Carnaval 2019 de Bequimão não registra ocorrência policial durante os 4 dias de folia

O carnaval 2019 de Bequimão ficou marcado na história como o maior de todos os tempos, batendo recorde de público na Praça Central, onde reuniu inúmeras atrações e milhares de foliões. Este ano a Prefeitura e a Secretaria Municipal de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, organizadores do evento carnavalesco, fizeram um planejamento que incluiu segurança em todos os pontos da folia.

A prova da grande organização do carnaval em Bequimão é que a Polícia não registrou sequer uma ocorrência simples durante os quatro dias de folia. Segundo o Sargento da Polícia Militar, Allan Ribeiro, Comandante do Destacamento de Bequimão, o carnaval foi uma festa de paz, mesmo reunindo um público gigantesco na Praça Central.

Durante o período carnavalesco a Secretaria Municipal de Segurança fez uma escala com quatros Guardas Municipais para trabalhar das 8h às 15h, e 16 Guardas ficaram de plantão das 15h ao término do carnaval, às 2h da manhã conforme horário determinado pelo MP-MA, nos dois circuitos (Praça da Matriz e Praça Central) durante os 4 dias de folia.

Além dos Guardas Municipais de plantão, o corredor da folia contou com 15 seguranças particulares da Força Bruta, 05 Policiais Militares (turno) e 02 Policias Civis, além de Bombeiros Civis. Ao todo foram mais de 40 homens/mulheres por dia na segurança dos foliões na Praça Central de Bequimão.

 

Anúncios

Lideres religiosos reúnem-se com Zé Martins e pedem melhorias na segurança e no trânsito de Bequimão

O trágico acidente de trânsito que vitimou a professora Sônia Paixão Lopes, no dia 24 de março, comoveu moradores de Bequimão e despertou o anseio por mais segurança no município. Ela foi atropelada pelo motoqueiro identificado como Joás, que, segundo testemunhas, estava em alta velocidade, numa área em que a circulação de pedestres é intensa.

reunião com pastores e padreNa semana passada, um grupo de pastores das Igrejas evangélicas e o padre do município, além de vereadores, reuniram-se com o prefeito Zé Martins, pedindo providências na organização do trânsito e na segurança de Bequimão. É uma tentativa de unir esforços entre igrejas e poder público, fortalecendo o valor da vida e a aplicação das leis.

Em documento assinado pelo pastor Simeão Silva, que também foi apresentado à Câmara de Vereadores, são denunciadas as constantes imprudências cometidas no trânsito de Bequimão: menores dirigindo, velocidade abusiva, uso de descarga cerrada (cadron), falta de retrovisores e pisca alerta nos veículos e existência de condutores de motos que levantam o pneu dianteiro. “Carros e motos são usadas como armas”, alerta o pastor.

reunião segurançaParticiparam da reunião os pastores Josiel, Simeão, Adeildo, Maribel, Assis e o padre Sandoval, bem como os vereadores Raquel Paixão e Elanderson e a coordenadora de Mulheres do Sindicato das Trabalhadoras e Trabalhadores Rurais (STTR), Da Paz. Da equipe de gestão do município, estavam na reunião os secretários de Segurança, Cassiano Abreu; de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, Dinha Pinheiro; e de Articulação Institucional e Projetos Especiais, Sidney Bouéres.

O prefeito Zé Martins comprometeu-se a fazer ações de educação no trânsito e de realizar mudanças nas vias do município, com implantação de redutores de velocidade, sinalização e faixa de pedestre. Em parceria com o Detran/MA, o prefeito disse que vai tentar viabilizar a aplicação de multas aos infratores de trânsito, como forma de inibir os abusos.

Sônia Paixão Lopes era esposa de Nonato Buchecha e deixou três filhos: Leonardo, Júnior e Rogério.

palavra do pastor