Prefeitura de Bequimão vai pagar quase R$ 2 milhões de reais em precatórios de dívidas deixadas pelo ex-prefeito Leonardo Cantanhede

Se não bastasse o prejuízo que a prefeitura de Bequimão teve ao pagar precatórios de quase meio milhão de reais em 2016 (R$ 405.310,32), por desvios de recursos públicos do Farol da Educação na gestão do ex-prefeito Leonardo Cantanhede, agora  o prefeito Zé Martins vai ter que enfrentar um problema ainda maior deixado pelo ex-prefeito Leonardo, o que pode atrapalhar bastante a gestão atual e aumentar ainda mais a escassez de recursos para implementação de políticas públicas no município.  O prejuízo desta vez deixado por Leonardo Cantanhede é de quase dois milhões de reais e a justiça está bloqueando os recursos, obrigando a prefeitura a pagar uma verba que não foi usada conforme manda a lei.

O presente dado ao povo de Bequimão por Leonardo Cantanhede no aniversário de 83 anos da cidade, é grego e indigesto. Para não ter os convênios bloqueados, a prefeitura vai ter que pagar os precatórios das dívidas deixadas por Leonardo até 2022. Serão mais de R$ 34 mil reais por mês, além dos quase meio milhão de reais bloqueado pela justiça, proveniente desse prejuízo causado ao erário público. Nesta sexta-feira, dia 01 de junho, a prefeitura de Bequimão teve mais R$ 103 mil reais bloqueados, o que atrapalha o trabalho do prefeito Zé Martins.

ENTENDA O CASO

Na gestão do prefeito Leonardo Cantanhede, ele firmou convênio com a Fundação Nacional da Saúde (FUNASA) para construção de aterros sanitários no município de Bequimão. Na época a empresa Stac Engenharia Ltda, CNPJ: 03.319.331/0001-87 foi a vencedora da licitação, recebeu a verba e fez apenas uns buracos, deixando a obra inacabada e sumiu com a verba. As fotos abaixo mostram como ficou o local da obra.

Com isso, a Justiça entrou com uma Ação Civil Pública por Improbidade Administrativa na 5ª Vara Federal para apurar possíveis desvios de recursos públicos dos Convênios Nº 340/2.000, 341/2.000, 342/2.000, 2.350/2.000 firmados com a Funasa. O convênio 340/2.000, por exemplo, teve como objetivo melhorias sanitárias em domicílios bequimãoenses. Mas segundo a justiça, o serviço nunca foi concluído, e o dinheiro foi recebido.

VALORES RECEBIDOS PELA EMPRESA

Em agosto de 2001 a Construtora Stac Ltda, recebeu R$ 28.036,84 (vinte oito mil, trinta seis reais e oitenta e quatro centavos. Em setembro de 2002 a mesma empresa recebeu R$ 20.036, 84 (vinte mil, trinta seis reais e oitenta e quatro centavos). Mas na lista de recebimento da grana, aparece um cidadão identificado por Benedito Sousa Rodrigues, que embolsou R$ 8.000,00 (oito mil reais). Toda verba foi recebida em cheque.

Em setembro de 2001, segundo a justiça, a Construtora Stac Ltda, recebeu da gestão de Leonardo Cantanhede, o valor de R$ 151. 892,00 (cento e cinquenta mil, oitocentos e noventa e dois reais). Já em outubro de 2002, a empresa Stac Engenharia Ltda recebeu a quantia de R$ 228.000,00 (duzentos e vinte oito mil reais). De acordo com a justiça, as duas empresas usavam o mesmo número de CNPJ.

Em setembro de 2001 a Construtora Stac Ltda, recebeu do convênio 342/2000, a quantia de R$ 69.908,86 (sessenta e nove mil, novecentos e oito reais e oitenta e seis centavos). Um ano depois a mesma empresa recebeu R$ 52. 659,49 (cinquenta e dois mil, seiscentos e cinquenta e nove reais e quarenta e nove centavos). Já a Stac Engenharia Ltda recebeu em novembro de 2001 o valor de R$ 52.431,65 (cinquenta e dois mil, quatrocentos e trinta e um reais e sessenta e cinco centavos). Na época, segundo a justiça, a Funasa confirmou que nenhuma obra foi executada. Todos os valores foram calculados pela justiça com juros e o povo de Bequimão é quem está pagando essa conta.

PREJUÍZOS AOS COFRES PÚBLICOS

Mesmo não tendo registro no Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura, as empresas Stac Engenharia Ltda e Construtora Stac Ltda faturam muito alto na gestão de Leonardo Cantanhede, apenas para cavar uns buracos e deixar jogados ao léu. Com isso, os prejuízos são grandes e a prefeitura de Bequimão, na gestão do prefeito Zé Martins, é obrigada a paga precatórios de verbas não utilizadas pela gestão de Leonardo. O povo bequimãoense é quem perde com tudo isso.

Fotos/Reprodução dos DOC’s da Justiça

 

 

Anúncios

Prefeitura de Bequimão vai realizar o segundo Mutirão do Glaucoma em 2018 nesta sexta (01)

A prefeitura de Bequimão através da Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com os Governos do Estado e Federal, por meio do Hospital da Visão, vai realizar mais uma edição do Mutirão de Combate ao Glaucoma, nesta sexta-feira, dia 01 de junho, a partir das 13h, no Centro de Saúde, antiga Unidade Mista, localizado na Rua Capitão José Castro, no Centro da cidade. É a segunda consulta de 2018, já que em março o município recebeu a primeira edição deste ano. Em 2017 foram beneficiados com esse tipo de ação, 624 pacientes. Para obter a consulta, o paciente precisa levar Carteira de Identidade (RG), Cartão do SUS e Comprovante de residência.

Desde 2013, a equipe de governo do prefeito Zé Martins já articulou diversos mutirões de combate as doenças da visão, como glaucoma, pterígio e catarata, beneficiando centenas de bequimãoenses. Depois das consultas de triagem, os pacientes que precisam de intervenção cirúrgica são encaminhados para São Luís, recebendo suporte da Secretaria Municipal de Saúde nos custos com deslocamento, alimentação e medicamentos. Já quem precisa apenas da medicação, recebe o colírio na hora, inteiramente grátis para usar por 90 dias.

PROCEDIMENTOS DURANTE A CONSULTA
Durante a consulta, o paciente passa por avaliação médica e exames capazes de detectar o glaucoma ou outra patologia ocular. Os procedimentos verificam falhas no campo de visão central e periférica do paciente, além de medir a pressão interna do globo ocular e avaliar as estruturas do fundo do olho.

A partir do diagnóstico, o paciente é encaminhado para o tratamento adequado, que pode ser uma cirurgia. Para combater o glaucoma, o programa ainda oferece colírios gratuitos e orienta os pacientes sobre o uso correto da medicação.

GLAUCOMA

O glaucoma é uma lesão do nervo óptico que pode provocar a cegueira. A doença, muitas vezes assintomática, causa um aumento rápido na pressão intraocular. Pacientes com idade acima dos 40 anos e portadores de doenças como diabetes, problemas cardíacos, hipertensão e hipertireoidismo devem estar atentos e participar das atividades do mutirão.

 

Prefeitura de Bequimão e Secretaria de Turismo do Estado realizam reunião para fortalecer o turismo no município

Foi realizada na última quinta-feira (19) no município de Bequimão, uma reunião com a equipe da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur) para apresentar os critérios estabelecidos pelo programa de Regionalização do Ministério do Turismo e do Sistema de Cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur).

O programa de Regionalização reúne ações de maneira associada e articulada de incentivo à estruturação dos Polos Turísticos, através da compreensão de gestores públicos e secretários municipais de turismo, com enfoque na criação e efetivação dos conselhos municipais, dos planos municipais de turismo, dos inventários turísticos e na formalização das instâncias de governanças regionais com objetivo de descentralizar as atividades no país. Critérios esses estabelecidos pelo Ministério do Turismo (Mtur) para o remapeamento de 2019.

A superintendente de Regionalização do Turismo no Maranhão, Glória Pinto, disse que a visita ao município, é uma forma de conscientizar os gestores, empresários e a comunidade, sobre a criação do Conselho Municipal de Turismo (Comtur) e a instância de governança. “Queremos estimular o desenvolvimento da instância de governança nos 10 polos turísticos do Maranhão, pois é uma forma de empreender no segmento turístico e estimular o turismo no estado”, destacou Glória Pinto.

Outro ponto discutido e apresentado aos gestores municipais foi o Cadastur que é um Sistema de Cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor do turismo. Executado pelo Ministério do Turismo, em parceria com os Órgãos Oficiais de Turismo nos 26 Estados do Brasil e no Distrito Federal, permite o acesso a diferentes dados sobre os prestadores de serviços turísticos cadastrados.

O Cadastro visa promover o ordenamento, a formalização e a legalização dos prestadores de serviços turísticos no Brasil, por meio do cadastro de empresas e profissionais do setor. Tem por finalidade inserir as empresas no Cadastro Nacional do Ministério do Turismo, possibilitando benefícios como acesso a financiamento, apoio em eventos, feiras e ações de incentivo à participação de programas e projetos do governo federal, entre outros.

Para Rodrigo Martins, Coordenador da Sala do Empreendedor, o cadastro garante diversas vantagens e oportunidades de negócios aos seus cadastrados e é também uma importante fonte de consulta para o turista que pretende visitar as cidades no país.

Para a secretária municipal de Meio Ambiente e Turismo de Bequimão, Keila Soares, a reunião foi bastante proveitosa com Sectur. “Precisamos nos articular e preparar nosso município para os benefícios que o turismo trará para nossa região com políticas públicas voltadas para o desenvolvimento do polo Floresta dos Guarás. Bequimão tem muitos atrativos e uma gestão sensível e atenta para trabalhar as pontecilidades do nosso município”, destacou a secretária.

Participaram da reunião os secretários municipais, Keila Soares (Meio Ambiente e Turismo), Edimilson Pinheiro (Adjunto de Meio Ambiente e Turismo), Ademar Costa (Indústria e Comércio), Sidney Bouéres (Saúde), Josmael Castro (Assistência Social) e Rodrigo Martins (Coordenador da Sala do Empreendedor), Hugo Viegas (Secretário Adjunto da Sectur), Glória Pinto (Superintendente do Programa de Regionalização no Maranhão), Thaís Guimarães (Gerente do Programa Cadastur no Maranhão) e demais técnicos da Sematur, Nhô da Colônia e Rosiney e o Agente de Desenvolvimento, Valdeci Amorim.

Fotos: Rodrigo Martins

Merendeiras de escolas municipais de Bequimão serão capacitadas em curso de manipulação de alimentos

O objetivo é investir na capacitação dos profissionais que atuam na rede municipal de ensino. A ação será realizada pelo Sebrae em parceria com a prefeitura municipal de Bequimão.

Ao centro, diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, ao lado do prefeito de Bequimão, Zé Martins, juntamente com suas equipes técnicas

Em busca de garantir qualidade na alimentação oferecida aos alunos das escolas municipais de Bequimão, o Sebrae Maranhão em parceria com a prefeitura, irá capacitar as merendeiras que produzem as refeições nas 39 escolas do município (zona urbana e rural), por meio do curso de Boas Práticas em Manipulação de Alimentos.

Para alinhar detalhes da capacitação, o diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, acompanhando da equipe técnica da unidade regional do Sebrae em Pinheiro, foi recebido no último dia 08, pelo prefeito de Bequimão, Zé Martins e secretariado do município.

A iniciativa do Sebrae, proposta e aceita pela prefeitura de Bequimão, surgiu da necessidade apresentada pela prefeitura, sensibilizada com questões de biossegurança. Nesse sentido, o curso visa qualificar a mão de obra das merendeiras do município, a partir da manipulação dos alimentos extraídos da produção local, por meio do aproveitamento das frutas nativas da cidade.

O objetivo é fomentar práticas alimentares sustentáveis no município, além de incentivar o consumo da matéria-prima da cidade, através da utilização do material frutífero e orgânico oriundos de produtores rurais de Bequimão.

Para o diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, a importância desse tipo de capacitação vai além do fomento educacional, uma vez que, proporciona impacto na área social, no quesito da qualidade de vida dos estudantes e na área econômica do município, no que diz respeito ao aquecimento do comércio agrícola local.

“O propósito do Sebrae é unificar as cadeias que movimentam o município de Bequimão, pois a partir do momento que inicia um projeto dessa natureza, dinamiza todo um conjunto de ações para beneficiar a merendeira, capacitando-a, o aluno, no consumo de uma refeição saudável e o produtor rural, quando há compra dos alimentos dele pela prefeitura. Ou seja, a instituição age com uma complexidade empreendedora interessante e assim contribui para as políticas públicas da região, que é a mais beneficiada’’, afirma o superintendente.

Segundo o prefeito de Bequimão, Zé Martins, a capacitação irá atender a demanda da secretaria municipal de educação, que está preocupada em atender com zelo e qualidade os alunos das escolas municipais. “É um compromisso desta gestão, valorizar o servidor público para melhor atender aos cidadãos e essa capacitação é mais uma demonstração de nosso compromisso com o desenvolvimento do município de Bequimão”, enfatizou Martins.

O curso 

O curso terá carga horária de 90 horas-aulas e visa transmitir os conceitos das boas práticas de manipulação, processamento e os padrões de procedimentos operacionais de sanitização, para a melhoria da qualidade dos alimentos processados e manipulados. O início do treinamento ainda será divulgado e abrangerá as 39 escolas da rede municipal de ensino, na zona urbana e rural de Bequimão.

Serão abordados conceitos da boa prática de manipulação de alimentos, do nível básico até os conhecimentos técnicos de culinária. Higiene pessoal, ambiente, armazenamento, conservação dos alimentos e ferramentas propícias para a realização de alimentação saudável e orgânica.

Aprendizado

Segundo o nutricionista da prefeitura, Eduardo Almeida, é muito importante o cuidado com a merenda escolar, sendo este um importante fator no processo de aprendizagem dos alunos. “A alimentação balanceada constitui um dos alicerces do processo de aprendizagem, nela estão contidos todos os subsídios nutricionais que possibilitarão melhor rendimento do aluno na sala de aula”, ressaltou Almeida.

Para a coordenadora do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) do município, Graça Ribeiro, a expectativa é grande em receber a qualificação logo no começo do ano letivo. “Trabalhar com alimentação requer muito cuidado com a segurança alimentar e quanto mais capacitados, melhor iremos direcionar as atividades desse ano. Enquanto coordenadora estou animada com a abertura deste curso’’, afirmou Ribeiro.

Bequimãoenses iniciam curso de Culinária Regional realizado pelo Sebrae-MA

Foi iniciado nesta terça-feira (21), o curso de “Culinária Regional”, promovido pelo Sebrae-Ma, através da Unidade Regional de Pinheiro em parceria com a Prefeitura Municipal de Bequimão, por meio da Sala do Empreendedor com apoio da Secretaria de Agricultura e do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Bequimão (STTR).

O curso tem por objetivo desenvolver as habilidades necessárias para o conhecimento e elaboração dos principais pratos típicos da culinária maranhense, e se estenderá até a próxima sexta-feira (24). A capacitação está sendo ministrada pela culinarista, chefe de cozinha e consultora do Sebrae, Raimunda Nonata, conhecida por “Tia Noca”.

O curso é uma oportunidade de qualificação profissional que abre caminhos para o mercado de trabalho local e regional, além de ser uma grande chance para se tornar empreendedor do ramo. A parceria entre Sebrae e Prefeitura de Bequimão tem dado bons resultados e acrescentado conhecimento aos empresários e colaboradores locais.

Texto & Fotos: Rodrigo Martins

Sebrae e Prefeitura iniciam capacitação para artesãos de Bequimão, nesta sexta (3)

A parceria entre o Sebrae/Ma e a Prefeitura Municipal de Bequimão garante a promoção de mais uma capacitação no município. Desta vez, será oferecida uma oficina de artesanato para aperfeiçoar o trabalho dos artesãos bequimãoenses, com enfoque em aspectos relevantes para a sobrevivência de seus negócios.

A oficina de artesanato acontecerá no período de 3 a 7 de novembro, no prédio do Centro de Referencia de Assistência Social (CRAS), localizado em frente ao estádio municipal Vivaldão. A capacitação é fruto de uma Ação entre Sebrae e Prefeitura darão início nesta sexta (3) a oficina de capacitação para artesãos em BequimãoA parceria entre o Sebrae-Ma e a Prefeitura Municipal de Bequimão vai promover uma oficina de artesanato para aperfeiçoar e capacitar os artesãos bequimãoenses em aspectos relevantes para a sobrevivência de seus negócios.

A oficina de artesanato acontecerá no período de 3 a 7 de novembro no prédio do Centro de Referencia de Assistência Social (CRAS), localizado em frente ao estádio municipal Vivaldão. A articulação dessa oficina foi feita pela Sala do Empreendedor e Secretaria de Assistência Social.

As inscrições são gratuitas. Para mais informações, os interessados podem procurar a Sala do Empreendedor (na Avenida Antônio Dino, em frente à Praça do Cemitério), o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) ou entrar em contato pelos números (98) 98141 8394 / 98153 7932 ou 98302 3219.

Profissionais da Prefeitura de Bequimão participam do I Encontro do Programa Líder

Profissionais da Prefeitura Municipal de Bequimão participaram, nos dias 19 e 20 de outubro, em Cururupu, do I Encontro do Programa Liderança para o Desenvolvimento Regional (Lider), promovido pelo Sebrae/MA. Os secretários Sidney Bouéres (Saúde) e Ademar Costa (Indústria e Comércio), além do agente de desenvolvimento, Rodrigo Martins, fizeram a capacitação.

O encontro foi realizado com o propósito de contribuir para o desenvolvimento sustentável do Litoral Ocidental do Estado, por meio do fortalecimento da boa governança, participação equilibrada dos setores público, privado e terceiro setor, favorecendo principalmente a identidade regional e a formação de capital social.

Também foi proposta a elaboração de um Plano Estratégico de Desenvolvimento da região, abrangendo os onze municípios do Litoral Ocidental Maranhense.

O Secretário de Saúde de Bequimão destacou a importância de eventos dessa natureza para a região da baixada. “Esse projeto de formação de “líderes” ofertado pelo sebrae é um marco importantíssimo, que possibilita a aproximação do poder público e outros setores à estarem juntos dentro de um planejamento estratégico para desenvolver nossa região” disse Sidney Bouéres.

Fotos: Rodrigo Martins

Feirantes de Bequimão são remanejados para o Mercado do Peixe

A partir desta segunda-feira (29), os feirantes de Bequimão começaram a trabalhar no Mercado do Peixe, local mais adequado para a comercialização de alimentos. Os ambulantes foram remanejados da Avenida Antônio Dino para o mercado, cumprindo acordo celebrado entre feirantes, Ministério Público e Prefeitura Municipal de Bequimão, em audiência pública realizada no dia 24 de maio.

A venda de carnes, frangos e peixes, passou a ser feita nos boxes dentro do mercado municipal. Para alguns feirantes que comercializam hortaliças, as banquinhas da Feira da Agricultura Familiar foram organizadas na praça que fica em frente.

Em até 90 dias, a administração do prefeito Zé Martins deve entregar o novo Mercado Municipal, Avenida Antônio Dino.

Parceria entre Prefeitura de Bequimão e Quilombolas constrói trapiche na Comunidade Sassuí

Primeiro veio a certificação como comunidade quilombola; depois a estrada, a barragem e, agora, um trapiche que melhora o acesso dos pescadores ao porto. A Comunidade Quilombola de Sassuí tem experimentado um novo momento, com ampliação das políticas públicas que alcançam seus moradores. No início do mês, numa parceria entre Prefeitura de Bequimão e Movimento Quilombola de Bequimão (Moqbeq), foi construído um trapiche de madeira, antigo sonho da comunidade.

No feriado do Dia Internacional do Trabalhador, em 1º de maio, o mutirão começou desde cedo. Sassuí é um povoado localizado à beira mar, no Igarapé Raimundo Sú, no limite entre Bequimão e Alcântara. Os pescadores tinham dificuldade de alcançar suas embarcações ou mesmo de chegar à terra firme quando voltavam do mar. O trapiche de madeira vai ajudar muito a comunidade que tira seu sustento, principalmente, da maré.

Com a dificuldade de acesso, Sassuí ficou perto de desaparecer como povoado. Para uma das lideranças da comunidade, Venâncio Gusmão, todas essas melhorias vai fazer com que a comunidade cresça. “Nós já temos uma boa estrada, temos uma barragem, uma piscina natural, que recebe banhistas de vários lugares do município, e agora o trapiche do nosso porto, graças ao nosso prefeito, que deu uma alavancada em nossa comunidade”, disse.

Para a construção do trapiche, o prefeito Zé Martins garantiu a aquisição do material. O vereador Vadico do Areal, que tem forte atuação nas comunidades quilombolas, colaborou no trabalho, assim como os moradores e os membros do Moqbeq. “Vamos continuar dando uma atenção especial para as comunidades quilombolas, fortalecendo uma luta que eles já vêm travando há muitos anos. Na nossa gestão, começamos a encarar essas demandas com seriedade e os resultados já começaram a aparecer, refletindo em melhor qualidade de vida para os quilombolas de Bequimão”, enfatizou o prefeito.

Sassuí recebeu a certificação como comunidade remanescente de quilombo, pela Fundação Palmares, em 26 de novembro de 2013.

Sebrae e Prefeitura realizam semana do MEI em Bequimão

Microempreendedores do município de Bequimão terão a oportunidade de esclarecer dúvidas, participar de capacitações e palestras sobre gestão financeira, empreendedorismo e o passo a passo da formalização durante a 9ª edição da Semana Nacional do Microempreendedor Individual (MEI) e a 4ª semana de Educação Financeira. Promovida pelo Sebrae/Ma, por meio da Unidade Regional de Pinheiro, em parceria com a Prefeitura Municipal de Bequimão, a ação acontece nos dias 11 e 12 de maio, no Colégio Bequimãoense.

A programação oferece atividades gratuitas a empresários, estudantes e aos potenciais empreendedores que atuam na informalidade, com o objetivo de estimular a formalização de profissionais autônomos nessa categoria e, também, dar condições para que os microempreendedores individuais já formalizados e cadastrados desenvolvam seus negócios e expandam sua atuação no mercado.

Haverá orientações empresariais sobre as obrigações legais do MEI, os serviços de baixa empresarial, a formalização e alteração da empresa, além de palestras e consultorias para esclarecimento de dúvidas.

Segundo o agente de desenvolvimento, Rodrigo Martins, o trabalhador conhecido como informal pode se tornar um Microempreendedor Individual (MEI) legalizado e passar a ter CNPJ, o que facilitará a abertura de conta bancária, o pedido de empréstimos e a emissão de notas fiscais. “O MEI tem direito aos benefícios previdenciários, como auxílio-maternidade, auxílio-doença, aposentadoria, entre outros benefícios”, ressaltou Rodrigo.

O prefeito Zé Martins tem apoiado, constantemente, iniciativas voltadas aos pequenos negócios. “Acreditamos que essa é uma alternativa muito viável no município para geração de mais emprego e renda. Queremos, cada vez mais, fortalecer, com a ajuda do Sebrae/MA, a economia do nosso município”, enfatizou o prefeito.

“A nossa meta é atender este ano 3.500 Microempreendedores Individuais, além dos potenciais empresários e microempresários. Por tanto, nossas equipes técnicas estão preparadas em todas as unidades regionais e pontos de atendimento no estado, somando 37 municípios nesta mega ação que está focada, principalmente, em capacitação”, ressalta o diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins.

Os interessados em participar das palestras, consultorias e das orientações empresariais devem procurar a sede da Prefeitura Municipal de Bequimão ou o escritório da Unidade Regional do Sebrae em Pinheiro para se inscrever. A inscrição é grátis e as vagas são limitadas. Informações e inscrições (98) 33812711 / 981418394

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DA SEMANA DO MEI:

Palestra: Empreendedorismo e Formalização

Data: 11 de maio (quinta-feira), às 19h

Palestra: Gestão Financeira

Data: 12 de maio (sexta-feira), às 19h

Local: Colégio Bequimãoense, Praça Santo Antônio, s/n, Centro, Bequimão-MA.

MAIS: As consultorias e as orientações empresariais serão realizadas com agendamento prévio e aplicadas em horário comercial nos dias 11 e 12 de maio.