Oficina de Capacitação sobre o Selo Unicef em Bequimão

Aconteceu durante os dias 13, 20 e 27 de Julho, a Capacitação de Treinamento das Habilidades Sociais e Emocionais para os adolescentes do Núcleo de Cidadania do Selo Unicef. A Oficina foi realizada pela Prefeitura de Bequimão, através das Secretarias de Assistência Social, Cultura e Promoção da Igualdade Racial.

As atividades foram desenvolvidas com apoio do Centro de Referência Especializada da Assistência Social (CREAS) e facilitação do Psicólogo Wanderson Farias Privado, que é Coordenador Municipal do JUVA (Jovens Unidos Pela Vida na Amazônia).

A oficina foi divida em três módulos:

1 – A Inteligência Emocional;

2 – Excelência no Atendimento;

3 – Cerimonial e Protocolo;

O objetivo é promover o Desenvolvimento de Habilidades e Competências para o exercício da cidadania. Além de conhecer a oportunidade de mudanças e transformações sociais.

As habilidades sociais e emocionais são oferecidas nas escolas de vários países do mundo como projeto pedagógico e estratégia de redução da violência e promoção de um mundo consciente, baseado no respeito e na solidariedade com compromisso social.

O Selo UNICEF é uma iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância – UNICEF voltada à redução das desigualdades e à garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes previstos na Convenção sobre os Direitos da Criança e no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Realizado em parceria com os municípios do Semiárido e da Amazônia Legal Brasileira, o Selo UNICEF busca contribuir com o fortalecimento das políticas públicas direcionadas à infância e à adolescência, com o desenvolvimento das capacidades dos gestores municipais e com o estímulo à mobilização social e à participação dos adolescentes.

Por Wanderson Farias Privado

Anúncios

Bequimão vai realizar o 1° Fórum Comunitário Selo Unicef nesta sexta-feira (25)

Será realizado nesta sexta-feira, dia 25 de maio, o 1° Fórum Comunitário Selo Unicef 2017/2020 na cidade de Bequimão. O evento será realizado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e pela Comissão Intersetorial do Selo Unicef, além da participação de importantes pastas do município, que trabalharão em conjunto para o melhoramento das políticas públicas para o público infanto juvenil.

O evento será realizado no auditório do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Bequimão, localizado na Avenida Bandeirantes, em frente a Casa Lotérica, no horário das 8h às 17h. De acordo com a articuladora do Selo em Bequimão, Dinha Pinheiro, a mobilização dos municípios através do Selo Unicef, qualifica as políticas de promoção, defesa e garantia dos direitos das crianças e adolescentes. “O município deve trabalhar para que os direitos do nosso público alvo, sejam um compromisso de toda a sociedade, não apenas da administração municipal. Por isso é fundamental a criação de uma comissão intersetorial, que vai funcionar como pilar nesse processo”, destacou.A Comissão Intersetorial será formada pelas secretarias de Educação, Assistência Social, Cultura e Igualdade Racial, Saúde, e Esporte Juventude, além do CMDCA, Conselho tutelar e do núcleo de cidadania de adolescentes. Durante o Fórum, serão apresentadas metas e estratégias por cada uma dessas secretarias, que serão discutidas e inseridas no Plano de Ação do Selo Unicef para serem executadas.

A comunidade bequimãoense está convidada para participar e ajudar a melhorar ainda mais os indicadores do município.

Município de Bequimão participa da 2ª Capacitação do Selo Unicef realizada em São Luís

Com o objetivo de melhorar ainda mais os indicadores da população de Bequimão, a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, representada por Dinha Pinheiro e um auxiliar, participou da 2ª Capacitação do Selo Unicef, que aconteceu no Convento das Mercês, em São Luís. O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), em parceria com o Governo do Estado, realizou o 2° Ciclo de Capacitação do Selo Unicef (edição 2017-2020).

Durante todo o dia, os 209 articuladores municipais do Selo conheceram a metodologia e simularam a realização dos Fóruns Comunitários, etapa obrigatória na realização do Selo, a ser cumprida até o mês de junho nas cidades participantes.

O Fórum tem como objetivo realizar a escuta qualificada da população e suas diferentes representações quanto as necessidades e prioridades em políticas públicas destinadas a crianças e adolescentes. A partir disso, o município de Bequimão desenvolverá um Plano de Ação, voltado para identificar os principais desafios e definir as prioridades para o enfrentamento das desigualdades na realização dos direitos de crianças e adolescentes.

“O Fórum Comunitário é um momento muito emblemático do Selo, porque os gestores garantem a participação da comunidade para resolverem os principais desafios que tenham relação com a garantia dos direitos da criança e do adolescente”, esclareceu Anyoli Sanabria, coordenadora do Território Amazônico do Unicef.

Para a secretária de Cultura e Igualdade Racial, Dinha Pinheiro, o município de Bequimão está empenhado em melhorar os indicadores e enfrentar os principais problemas que afetam crianças e adolescentes, nas áreas de saúde, educação, proteção e participação social. “A gente tem trabalhado muito a fim de melhorar os índices de nossa cidade e com a chegada do Selo Unicef todos nós do poder público juntamente com a população, estamos melhorando ainda mais os indicadores de Bequimão. Desde que o prefeito Zé Martins assumiu a gestão em 2013, a realidade de Bequimão é bem melhor do que recebemos. Temos a Semana do Bebê Quilombola e isso tem mudado a realidade no município”, destacou.

No Maranhão, 209 municípios aderiram a esta edição do selo. O estado é parceiro do Unicef e aproveita a metodologia utilizada por ele, para causar impacto nos indicadores relacionados a proteção integral à criança e ao adolescente. “A ideia é usar esse exercício que o Unicef faz com os municípios que é bastante simples, de aproximação entre a realidade que precisa mudar e a capacidade de monitorar esses indicadores e aplicar isso de maneira democrática e muito bem capilarizada no Maranhão”, afirmou o secretário de Políticas Públicas e Articulador Estadual do Selo Unicef, Marcos Pacheco.

Após o primeiro ciclo de capacitação, que ocorreu em novembro do ano passado, os municípios desenvolveram inúmeras atividades, entre elas, diagnóstico participativo da situação da infância e adolescência, adesão à Campanha “Fora da Escola Não Pode”, de busca ativa escolar e de criação de núcleos de adolescentes para engajamento e mobilização destes públicos para o debate de seus direitos.

 

Prefeitura de Bequimão realiza Fórum da Infância. Ação é requisito para conquista do Selo Unicef

seminário18Para dar continuidade às ações que vão melhorar a qualidade de vida das crianças bequimãoenses e, consequentemente, garantir o Sele Unicef ao município, a Prefeitura Municipal realizou o I Fórum da Infância de Bequimão, no última quinta-feira (29). Lideranças comunitárias, professores, representantes da Igreja Católica e de igrejas evangélicas reuniram-se para identificar aspectos do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) que devem ser aprimorados até 2016.

A consultora Gisele Padilha, da Fundação Josué Montello, conduziu os trabalhos, ao lado da embaixadora do Unicef em Bequimão, Dinha Pinheiro, que é secretária de Cultura e Promoção da Igualdade Racial. “O fórum foi um sucesso. As pessoas estavam bastante participativas, o que nos permitiu traçar, de maneira mais precisa, a realidade da infância no nosso município”, destacou a embaixadora.

Foram criados grupos de trabalho, que debateram as questões levantadas pelo Unicef. Em seguida, partilharam-se as contribuições, que darão origem a um relatório. As metas definidas no fórum nortearão as atividades da Prefeitura Municipal de Bequimão, no que se refere às crianças, até 2016.

O que é o Sele Unicef?

Em outubro de 2013, o prefeito Zé Martins assinou o termo de adesão ao Selo Unicef, concedido aos municípios que conseguem cuidar bem das crianças de até seis anos. Para conquista-lo, é necessário reduzir a mortalidade infantil, a gravidez na adolescência, ampliar as oportunidades de acesso ao esporte, lazer, educação e saúde.

O Unicef elaborou um diagnóstico, que também está embasando o plano de ação que pretende melhorar os indicadores sociais relacionados à infância em Bequimão. No final de três anos, caso o município alcance a pontuação, será conferido o selo.