaram pelo local durante o evento e foram contabilizados mais de 258 mil atendimentos nos 282 serviços disponibilizados. Os resultados foram divulgados pelo Sesi logo após o término das atividades.

Empresários vimarenses viabilizarão ações após II Festival Gastronômico

No coração da Floresta dos Guarás, o lançamento do evento promovido pelo Sebrae, movimentou a economia de Guimarães e tornou-se opção de lazer para as famílias e visitantes no feriado da Semana Santa.

O município de Guimarães, na microrregião do Litoral Ocidental Maranhense, recebeu no sábado, 15, o último evento de lançamento do II Festival Gastronômico Delícias do Mar, realizado pelo Sebrae no Maranhão.

Na cidade coração da Floresta dos Guarás, mais de 400 pessoas foram ao Espaço Trapiche, às margens da Baía de Cumã, e prestigiaram a ação de marketing idealizada para promover o evento. O resultado foi tão positivo que os empresários já estão organizando mais ações similares para movimentar a economia e os estabelecimentos locais de alimentação fora do lar.

Para o diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, o objetivo da instituição é justamente fazer com que os empresários tomem à frente e, com mais conhecimento e gestão adequada, possam se manter no mercado com sustentabilidade.

Vimarenses e turistas que visitavam a cidade durante o ferido da Semana Santa também aprovaram o lançamento do evento, regado a muitas delícias do mar e ao som da voz e do violão do cantor Fernando Pessoa.

Participaram da ação de lançamento do II Festival Gastronômico Delícias do Mar em Guimarães, seis restaurantes vimarenses, um de Cururupu e três de Porto Rico do Maranhão.

Floresta dos Guarás

O Polo Turístico Floresta dos Guarás é um pequeno ecossistema brasileiro, localizada no litoral ocidental do estado e banhada pelo oceano Atlântico, composto por parte da floresta amazônica em sua fauna e flora, mangues, florestas, ilhas desertas e áreas de restingas. Leva esse nome em homenagem à bela ave de plumagem vermelha, comum na região: o guará.

O local, que conta com atrativos naturais e culturais, foi incluído com polo ecoturístico por excelência e envolve os municípios de Bequimão, Cedral, Guimarães, Mirinzal, Porto Rico do Maranhão, Serrano do Maranhão, Cururupu, Bacuri e Apicum Açu. Destaca-se como santuário ecológico formado por baías e estuários onde os rios desaguam em meio a manguezais.

Fonte: Mirinzalense

Sebrae oferece projeto para gestão de escritórios de advocacia em parceria com a OAB

Projeto piloto foi implantado em Imperatriz para atender a 15 escritórios de advocacia. Agora a OAB e o Sebrae estudam estadualizar a iniciativa

O diretor superintendente do Sebrae, João Martins e o presidente da OAB-MA, Thiago Diaz

São Luís – O Sebrae no Maranhão apresentou o projeto “Administração Estratégica de Escritórios de Advocacia”, focado em atendimento de escritório de advogados.  Apresentação foi feita na Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Maranhão, em São Luís, em uma palestra para os novos advogados, que receberam a carteira da OAB, nesta quarta-feira (12).

“Este tipo de atendimento que o Sebrae está fazendo para os advogados veio em boa hora, porque os esses profissionais entendem da doutrina jurídica, mas as vezes não sabem como transformar este conhecimento em valor. Com este tipo de ação do Sebrae podemos dar conhecimento para o advogado gerir seu escritório para que ele seja sustentável e viável enquanto negócio”, comentou o presidente da OAB Seccional Maranhão, Thiago Diaz.

O atendimento aos escritórios de advocacia começou em Imperatriz, com uma espécie de projeto piloto com 15 escritórios atendidos, que foram divididos em três segmentos: novos advogados, com até três nãos de experiência, escritórios com até cinco anos de existência e escritórios com mais de cinco anos de existência.

“Este é um nicho novo para o Sebrae. A ideia é estruturar como uma iniciativa em parceria com a OAB e suas sub seccionais espalhadas pelo estado. Estamos oferecendo os pacotes de cursos e serviços em gestão de escritórios para os advogados e já é resultado de um processo em que as unidades regionais estão oferecendo serviços que podem virar produtos estaduais. A Unidade Regional de Imperatriz fez este papel e articulou o projeto inicial”, contou o diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins.

PALESTRA

A palestra foi ministrada pelo consultor credenciado Joseane César de Souza, que escreveu um livro sobre o assunto, e acompanhada pelo gerente da Unidade Regional do Sebrae em Açailândia, Danilo Borges, que implantou o projeto em Imperatriz, durante a solenidade de compromisso de 70 novos advogados.

Agora as duas instituições irão trabalhar para fechar um convênio de cooperação no sentido de estadualizar a iniciativa, que já levou a execução de quatro cursos de “Gestão de Escritórios de Advocacia” em Caxias, Codó, Açailândia e São Luís. “As conquistas vêm do trabalho e esta conquista é resultado de um trabalho muito bem feito pelo Sebrae. Vamos ampliar para o Maranhão todo”, finalizou Thiago Diaz.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

Sebrae apoiará projeto de fazenda experimental de sururu em Bequimão

A instituição fará ações de acesso ao mercado, governança e planejamento do negócio, organização de compradores. O projeto fica em povoado localizado a 10 quilômetros da sede

O Sebrae no Maranhão dará apoio ao projeto de uma fazenda experimental de sururu no município de Bequimão. O anúncio foi feito pelo diretor superintendente da instituição, João Martins, logo após uma reunião com o vice-prefeito de Bequimão, Sidney Nogueira, o presidente do Sindicato dos Pescadores de Bequimão, Odoriel de Paricatíua, e a consultora Isabela Neiva Moreira.

De acordo com Martins, o Sebrae irá dar o suporte aos aqüicultores da fazenda experimental de Bequimão em várias frentes de trabalho. ”Vamos trabalhar para identificar acessos ao mercado, no planejamento do negócio, na organização da produção, passando pela venda a comercialização ao consumidor final, além da organização dos compradores e na governança do negócio”, explicou o diretor superintendente do Sebrae.

A fazenda está localizada no povoado de Paricatíua, distante 10 quilômetros da sede do município, e fica na foz do rio Itapetininga, que deságua na baía de Cumã, no litoral ocidental maranhense. O cultivo de Sururu é feito com a técnica de “long line”, em que o sururu é cultivado em grandes cordas esticadas ao longo da margem da foz do rio e hoje é mantida com o trabalho das populações ribeirinhas.

“Esta é uma alternativa de renda para estas populações que dependem da pesca artesanal e do extrativismo marinho em períodos de defeso. Estamos chegando a época da primeira colheita e o apoio do Sebrae será muito bem-vindo”, afirmou Sidney Nogueira, vice-prefeito de Bequimão.

FESTIVAL

Uma das primeiras ações agendadas durante a reunião foi a organização de um festival do sururu, que deverá acontecer em julho. “Será uma forma de divulgar o produto e ainda movimentar o turismo na região”, comentou Martins.

Além da Prefeitura Municipal de Bequimão, do Sindicato dos Pescadores de Bequimão e do Sebrae, o projeto da fazenda experimental de sururu do povoado de Paricatíua também conta com o apoio do Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) que viabilizou as consultorias que ajudaram a desenvolver o cultivo do sururu.

O apoio ao projeto da fazenda experimental de sururu do povoado de Paricatíua não é a única atividade de apoio aos pequenos negócios rurais que o Sebrae desenvolve em Bequimão. Desde 2015, a instituição apoia os criadores de ovinos e caprinos com consultorias e apoio às feiras e eventos na região.

Além disso, o Sebrae mantém projetos em piscicultura e a partir de 2016 passou a desenvolver os projetos de Desenvolvimento Econômico Territorial (DET) e Negócio Certo Rural, este último em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).

 

Fonte: Comunicação Sebrae

Em entrevista, superintendente do Sebrae faz balanço de ações da instituição

Em entrevista exibida no dia 26 de março no Programa Maranhão Rural, da Tv Difusora, o diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, fez um breve balanço das ações da instituição em 2016, com foco nas áreas de agronegócios, educação empreendedora e desenvolvimento territorial.

 

A Baixada Maranhense foi um dos destaques da entrevista, onde o executivo destacou ações como o projeto de desenvolvimento econômico e territorial (DET) desenvolvido em 11 municípios do Litoral Ocidental, o Polo de Empreendedorismo Rural da Baixada, entre muitas outras ações, que podem ser conferidas no vídeo abaixo, disponibilizado no canal do Sebrae no Youtbe:

 

 

Lançado II Festival Gastronômico Delícias do Mar em São Luís

O evento acontece até o dia 23 de abril, reunindo 47 restaurantes de nove municípios maranhenses, tendo os mariscos como matéria prima dos pratos

Em solenidade concorrida na noite da última quarta-feira, 5, no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, o Sebrae lançou o II Festival Gastronômico Delícias do Mar, que acontecerá até o dia 23 de abril com a participação de 47 restaurantes de nove municípios maranhenses do Polo Turístico de São Luís e Floresta dos Guarás. Amanhã (sexta-feira, 7), o lançamento será em Alcântara; no domingo, 9, em Bequimão, e no dia 15, em Guimarães.

Durante a solenidade, acompanhada por autoridades estaduais e municipais, entidades e empresários do trade, imprensa especializada e demais convidados, os dirigentes do Sebrae no Maranhão reforçaram a importância do Festival Gastronômico como estratégia de fortalecimento do turismo local por meio da gastronomia, bem como o estímulo à competitividade dos pequenos negócios de alimentação fora do lar que integram o setor.

Sebrae

“O Festival foi idealizado pelo Sebrae para ajudar na dinâmica dos municípios envolvidos, proporcionando o fortalecimento dessa cadeia produtiva considerável que é a do turismo.  São municípios com forte apelo turístico, ainda apresentando diversos gargalos para o seu pleno desenvolvimento, sejam eles de caráter estrutural, de articulação com o poder público local ou mesmo de organização da governança empresarial. O Sebrae atua diretamente nesses territórios com projetos e ações específicas de implementação turística voltados para os pequenos negócios do setor e o festival é fruto desse trabalho”, destacou o diretor superintendente da instituição no Maranhão, João Martins.

O evento de lançamento na capital maranhense foi regado ao som da Banda Creolina e da degustação dos pratos idealizados pelos 18 restaurantes de São Luís, São José Ribamar e Raposa.

Presidente da FAEMA e conselheiro do Sebrae, Raimundo Coelho, Prefeito de Bequimão, José Martins, superintendente do Sebrae, João Martins, vice-prefeito de Bequimão, Sidney Pereira, Secretário Adjunto da Sagrima, Emerson Macedo e o vice-prefeito de São José de Ribamar, José Eudes Sampaio.

O II Festival Gastronômico “Delícias do Mar” é uma ação conjunta dos projetos Cadeia de Valor do Turismo na Regional de São Luís e Desenvolvimento Econômico e Territorial do Litoral Ocidental – DET Litoral Ocidental – executados, respectivamente, pelas Unidades Regionais do Sebrae em São Luís e Pinheiro com apoio de parceiros institucionais, envolvendo os municípios de São Luís, São José de Ribamar, raposa, Alcântara, Bequimão, Cedral, Cururupu e Porto Rico do Maranhão.

TURISMO

O evento objetiva incentivar o incremento do fluxo turístico e fomentar a inovação gastronômica nos municípios participantes a fim de fortalecer a cadeia produtiva e o turismo interno nos Polos São Luís e Floresta dos Guarás (Litoral Ocidental) – tendo como atrativos a culinária e a sustentabilidade (no que se refere à integração do processo produtivo).

“Este evento é muito importante para incrementar o turismo tanto na capital quanto nos outros oito municípios que estão na área de abrangência do Festival Gastronômico. O que pudemos ver pelo trabalho que o Sebrae vem fazendo, é que estes municípios tem um bom potencial turístico e que iniciativas como esta vem para ajudar a fomentar esta cadeia de valor”, disse o vice-presidente do Conselho Deliberativo Estadual da instituição, Raimundo Coelho, que na ocasião representou o presidente do CDE, Edilson Baldez das Neves.

A proposta é que o II Festival Gastronômico também movimente a economia e a comunidade local ao contribuir para a inovação e melhoria dos serviços ofertados pelos meios de alimentação e hospedagem, bares e estabelecimentos diversos dos destinos – além do turismo, o evento envolve áreas como atendimento, indústria, serviços, comércio e agronegócio.

CHEFS

Para o festival, os chefs dos 47 restaurantes participantes prepararam pratos inéditos e especiais, com toques diferenciados, tendo como base a diversidade de mariscos encontrados em nosso litoral, como sururu, camarão, caranguejo e sarnambi. Juntamente com sobremesas de frutas regionais, os pratos serão ofertados ao público a preços promocionais no cardápio para estimular o consumo dos antigos clientes e conquistar o paladar de novos, principalmente de quem visita os municípios envolvidos.

“O festival resgata a culinária maranhense e os restaurantes envolvidos fizeram um grande trabalho de resgate de técnicas tradicionais e de inovação ao mesclar técnicas contemporâneas com a utilização de ingredientes de típicos do Maranhão. O Festival está muito organizado e o Sebrae inovou com esta solução”, comentou Francisco Neto, presidente do Sindicato Empresarial de Bares e Restaurantes e Similares do Estado do Maranhão (Sindebares) e que também é dono de um dos restaurantes participantes de São Luís.

Para a empresária Delmira Mouta, dona do único restaurante participante de São José de Ribamar, o Festival Gastronômico Delícias do Mar tem sido uma boa oportunidade trocar experiências e boa oportunidade de mostrar as criações que faz em seu restaurante.

“Participei da primeira edição do festival e a gente tem contato com outros restaurantes de outras cidades. Pudemos perceber com mais clareza o que os clientes querem. Para este ano, trouxe um prato rico em mariscos, e que é meio que coringa por servir para satisfazer o cliente que quer uma refeição farta ou apenas beliscar frutos do mar”, explicou a empresária, ressaltando que o prato que está sendo oferecido no Festival é uma criação sua.

Da Raposa, o chef Tiago Brito, que criou um prato de inspiração contemporânea, que usa técnica gastronômica espanhola, unindo camarão, sarnambi e sururu com bacon, azeite e macarrão cabelo de anjo, com toques de alho e molho de peixe. “Este prato foi feito especialmente para o Festival, que é uma excelente ideia para movimentar os restaurantes que estão participando do evento”, explicou Brito.

HISTÓRICO

Esta é a segunda edição do Festival Gastronômico realizada pelo Sebrae. Em outubro de 2015, durante o período do Movimento Compre do Pequeno Negócio, a instituição organizou o festival pioneiro com tema Sabores do Pescado, como uma ação do projeto Serviços Turísticos do Polo São Luís, executado pela Unidade Regional em São Luís.

A edição de 2015 serviu como uma experiência piloto e contou com a participação de 20 restaurantes dos municípios de São José de Ribamar, Raposa e Alcântara. O evento envolveu, ainda, os piscicultores atendidos pelo Sebrae na Região Metropolitana de São Luís e que forneceram o pescado utilizado na preparação dos pratos.

“A ação de 2015 foi um grande sucesso, mostrando que existe demanda por eventos dessa natureza, tanto por parte dos empreendedores quanto por parte do público.  Por isso, optamos pela realização de um festival anual para promover a gastronomia maranhense como atração dos Polos Turísticos de São Luís e Floresta dos Guarás. A ideia é que nos anos seguintes, municípios de outros polos também entrem no Festival Gastronômico e possamos fazer uma grande celebração da gastronomia maranhense”, revela João Martins.

Entre as diferenças das duas edições, o festival deste ano tem maior abrangência, com municípios envolvidos (em 2015 foram apenas três); aumento do número de empresas participantes (em 2015 foram 20 restaurantes e bares) e maior visibilidade e ampliação do número de horas de consultoria, oficinas, palestras e empresas atendidas pelo Sebrae.

Mais informações sobre o II Festival Gastronômico Delícias do Mar podem ser obtidas no hotsite www.festivaldeliciasdomar.com.br. Nesse espaço, é possível conferir as fotos e informações dos restaurantes, assim como os pratos e sobremesas que estão participando desta segunda edição do evento.

Sebrae organiza Festival Gastronômico Delícias do Mar em municípios do Polo Turístico São Luís e Floresta dos Guarás

Ao todo, são 47 restaurantes de nove municípios da ilha de São Luís e do Litoral Ocidental que oferecerão 62 pratos e sobremesas com frutos do mar e frutas locais como ingredientes principais e executadas com diversas técnicas gastronômicas

 

O Sebrae está preparando uma oportunidade para degustar pratos e sobremesas especiais que resgatam as cores, os cheiros e os sabores da culinária maranhense, com frutos do mar e frutas típicas do litoral do estado. Trata-se do Festival Gastronômico Delícias do Mar, que começa na próxima quarta-feira (05) e vai até 23 de abril.

Para o festival, os chefs de 47 restaurantes de nove cidades da ilha e do litoral ocidental maranhense – de São Luís, São José de Ribamar, Raposa, Alcântara, Bequimão, Guimarães, Cedral, Porto Rico do Maranhão e Cururupu – prepararam pratos únicos e especiais, com toques diferenciados e com ingredientes próprios do Maranhão como sururu, camarão, caranguejo, sarnambi, todos oferecidos a preços especiais, e sobremesas inspiradas nas frutas locais como o abacaxi, o murici e o bacuri.

O primeiro lançamento está marcado para acontecer na próxima quarta-feira (5) no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, as 19h. Na ocasião será feita uma degustação promocional dos 18 restaurantes participantes de São Luís, São José Ribamar e Raposa.

Mariscada servida pelo Restaurante da Eugência, em Alcântara é um dos pratos participantes do Festival Delícias do Mar

“Vamos transformar o centro de convenções em um ambiente que lembre o litoral maranhense e suas atrações. Durante o lançamento do Festival Gastronômico e nas ações que promoção que faremos no interior, os restaurantes participantes servirão amostras para degustação dos pratos e sobremesas que estão participando da iniciativa”, afirmou o diretor superintendente do Sebrae, João Martins.

O diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, acredita que o Festival vai contribuir não só com a divulgação dos restaurantes como também de destinos turísticos, principalmente no Polo Floresta dos Guarás.

Além do lançamento, ainda estão previstas mais três ações de lançamento do festival no interior do estado: no dia 7, ás 19h, na Escola Presidente Kennedy em Alcântara; 9 de abril, ao 12h, no restaurante Estação Marítima, no Povoado Paricatiua, em Bequimão, e 15 de abril, as 19h, no restaurante Espaço Trapiche, em Guimarães.

Esta é a segunda edição do Festival Gastronômico que o Sebrae organiza. Em outubro de 2015, durante o período do Movimento Compre do Pequeno Negócio, a instituição organizou o festival pioneiro com tema Sabores do Pescado, como uma ação do projeto Serviços Turísticos do Polo São Luís, executado pela Unidade Regional do Sebrae em São Luís.

“A edição de 2015 serviu como um piloto, que contou com a participação restaurantes dos municípios de São José de Ribamar, Raposa e Alcântara e envolveu também piscicultores atendidos pelo Sebrae na Região Metropolitana de São Luís, que forneceram a matéria prima, o pescado, para a preparação dos pratos. Foi um grande sucesso, mostrando que há demanda por parte do público e interesse por parte dos empreendedores atendidos. Por isso optamos pela realização de um festival anual como forma de promover a gastronomia como atração turística nos polos de São Luís e do Litoral Ocidental”, explicou Martins.

 

PRATOS

Ao todo, os restaurantes que estão participando do Festival Gastronômico Delícias do Mar prepararam 47 pratos e 15 sobremesas, que foram realizados com as mais diversas inspirações e técnicas gastronômicas.

O restaurante Estação Marítima, no Povoado Paricatiua, sediará o evento de lançamento do Festival Delícias do Mar em Bequimão, no dia 09 de abril, às 12h.

Vão desde os pratos tradicionais, como o Peixe Serra Frito, a Tainha de Genipaúba, a Torta de Sarnambi e Sururu ao Leite de Coco, o Caranguejo Toc Toc, a Peixada, a Corvina Açu Frita, Creme de Camarão, Mariscada da Casa e a Espeto de Camarão aos pratos de inspiração mediterrânea, como o Camarões a Spaguetti e o Camarão Vignolli, urbana, como a Pizza de Camarão e a Pizza de Caranguejo com Creme de Macaxeira, e oriental, Teppan Misto e o Peixe com Legumes.

 

No entanto, boa parte dos pratos podem ser classificados como de inspiração contemporânea, como o Sururu ao Paletó, Fideuá Casa D’Arte, Risoto de Uritinga com Alho Poró e Encantos do Maranhão.

O tradicional caranguejo toc toc é a aposta do Restaurante El Pescador, em Porto Rico do Maranhão

Entre as 15 sobremesas, oferecidos por a inspiração vem das frutas regionais. O resultado são sobremesas coloridas, cheias de sabor e estilo, com muito potencial de surpreender quem resolver experimentar, como o Sorbet de Manga com Tuile, o Bolo de Abacaxi com Mousse de Manga, a Torta Quente de Banana com Canela e o Gelado de Teperebá.

Para quem ficou curioso, o Festival Gastronômico Delícias do Mar tem um hotsite que já está no ar e pode ser acessado no endereço eletrônico: http://www.festivaldeliciasdomar.com.br/. Lá, é possível conferir as fotos e informações dos restaurantes, pratos e sobremesas que estão participando da iniciativa. Mas o bom mesmo ir pessoalmente conferir as cores, sabores e cheiros das delícias do mar oferecidas pelos 47 restaurantes que estão participando do Festival Gastronômico.

 

Fonte: Comunicação Sebrae

Fotos: Veruska Oliveira.

Guia orienta prefeitos sobre ações de fomento ao empreendedorismo

Os prefeitos empossados no primeiro dia deste ano já ultrapassaram os primeiros 60 dias de seus mandatos, período em que é esperada a finalização do planejamento de ações para a gestão dos municípios.

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) no Maranhão, usou suas redes sociais para lembrar o marco cronológico e para reforçar a divulgação do Guia do Prefeito Empreendedor, publicação que a instituição distribuiu a todas as cidades do estado com o intuito de contribuir com os gestores municipais no que diz respeito ao fomento ao empreendedorismo nas cidades, que pode funcionar como principal ferramenta para o desenvolvimento local e o crescimento econômico das diversas regiões maranhenses.

A publicação contém 10 passos e 100 ações fundamentais que ajudarão na implementação de um ambiente favorável ao desenvolvimento dos pequenos negócios, objetivando a prosperidade do município. O Guia Sebrae Parceiro dos Prefeitos também apresenta diversas soluções do Sebrae que podem orientar as gestões municipais a alcançar estes objetivos.


O guia está disponível para download em bit.ly/município-empreendedor.

 

Fonte: Sebrae